You may translate my blog if you needing

Pesquisar este blog

Χριστός λυτρωτής (Cristo, o Salvador)

 photo Cristo_zpsi9u1t9yx.jpg

"Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." - João 3:16 ARA

Ícones de uma Igreja cristã reformada: de fato bíblica



"E dar-vos-ei pastores segundo o meu coração, os quais vos apascentarão com ciência e com inteligência." Jeremias 3:15 ACF


Da esquerda para a direita e de cima para baixo: Pedro Valdo (c. 1140-c. 1220), Martinho Lutero (1483-1546), João Calvino (1509-1564), John Knox (1514-1572), Charles Spurgeon (1834-1892), Martyn Lloyd Jones (1899-1981), Francis Schaeffer (1912-1984).

Seguidores

Assine minhas postagens

Ars gratia artis!

 photo triunfo444_zpsebb373bd.jpg

Triunfo de Vênus, pura poesia plástica do Renascimento.

Ars gratia artis!

 photo madr_zpsa4265784.jpg

Vênus ou Afrodite, respectivamente, para romanos e gregos, nascendo de uma madrepérola em plena selva amazônica legal, brasileira, de minha cidade de Belém, a capital do Estado do Pará, em uma magnífica escultura no decadente logradouro público de minha referida cidade, na borda do mundo, na Praça da República.

Principia Sapientiae: a Filosofia como mãe e mestra

 photo Rafael_-_Escola_de_Atenas777_zps8e0f0f71.jpg

"Um filósofo é um intercessor, é um sacerdote. Um filósofo é o anfitrião da verdade digna e acessível aos homens." (João Emiliano Martins Neto)


Add me no ZapZap

 photo whatsapp-blue-tick_zpsae2o5yfc.jpg

Principia Sapientiae: Vamos filosofar? Viva a Filosofia!



Assistam ao meu vídeo, supra, em que faço um convite a você, caro leitor, à Filosofia. Meu convite a você leitor que saiamos da Matrix que é a mesmice, o banal do cotidiano e do senso comum tornados como algo muito ruins quando absolutamente inconscientes acerca de suas naturezas intrínsecas.

Entre em contato comigo pelo email (clique no ícone abaixo)









sábado, 9 de abril de 2016

ChiCUzinho Buarque


Esquerdismo, Doença infantil do Comunismo

Email enviado por mim ao deputado comunista Chico Alencar (dep.chicoalencar@camara.leg.br)

Chico Alencar - o Doente
Senhor Deputado Chico Alencar, você com esse seu sotaque de malandro carioca veado, coloca, como disse hoje (08 de abril) na comissão do impeachment, a culpa pelos crimes da Esquerda na Direita, no Henrique Meireles. Sr. Chico Alencar, você sofre da doença infantil do Comunismo que é o esquerdismo, pois o senhor acha que para que haja uma revolução comunista não seria preciso um estelionato eleitoral de se fazer aliança com a burguesia e sobretudo, o que é verdadeiramente pior, e o seu partido escroto, o PSOL, é cúmplice do crime de se fazer aliança com o crime, com o narcotráfico das FARC nos quadros do Foro de São Paulo.

Renúncia ou escravidão


Nossa Senhora mesmo tendo sido saudada como a cheia de graça pelo santo anjo, antes mesmo de ser concebida já assim o era por decreto divino antes da fundação mundo, por previsão dos méritos infinitos que Cristo conquistaria na cruz, já que eu poderia dizer com São Paulo que todos os outros santos predestinados já antes do começo do tempo já haviam sido glorificados por Deus. Antes mesmo de seu sim e fiat a Deus pela nossa salvação ao aceitar ser a Mãe do Redentor Cristo Jesus, Nossa Senhora uma pessoa plenamente humana como qualquer um de nós, isto é, com paixões, foi certamente tentada em sua vida reclusa, o diabo e seus anjos devem tê-La perturbado, mas Nossa Senhora deu o seu sim, deu o seu fiat, o seu faça-se em Mim a Vossa vontade, ó meu Deus.

Nossa Senhora que teve o próprio coração transpassado por uma espada, a espada afiada de dois gumes de nossos pecados, mas Nossa Senhora mesmo humana suportou por Seu amor de Mãe por nós, pois sabia que obra excelente faria de a humanidade renascer das cinzas da morte causada pelo pecado. Do sacrifício co-redentor de nossa Mãe, de sua renúncia redundaria em nossa libertação das tenazes do pecado.

Renúncia, caros leitores, como em Nossa Senhora; desde antes da fundação do mundo como o Verbo houvera aceito dar-se totalmente pela redenção humana ao solicitar a Deus um corpo e que aboliria o bolorento, carnal e ineficaz Judaísmo, como diz o autor da epístola aos hebreus. Também todos os santos a começar por São José que aceitaria ser acusado pelos judeus como um mau marido, pois que teria abandonado injustificadamente aos olhos sempre apressados da sociedade a Santíssima Theotokos para não expô-la injustamente aos rigores da Torá, também, todos renunciaram. Todos, se santos, não se deixaram permanecer eternamente abatidos, humanos que todos eram, mesmo o Cristo, verdadeiro homem, todos ainda que esmagados pela própria sedução das paixões, mas renunciaram e a começar do Cristo, caro leitor amigo, por nossa salvação entregara-se, renunciaram e hoje podemos ser livres a começar pela morte vicária de Cristo e pelo exemplo dos santos a começar pela intercessão gloriosa da Virgem Maria.

Se renunciarmos quantos serão libertos do Faraó que é o diabo, ao seguirem as pegadas de nossa perseverante mesmo que sofrida e até sacrificada que chegue a exigir-nos o martírio como é o caso da castidade que substitui a morte, conforme ensinou certa vez o Papa Pio XII?

Hoje o Faraó é o Estado secular leigo (ateu) que esmaga e nivela as religiões tradicionais e em particular a única religião verdadeira que é a católica romana para fomentar qualquer arbitrariedade subjetivista e individualista humana como o homossexualismo ou até mesmo acha esse Estado que pode tornar opcional a condição de macho e fêmea em que uma pessoa nasce na chamada ideologia de gênero. Cabe aos cristãos como outros Cristos lutarem para libertar a humanidade da escravidão de seus caprichos financiados por trilhões de reais roubados pelo Estado leigo comunista petista que mima os seus arbítrios escravizadores, mesmo que isso nos custe a vida, renunciemos, lutemos, até o fim, AMÉM.

sexta-feira, 8 de abril de 2016

Perdeu-se a alegria do amor...


Estava lendo em um site conservador, oposicionista, que agora que parece que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva não será mais ministro de Dilma Rousseff, então, os deputados que venderiam a alma ao diabo ao não apoiarem o impeachment da terrorista aposentada, realmente, ao contrário, votarão contra Dilma, votarão pró-impeachment.

Ora, isso é para vocês verem, caros amigos leitores, o que lega ao mundo o tal Estado laico (ateu) apoiado por comunistas e liberais/libertários, eis que é um Estado em que os seus funcionários não tem mais a referência do Absoluto, então, cada um escravizado pelo Faraó relativismo com sua ditadura do relativismo em que os referido funcionários, os políticos, com sua sede e fome voraz legisferante criam e suprimem leis a torto e a direito fruto da idéia do juspositivismo. Então, para essa gente dane-se a realidade, dane-se interpretar o mundo para compreendê-lo, mas cabe apenas transformá-lo. Perdeu-se para essa gente vendida para o diabo comunista toda moral, valores, Deus, decência, perdeu-se o conhecimento, foi-se a Filosofia, perdeu-se o amor e alegria em desfrutar e conhecer o mesmo, só resta mesmo a vontade de poder nietzschiana e o salve-se quem puder.

Exortação Apostólica "Amoris Laetitia"


Ainda não li a nova exortação apostólica do Santo Padre Francisco, Amoris Laetitia (A Alegria do Amor), mas pelos poucos comentários que li na imprensa chapa vermelha que quer como eu li na vendida ao diabo, Folha de São Paulo, que o Papa seja um "revolucionário puro-sangue", não há qualquer menção do Santo Padre a mudanças na doutrina de sempre da Igreja, que como diz São Judas em sua carta na Bíblia, foi de uma vez por todas entregue aos santos.

Ora, imaginem Cristo sempre assentado com pecadores, publicanos e prostitutas, para os nossos progressistas atuais Cristo seria um "revolucionário puro-sangue", então, porque estaria indo contra a Torá, a lei de Moisés, provocando o farisaísmo; já para os conservadores propositalmente menos atentos como o eram os fariseus da época de Cristo Jesus, eles se admiravam do Mestre se assentar na roda dos escarnecedores como parece condenar o salmo 1, não é mesmo? Mas gente, não é nada disso, Cristo e nós a Sua Igreja, hoje, estamos aí para salvar o mundo, o cristão é benevolente como o ateu Friedrich Wilhelm Nietzsche o reconhece. Devemos ser tardios para nos irar como diz São Tiago, devemos ser perfeitos, como perfeito é nosso Pai celeste e nosso Pai é longânimo, paciente, tardio para se irar. Ora, eu meu mesmo confesso e peço perdão a Deus aqui que em debates de internet, sobretudo, tenho sido lépido em irar-me, mas assim não pode ser. Calma, paciência, generosidade, longanimidade, mas sobretudo oração por toda a carne e o sangue que lidamos no mundo devemos ter minha gente, porque nossa luta não é contra a carne e o sangue, mas é uma batalha espiritual pela oração, pelo jejum e pelo nosso testemunho muitíssimas vezes silencioso contra os demônios que reinam nos ares sobre os filhos da desobediência como é o caso dos pecadores e de seus apoiadores progressistas amaldiçoados.

Penso ser essa a intenção do Santo Padre, partindo da realidade concreta de cada um e não somente de um idealismo, de uma regra muito geral, mas pouco encarnada e Cristo, o Verbo se fez carne, fez-se concreto, histórico, deixou de ser apenas uma idéia em um livro, ou talhada em pedra como no Monte Sinai, letra morta e fria, mas ao contrário para tornar-se palpável neste mundo, Deus humanizou-se, tornou-se gente como a gente.

Espero não estar sendo apressado, ainda não li Amoris Laetitia, mas penso que é mais um documento de um homem todo bonachão, caridade e simpatia como o é o nosso Santo Padre Francisco, gosto muito dele, apesar de suas ambiguidades. Oremos por nosso amantíssimo Pontifex Maximus.

Vidas dadas por Deus a nós


A vida é algo como a luz, é algo com que Deus premiou trazendo assim à existência as suas criaturas para serem conformes a sua imagem e semelhança, claro, como imagem e semelhança mesmo só o homem o é, pois os animais dos mais reles e baixos como vermes, insetos, ratos ou morcegos aos mais imponentes como o leão ou o elefante espelham, respectivamente, os vícios e as virtudes humanas.

Deus quis que tivéssemos vida, que chegássemos a existir, então, e por isso que tenhamos a força própria da vida, seja a vida física, seja a espiritual. E quando Deus está feliz conosco, quando nos reconciliamos com ele, quando consertamos nosso altar, normalmente pelo recebimento do sacramento da confissão, Ele se alegra conosco e saímos fortalecidos. Deus mesmo é vida e nós temos a vida em nós, fisicamente, mesmo que deprimidos por alguma doença. Deus mesmo é vida e nos deu a vida quando fomos batizados e o homem novo nos tornamos, fomos limpos da mancha original e renascemos para uma vida nova pela morte que é o batismo, com Cristo ressuscitamos. Nós existimos, então, por esse Deus que é vida que deu a sua própria vida em benefício de cada um de nós tomados individualmente, tomados um a um. O Criador deu-nos vida, vivificou-nos pelo derramar violento de Seu sangue para que não só a vida material e animal tivéssemos, mas viéssemos à existência rumo à vida verdadeira que é a espiritual quando vivemos neste mundo, mas não somos deste mundo por nossa vida de humildade e renúncia absoluta a todos os prazeres.

Pense bem, então, caro amigo, quando contemplar a morte, um cadáver em um caixão que ali a vida não se encerrou, porque esse mesmo corpo ressuscitará no Último Dia, no Dia Eterno, na Plena Visão. Mas desde já que saibamos que nada nem mesmo a morte separará do amor de Cristo aqueles que morreram em amizade com Deus  por uma vida de renúncia a todos os prazeres, oração fervorosa e persistente, penitência e recepção frequente em primeiro lugar do sacramento da reconciliação e também e, sobretudo, pela comunhão diária, mas obrigatoriamente aos domingos e festas de guarda.

Se algo o matou, meu amigo, pois o salário do pecado é a morte, ore já e imediatamente com fervor e persistência diante de uma imagem de Nosso Senhor dizendo que ó meu Jesus vivifica-me, ressuscita-me a mim que morri, pois Vós mesmos dissestes que aquele que crê em Ti ainda que esteja morto viverá, ressuscitará e eu creio em Ti, mas aumentai a minha fé. Amém.

quinta-feira, 7 de abril de 2016

Arca de Noé da Esquerda

Por Spacca


Papa explica que a Palavra de Deus é capaz de mudar a vida das pessoas - CN Notícias


Meu comentário: Realmente, devemos nos apegar, escutar à Palavra de Jesus, nosso grande Deus e Salvador, como em outras palavras diz o nosso Santo Padre Francisco. Mas ousaria acrescentar que a Palavra sendo uma Pessoa, Cristo, e não um livro antigo, letra morta, mais um best-seller de estante empoeirada como a Bíblia, devemos, por isso, procurar a Palavra no contato pessoal com Cristo pela oração, pelos sacramentos da comunhão diária, se possível, e da confissão frequente, pois aí Cristo como divino carpinteiro moldar-nos-á. Também no ensinamento do Magistério Sagrado da Santa Igreja e na vida e exemplo dos santos devemos buscar Jesus. Por fim devemos buscar pessoalmente a Cristo Jesus na nossa própria vida, no nosso próprio testemunho de fé, fazendo que cada um de nós, junto com toda a Igreja, demos continuidade da missão de Cristo neste mundo, sendo o alter Christus que nos cabe sermos desde que fomos batizados, ainda que isso custe sofrimento e até sacrifício.

quarta-feira, 6 de abril de 2016

IMPEACHMENT: RELATOR APONTA CRIMES DE DILMA

BINGO! RELATÓRIO É PELO IMPEACHMENT DE DILMA

Oração pela Dona Dilma Rousseff

Santíssima Mãezinha, rogai por nós

Ó Mamãezinha querida do Céu Nossa Senhora de Nazaré, nossa padroeira, eu vos imploro diante do quadro tenebroso atual de nosso Brasil em que vemos, alguém em um augusto posto como a de Presidente do Brasil, a Senhora Dona Dilma Rousseff do PT, descompensada, confusa, enlouquecida, brigando até com aliados e pessoas humildes até que a servem, ó Mãe, eu a Ti rogo, ilumina essa mulher que nas costas, ainda, leva o encargo de dirigir essa tão grande, complexa e maravilhosa Terra de Santa Cruz. Hoje Dona Dilma, ó minha Senhora de Nazaré, toma até mesmo remédios controlados o que não lhe restaria outro meio de amansá-la, ó Mãe, Dilma que sempre idolatrou o braço e força humana ao convir em ideologias malucas modernas como o Marxismo maldito que é o dar plenipotenciariamente, ó Madona Santíssima, todo o poder ao pobre ser humano ao querer instaurar um reino dos céus aqui neste pobre e precário mundo. Resta a ela, à Senhora Rousseff, ser constrangida aos remédios, ao velho e pobre braço humano tão querido por ela.


Dilma Rousseff - Presidenta
Ó Mãezinha, eu a ti rogo, cura a Dona Dilma, livra a nossa Presidenta dessa idolatria ao ser humano, sana tal câncer que a consome, livra-a do Comunismo, que ela acorde a tempo e por isso mude os rumos políticos, sociais, econômicos, mas sobretudo espirituais das trevas, lágrimas e do sangue em que foi mergulhado esse nosso Brasil, desde a ascensão petista ao poder. Ó minha Senhora que és a maior das criaturas, que és a Rainha soberana sobre todo o universo e Rainha sobre o Céu e a terra e sobre todos os anjos e santos, o que é a Ti a miséria humana, vós que sobrepujas, vences, que vês como absolutamente um nada os abismos sem fundo em que nós outras criaturas como a Dona Dilma nos envolvemos? Vós que Sois, Maria Santíssima, evidentemente que a escada que nos conduz facilmente para fora de nossos abismos, pois conheces todas as criaturas como a palma de Tua mão. Ó Mãe, Rainha e Imperatriz do Brasil, cura a Dona Dilma, livra-a da demência psiquiátrica que evidentemente se encontra, cura-a da demência espiritual em que ela se encontra livrando-a da ideologia comunista.

Livra essa alma de Dona Dilma Rousseff, querida por Deus desde toda a eternidade que fosse remida pelo sangue preciosíssimo de vosso Filho Jesus Cristo, ó Mãe, que não morreu em vão por ninguém, pois Deus quer que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento salvífico, eu vos rogo, ó Senhora de Nazaré, abre os olhos dessa nossa mandatária com o vosso colírio divino.


Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso diletíssimo Filho, isso eu Vos rogo, ó Medianeira de todas as graças, AMÉM.

Sobre o fideísmo protestante e a Filosofia



O fideísmo protestante, na Filosofia, legou-nos a absurdidade que é o imperativo categórico em que, grosso modo, você consegue estabelecer uma regra moral de quem grita mais alto para estabelecer como universal a sua moralidade, sem passar pela inteligibilidade da mesma naturalmente pela razão, pela metafísica e pela ontologia. 

Mais uma sugestão de argumentos contra ateus na internet

Caros amigos leitores, espero, na medida de minha capacidade, fazer-me útil com meus argumentos pessoais contra ateus, a quem visita este meu blog quando meus leitores que forem crentes precisarem discutir com ateus. Leia, abaixo, alguns argumentos meus contra os bobocas ateus. 


Quanta idiotice e lenga-lenga. Você dizer que não consegue acreditar em Deus, que ateísmo não seria uma escolha, isso só mostra que ateus, na melhor das hipóteses, são idiotas mesmo ou são MAVs anônimos como você que não ousam dizer o próprio nome, pois estão a soldo do governo comunista brasileiro. Deus, em primeiríssimo lugar, não é objeto de crença, isso é propaganda de desinformação protestante. Deus é objeto de prova racional e já foi demonstrada a sua existência há muito tempo desde pelo menos a época de Cristo, pois se você não sabe o próprio Cristo é Deus que se fez homem, mas também com os milagres de curas, prodígios, ressurreição de mortos que aconteciam naquele tempo de Jesus Cristo. Deus existe nas doutrinas dos grandes filósofos gregos como Platão e Aristóteles ou os cristãos escolásticos medievais como Santo Anselmo de Cantuária e Santo Tomás de Aquino. Deus existe como seguramente o comprova os milagres como o dos santos com seus corpos incorruptos; as aparições da Virgem Maria em países da Europa; os milagres de Lourdes COMPROVADOS pela ciência que os segue estritamente de perto, há mais de 100 anos e através de cientistas absolutamente céticos. Há a vida do Santo Padre Pio de Pietrelcina que comprova a existência de Deus. Mas o que há de pior de tão ridículo na argumentação atéia e que é sempre e sempre e sempre recorrente é a idéia que vocês do que seja a divindade, pelo menos aqui no Ocidente católico, com se o nosso Deus pudesse ser reduzido a uma fada dentro de carteiras, como você disse no seu vídeo aí ou compará-Lo a unicórnios... Porra! Vão tomar nesses cus de vocês senhores ateus, MAVs anônimos ou coisa que o valha que vocês são. Imagine só, o Deus cristão, o absoluto, o infinito, algo que supera, transcende, sobrepuja toda a criação ou natureza, para usar um termo científico, você compará-Lo a fantasias de escritores de ficção infanto-juvenil... Porra! Vão é dar meia-hora de cu, sabe? De Deus que São Paulo diz em uma de suas epístolas que nem olhos viram e nem ouvidos ouviram o que Deus tem preparado àqueles que O amam. E mais, querer que essa concepção de deidade, a ocidental católica, seja um bichinho de laboratório, uma cobaia, meu Deus, antes ateu fosse MAV do que se dizer ateu, de fato, porque é prova de extrema burrice. Senhor ateu, note, algo como Deus caber em um experimento de laboratório é a prova de que pessoas como você só conhecem o conhecimento ou o que você chama de ciência como mero instrumento de ideologias empiricistas, positivistas, fisicalistas, isso é absurdo, isso é rebaixar a ciência. Leia Aristóteles, veja lá na obra "Metafísica", desse referido grande mestre helênico, como ele mostra muito racionalmente como a hipótese Deus é plausível. Assaz plausível que um ateu da época do macedônio foi silenciado de ter o seu nome citado no texto aristotélico, porque o preceptor de Alexandre, decerto que o achava um idiota com lenga-lenga.

Enfim, cara, se você foi sincero, se você não for um MAV a serviço do eixo do mal latino-americano, apesar das coisas medonhas e loucas que já soube e já vi de muitos ateus internet afora, eu só oro para que Nossa Senhora te ilumine, amigo, e te convença de teu erro no tal do ateísmo, porque nós, os pobres seres humanos, é evidente, no final das contas precisamos de algo como conselhos, orientações, idéias e inspirações que só esses monumentos, esses colossos magníficos de esforços e sacrifícios multi-milenares que são as grandes religiões tradicionais - EVIDENTEMENTE - só elas podem nos dar, sobretudo, e de preferência se for a religião católica.

terça-feira, 5 de abril de 2016

Crise espiritual x crise econômica

Devemos nos prevenir do vírus marxista, porque se é muito dito aqui e acolá que a crise econômica é a pior das crises do Brasil atual. Mas, note bem caro leitor, Karl Marx diz que a economia é o principal agente no mundo, é a verdade - diria assim - sobre o mundo, é a infra-estrutura e o resto, a super-estrutura, formada pela Cultura, o Direito, a Religião, a leis, a moral, enfim, é resto, é fruto de alguma estupidez, ou uma tara, é ideologia, é futilidade. Então, ao menos que o dinheiro seja o principal para um indivíduo, para uma família, para uma associação qualquer, para uma nação, para o mundo e não o é, pois veja na Índia, por exemplo, aonde famílias inteiras vivem nas ruas e algumas são leprosas, que se deixam piedosamente moer pelo sistema de castas baseado na religião hindu, mas são felizes, tem os deuses deles no coração. E quanto a nós brasileiros, tão mais ricos, mas choramos logo quando perdermos nosso deus dinheiro logo que um pouco do mesmo o perdemos por e entronizarmos essa deidade de araque, o dinheiro como nosso deus e salvador.
Dinheiro nenhum explica ou compra a profundidade desses complexos espirituais como o das castas no Hinduísmo

Acho, então, caro amigo leitor, que o pior que está acontecendo no Brasil atual é a crise moral, espiritual, cultural em que o Príncipe (Partido) como o PT conseguiu chegar ao poder mesmo que fazendo aliança com o crime, nos quadros do Foro de São Paulo, e ainda conseguiu manter-se no poder por dois mandatos após derramar rios de sangue de brasileiros assassinados pelo crime organizado das FARC que atua em nosso País e em toda a América Latina promovendo a violência junto ainda com o narcotráfico.

Para ser um cético político

Húngaros, em 1956, rechaçando o fanatismo político
Caro leitor, quer se curar da política? Quer ser um cético de primeiríssima qualidade, ou seja, um cético político e não religioso? Bem na prática, se você tiver alguma incoercível vocação política, sugeriria que você se filie a algum bom partido ou movimento conservador de Direita. E digo de Direita, caro leitor, porque só a Direita, ao contrário da Esquerda maldita, putinha de rua, aceita que haja alguma injustiça, pobreza e dificuldade no mundo - coisa que sempre vai haver, pois pobres sempre teremos conosco, como disse Jesus Cristo - para que um grupelho político qualquer não aumente de maneira plenipotenciária o próprio poder a fim de alcançar o impossível que seria o mal deixar de ocorrer neste nosso pobre mundo.

Mas sobretudo, caros amigos, para as pessoas em geral que não se interessam por Política a fim de ter a mesma como profissão, diria assim, para a suas vidas, se você é um mero eleitor como eu próprio, se você é só um cristão fiel comum leigo ou ordenado ou se você é só um homem de boa vontade, caríssimo, não se deixe, então, seduzir pelo discurso da politicagem, pois o homem é um coitado, o ser humano é limitado. No mínimo, leitor, homem algum pode voar, homem algum, caso Deus não o ilumine com uma sabedoria infusa, pode ter conhecimento se não estudar e muito, ou seja, se não precisar ler livros e muitos livros e por muitos anos. Para o homem, trazendo agora a questão do limite humano para o que diz a fé cristã, disse o Apóstolo (São Paulo) que a graça divina deve bastar e que a referida graça mostra a sua força na nossa fraqueza.

Enfim, meus caros leitores, acho que com tais exemplos, fica claro que é perda de tempo, é loucura pura e simples, o fanatismo político que vemos no mundo desde pelo menos a época da maldita e cancerosa Reforma Protestante (século XVI) que deprimiu o poder da Igreja de Cristo em prol da assunção ao poder e poder total dos príncipes europeus sobre a sociedade àquela época, seguindo-se do fim das autonomias regionais com o advento dos estados nacionais, passando pela eclosão das cruéis revolução francesa e russa e até culminar aos nossos dias em que meia-dúzia de iluminados da ONU pretendem instaurar uma tirania universal no mundo através do Governo Mundial.


Post scriptum: Se você quer ser mesmo um cético político, caro amigo, se você quer se livrar da religião civil e com isso entronizar a Cristo como, de fato, Rei na sociedade e não só individualmente nos corações dos fiéis, simplesmente creia firmemente em Deus Nosso Senhor, ore frequentemente e com todo o fervor e peça a Deus, por Nossa Senhora, as graças necessárias para vencer essa tara, esse apetite voraz terrível que há na humanidade em se achar autossuficiente e gostosona.

Um retrato da injustiça atual

O PT desculpa-se das próprias traficâncias dizendo que todo mundo antes dele foi criminoso também da mesma forma que os antitabagistas se opõem ao cigarro dizendo que tabaco é droga como coisas verdadeiramente tenebrosas como a maconha ou cocaína. Mas ao mesmo tempo os antitabagistas querem a liberalização das drogas, ou seja, o PT pode continuar a solta praticando seus crimes, enquanto o PSDB e o PMDB devem ir pra cadeia tanto quanto nós, os tabagistas, devemos ser alijados do convívio decente na sociedade.


Eis um retrato da injustiça na sociedade atual.

A totalitária propaganda petista

Relações corpo, alma e Jean-Paul Sartre

Autor Olavo de Carvalho


Sartre explica o "post coitum triste" como resultado da vergonha que o "para si" (consciência) sente por haver sacrificado sua liberdade às exigências do "em si" (corpo). Mas quem disse que a compulsão sexual vem do puro corpo? Onde surgem as imagens sensuais e oníricas que nos põem no encalço da satisfação sexual? Se fosse no corpo enquanto tal, separado da consciência, nem repararíamos nelas, como não reparamos no funcionamento das nossas glândulas de secreção interna. É na consciência que surge e se elabora o desejo, que em seguida o ambicioso "para si" incumbe o inocente "em si" de realizar para satisfazê-lo. A consciência pode deleitar-se em fantasias sexuais por horas e dias seguidos, mas o corpo é débil e só pode satisfazê-las por uns poucos segundos. O "post coitum triste" expressa apenas a decepção da presunçosa consciência com o pobre instrumento carnal que não consegue jamais realizar satisfatoriamente as suas ambições.

Sendo a forma do corpo, a alma contém em si, de maneira simultânea,todas as
Charge de Sartre
possibilidades do corpo, mas ele, não sendo determinado só por ela e sim por todo o quadro espaço-temporal da existência terrestre, só pode realizá-las em escala muito limitada e um pouquinho de cada vez. A tristeza da alma no mundo terrestre não vem de que ela "se aliene" no corpo, mas de que o corpo a frustra e decepciona continuamente, por ser desprovido daquele toque de imortalidade que a alma antevê em si mesma e do qual ela desejaria, em vão, que o corpo desfrutasse também. O "post coitum triste" vem do fracasso de um sonho de imortalidade física que se desfaz repentinamente após o orgasmo. Se em vez de raciocinar dedutivamente a partir dos conceitos de "em si" e "para si", Sartre tivesse seguido a lição de seu mestre Husserl e examinasse a experiência real, teria compreendido isso.

Se valesse a pena analisar logicamente a filosofia de Jean-Paul Sartre, bastaria, para reduzi-la a pó, negar a sua premissa fundante, que é o dualismo cartesiano das substâncias. Quem aprendeu com Aristóteles e os escolásticos que a alma não é uma substância distinta e sim a forma do corpo não pode ler sem rir a descrição que Sartre faz do ato sexual, que Roger Scruton, por excesso de generosidade, considera "um paradigma da fenomenologia", mas que não passa de uma fantasia de menino malvadinho intoxicado de dualismo. Tanto que essa descrição se prolonga, sem alterar-se, na do sadomasoquismo, o que nos revela que Sartre jamais conheceu o sexo senão pelo lado sadomasoquista. Isso basta para mostrar que no estudo da sua obra o enfoque psicopatológico vale mais que a análise lógica.

O que pode confundir os incautos é que Sartre camufla o dualismo de Descartes sob a terminologia hegeliana do "em si" e do "para si" em vez de dizer simplesmente "corpo" e " alma".

Levar Jean-Paul Sartre demasiado a sério é prova de imaturidade.

Se a alma fosse uma substância separada do corpo, seria impossível compreender qualquer coisa da psicologia de um ser humano pela sua expressão corporal.

O dualismo está tão impregnado na cultura moderna, que a maioria das pessoas continua interpretando nesse sentido a afirmação de que "a alma é a forma do corpo". Entende forma no sentido de formato externo, ou no sentido da distinção entre o especial e o inespacial. Alguém diz, por exemplo, "A alma não tem glândulas". É claro que tem, A alma não é o formato, é a fórmula, o algorítmo, o princípio articulador, a lei de proporcionalidade intrínseca do corpo. Nada está no corpo que não esteja antes -- e depois -- na alma.

O algoritmo contém todas as mutações que a individualidade corporalizada pode sofrer ao longo da sua existência terrestre, separadas daquelas que não pode. Por exemplo, você pode ficar gordo ou magro, pode vir a ser um santo ou um genocida, mas não se transformará jamais numa vaca ou num trombone.





segunda-feira, 4 de abril de 2016

Solidão e multidão

Claro que a solidão mais radical que é a do homem longe de seu próprio Deus Criador como acontecia outrora antes da missão salvífica e pascal de Cristo é o tipo de solidão verdadeiramente terrível, aterradora e definitivamente desesperadora. O próprio amado Papa emérito Bento XVI disse certa feita que a causa do medo é a solidão. Mas a solidão do homem em relação a seus meros semelhantes que não sejam, é claro, seus irmãos em Cristo - realmente, seriamente - fiéis católicos e o clero que lhe administra os sacramentos, mas refiro-me à ralé que é sempre multidão, bem, meu caro leitor, não tema, não, a esse tipo de solidão. Em relação à escumalha que é sempre multidão como formiga não tema a solidão por estar longe da mesma, mas tema, deveras, a multidão.


Creio que o maior problema da humanidade não é a solidão, então, mas a multidão. O problema é o bando, é o coletivo que não é nem o próprio Cristo para saciar-nos definitivamente, guiar-nos e salvar-nos e não é a Igreja (sobretudo o clero e os amados irmãos) que é o próprio Cristo do qual somos membros a nos saciar-nos definitivamente, guiar-nos e salvar-nos. O coletivo, isto é, o mundo é o que nos seduz e aprisiona ao respeito humano, é o que nos conduz ao antropocentrismo, à idolatria, à chantagem do politicamente correto, é o que quer que nos reconciliemos com a terra enquanto sugere que o Céu pode esperar.

Os que se salvarão, os cristão sérios, mesmo que sejam uma multidão, como realmente diz o livro do Apocalipse, após a chamada Grande Tribulação, mas sempre será um pequeno rebanho, como diz a mesma Bíblia, e formado por poucos escolhidos, mesmo que Deus haja chamado muitos, como também dizem as Sagradas Palavras. Essa multidão incontável é um nada perto da tremendamente assustadora multidão mundana que se arrasta como as águas do mar a se quebrarem na praia em ventos de doutrina para lá e para cá, como meninos em roda e sempre exigindo a naturalmente crescente proteção estatal para o seu "direito à crença" em seus aquários, quando é preciso sempre em meio à essas águas turbulentas, nós, os cristãos, pescadores de homens devemos ao evangelizarmos pescarmos homens sensatos que só exijam o direito, sim, à busca da verdade. Crença, minha gente, até os vagabundos da marcha para satanás creem em Satã, não é mesmo? Nós cristãos queremos é a verdade.

Sugestão de um argumento para os cristãos contra os ateus

Vai tomar no olho do teu cu, rapaz! O cara não quer ter Deus na vida, é claro, é um direito que ele tem de ser idiota, de achar que a sua mais alta concepção humana se reduz à satisfação do ego pela busca desenfreada do poder, da fama, do sexo, da comida, e etc. Foda-se! É isso que você quer da vida, será tratado por uma sociedade católica, por exemplo, como um leproso, um bêbado, um gay, um drogado, mas a verdade ou a busca da verdade que no final das contas é Deus, é nosso Senhor Jesus Cristo deverá ser imposta mesmo e deverá pressionar o máximo que possa o povo e cada um habitante de uma pólis com propósito, católica, a segui-la, a verdade que está viva na Igreja Católica Santíssima há mais de 2000 anos; diferentemente de ateuzinhos como você que só duram uma vida de miseráveis 50 ou 70 anos ou nem isso, pois em perigo de morte, vocês vagabundos logo se convertem.

Doença, gosto, desgosto, o sal da terra

Porra! De doença até que eu entendo um pouquinho, porque sofro de transtorno bipolar e sei como é que podem ser escrotas certos tipos de patologias como a minha, que, mesmo sem eu particularmente sofrer dos sintomas depressivos, mas já levou-me em estados de euforia a perceber que nem mesmo o céu é o limite. Mas, uma coisa notei nas últimas pelo menos duas semanas em que peguei um resfriado que se foi insinuando aos poucos até que legou-me uma febre no último domingo, mas que logo passou e não chegou a mais do que 38,5°C de temperatura. Já estou bem para as minhas corridas, logo bem cedinho, pelas ruas de Belém.

O sal

Mas uma coisa gostaria de destacar nisso tudo, caro leitor, é que como diria o germânico bigodudo filósofo do martelo (Friedrich Nietzsche), ele diz em "Crepúsculo dos Ídolos" que a mulher com desgosto se resfria. Ora, eu não limitaria esse sintoma só às mulheres, mas a todo ser humano. Diria com o cara do martelo, então, desgostado da vida, porque, realmente, eu não sou de resfriar-me, mas parece que tendo que contra a vontade ter que acordar todos os dias para uma atividade de alto impacto e estressante como a corrida, isso é meio que fonte que desgosto. Mas, caro leitor, digo para você, seja você o gosto do seu desgosto, se você for cristão, porque o cristão, como disse Jesus Cristo, nosso grande Deus e Salvador, disse Ele que o cristão é o sal da terra. Então, temperemos, demos sabor, por isso equilíbrio, graça e gosto, finalmente, à terra, ao mundo e às nossas atividades que por mais desgastantes que sejam, se formos cristãos serão um belo testemunho de fé para este mundo fecundando-o com numerosíssimos frutos maduros de novos cristãos.

EXCLUSIVO: OS NÚMEROS REAIS DO IMPEACHMENT

Colo de Jesus


Recoste-se aqui nesse colo de Jesus e chore, chore mais, chore mesmo, porque só Ele, só Deus pode fazer algo por você, não só algo mas pode fazer tudo e mais um pouco. Porque Ele é Deus todo-poderoso, diferentemente do pobre ser humano, pecador, miserabilíssimo, ferrado, coitado, sempre limitado. Portanto, esqueça um pouquinho os governantes, os cientistas, os filósofos, esqueça os artistas e mantenha o foco em Deus Salvador Nosso Senhor Jesus Cristo.

Facebook é o império do mal!

O Facebook filha da puta, como o são filhos da puta os que me denunciaram, bloqueou-me só porque chamei negros e gays esquerdistas, de, respectivamente, pretos e veados chorões. Ora, mas eles o são isso mesmo, senão não seriam esquerdistas, mas somente pretos e veados destemidos e virtuosos que não precisam da muleta estatal.

Facebook é o império do mal!

domingo, 3 de abril de 2016

Por uma consistente democracia da eficiência

Email enviado ao Vice-presidente Michel Temer (contato@micheltemer.com)

Olá caro Sr. Vice-presidente Michel Temer. Assistindo a um vídeo de Vossa Senhoria no Youtube, recentemente gravado em uma viagem sua a Portugal, gostaria de dizer que a meu ver, já que sou um católico e conservador de Direita, que a melhor democracia da eficiência, referida pelo presidente, é o Estado tirar o bedelho da sociedade. Quanto menos Estado melhor e os que quiserem pão na mesa, como exemplificou o senhor, se forem sãos e capazes poderão se virar, isto é, trabalhar e suar o rosto, como manda a Bíblia, para suprirem-se em suas necessidades e ainda ajudarem os incapazes e necessitados em suas fraquezas e misérias, pois para isso existe no mundo compaixão, caridade, Igreja, Evangelho, bons sentimentos e virtude, muito antes desse artifício monstruoso chamado Estado.


Eis ao ver da Direita cristã uma consistente democracia da eficiência.

TF.290: 2.º Domingo da Páscoa - Felizes os que creram sem ter visto!



Google+ Badge

Um Destino cruel...

Eis, acima, um justo destino para os seguidores do PT!

Ars gratia artis!

 photo IMG_20170501_100356_zpsq2vzl3ws.jpg

Add me no Zapzap

 photo whatsapp-blue-tick_zpsae2o5yfc.jpg

Outros sites relevantes

Postagens mais visitadas

Leia também sobre a expiação limitada ou sacrifício eficaz

 photo cristo-bom-pastor 6_zpsufwssugx.jpg


Artigo 8 - A eficácia da morte de Cristo

Este foi o soberano conselho, a vontade graciosa e o propósito de Deus, o Pai, que a eficácia vivificante e salvífica da preciosa morte de seu Filho fosse estendida a todos os eleitos. Daria somente a eles a justificação pela fé e, por conseguinte, os traria infalivelmente à salvação. Isto quer dizer que foi da vontade de Deus que Cristo, por meio do seu sangue na cruz (pelo qual ele confirmou a nova aliança), redimisse efetivamente, de todos os povos, tribos, línguas e nações, todos aqueles, e somente aqueles, que foram escolhidos desde a eternidade para serem salvos e lhe foram dados pelo Pai. Deus quis que Cristo lhes desse a fé, que ele mesmo lhes conquistou com sua morte, com outro dons salvíficos do Espírito Santo. Deus quis também que Cristo os purificasse de todos os pecados por meio do seu sangue, tanto do pecado original como dos pecados atuais, que foram cometidos antes e depois de receberem a fé. E que Cristo os guardasse fielmente até o fim e, finalmente, os fizesse comparecer perante o Pai em glória, sem mácula, nem ruga (Efésios 5:27).

"Cânones de Dort", 2º Capítulo da Doutrina: A Morte de Cristo e a Redenção por meio dela.