You may translate my blog if you needing

Pesquisar este blog

Χριστός λυτρωτής (Cristo, o Salvador)

 photo Cristo_zpsi9u1t9yx.jpg

"Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." - João 3:16 ARA

Ícones de uma Igreja cristã reformada: de fato bíblica



"E dar-vos-ei pastores segundo o meu coração, os quais vos apascentarão com ciência e com inteligência." Jeremias 3:15 ACF


Da esquerda para a direita e de cima para baixo: Pedro Valdo (c. 1140-c. 1220), Martinho Lutero (1483-1546), João Calvino (1509-1564), John Knox (1514-1572), Charles Spurgeon (1834-1892), Martyn Lloyd Jones (1899-1981), Francis Schaeffer (1912-1984).

Seguidores

Assine minhas postagens

Ars gratia artis!

 photo triunfo444_zpsebb373bd.jpg

Triunfo de Vênus, pura poesia plástica do Renascimento.

Ars gratia artis!

 photo madr_zpsa4265784.jpg

Vênus ou Afrodite, respectivamente, para romanos e gregos, nascendo de uma madrepérola em plena selva amazônica legal, brasileira, de minha cidade de Belém, a capital do Estado do Pará, em uma magnífica escultura no decadente logradouro público de minha referida cidade, na borda do mundo, na Praça da República.

Principia Sapientiae: a Filosofia como mãe e mestra

 photo Rafael_-_Escola_de_Atenas777_zps8e0f0f71.jpg

"Um filósofo é um intercessor, é um sacerdote. Um filósofo é o anfitrião da verdade digna e acessível aos homens." (João Emiliano Martins Neto)


Add me no ZapZap

 photo whatsapp-blue-tick_zpsae2o5yfc.jpg

Principia Sapientiae: Vamos filosofar? Viva a Filosofia!



Assistam ao meu vídeo, supra, em que faço um convite a você, caro leitor, à Filosofia. Meu convite a você leitor que saiamos da Matrix que é a mesmice, o banal do cotidiano e do senso comum tornados como algo muito ruins quando absolutamente inconscientes acerca de suas naturezas intrínsecas.

Entre em contato comigo pelo email (clique no ícone abaixo)









quinta-feira, 22 de junho de 2017

Quando CUSTA uma PARADA GAY???

Parada do Orgulho Gay, a parada, o festejo de um vício e doença chamado orgulho, que nojo. Eu as vezes duvido que homossexualidade seja uma doença, mas que seria, sim, um gosto como outro qualquer, um mau gosto, convenhamos, e dos mais perigosos, ainda mais para homens gays que saiam por aí pelo vasto mundo com ousadia para assediarem, cortejarem, um outro homem como eles barbudo e acabarem por tomar uns sopapos na cara. Duvido, então, que homossexualidade seja doença, há controvérsias, mas o orgulho? Meu Deus, minha gente, orgulho é uma doença moral, é um vício e enfermidade espiritual e das mais fatais, senão a mais fatal, porque o orgulho fez perder Satanás, e o inferno, o reino escuro do referido ser caído das trevas, o inferno, o suplício sem fim foi fundado no orgulho. Uma parada, festejar algo como o orgulho e orgulho de qualquer coisa, mesmo que orgulho das melhores coisas, é fazer um carnaval em uma UTI, em um velório e enterro; a UTI, velório e enterro da alma humana.


Vejam dois vídeos meus, caros amigos, eu que falo o porquê e como larguei a homossexualidade:

1) Clique aqui;

2) e depois clique aqui.

 

Só Jesus para nos salvar de nós mesmos - Pr Ed René Kivitz - Jo 20

Amém. Linda e marcante pregação. Cristo nosso Deus, o Nosso Deus humanizado revelou e revela, restaurou e restaura o homem como imagem e semelhança de seu Criador, imago Dei, por isso Deus fez-se homem, o Verbo se fez carne e veio habitar entre os homens, e veio habitar entre nós, porque o homem não é a coisa que ele se tornou desde que com Adão, todo homem, nós todos como um só homem com Adão pecamos.

 

A miséria do sexo

Estava em um grupo meio mambembe do Facebook sobre Filosofia e soube lá que há pessoas que trabalham, porque querem fazer sexo com alguém, querem "comer", como se diz popularmente, alguém. Ora, trabalhar, esforçar-se, em vista de se querer "comer" alguém é algo tão reducionista que depois que você comer tal pessoa, não restará depois do sexo nem mesmo um papo, um diálogo com a pessoa comida, porque você não seguiu a lição de Platão que dizia que os sentidos são enganosos, são apenas aparentes não dando a você a noção da coisa em si mesma, a inteligência das coisas que é o que leva as pessoas ao diálogo e a uma relação mais humana, não restrita somente ao corpo e ao sexo que aproxima o homem dos animais, que torna o homem menos homem.

Notem, caros amigos leitores, como o sexo em si mesmo, simplesmente "comer" alguém faz quem está comendo tal pessoa, começar a xingá-la, sim, xingar a pessoa comida ao dizer que ela é de puta, safada, então, bate-se no bumbum da pessoa que está sendo comida e etc.. O sexo aproxima o homem dos animais, faz o homem tornar-se o que ele não é, porque que homem gosta ou confia em putas e safadas? Se não houvesse o sexo, tanto melhor, porque o homem tem mais a ver com os anjos do que com os animais que reduzem-se ao sexo. Eis a miséria do sexo.

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Tragédia e drama

Eu não sou especialista em Literatura, mas pelo que sei a tragédia dá-se na ausência de culpa da parte de quem a sofre ou há de sofrer a fatalidade, as consequências absolutamente esmagadoras do destino inevitável - caso a mão dos deuses não interfira - que lhe espera. Tal pessoa ou no caso de um povo, como o meu próprio, o brasileiro, mesmo recusando e detestando a pauta liberal nos costumes esquerdista, mas vive sob o chicote vermelho esquerdopata, o qual, por exemplo, torna o meu povo vítima do holocausto de si próprio em que mais de 70 mil homicídios por ano ocorrem em meu País, o Brasil, mais que o dobro, segundo fiquei sabendo, do que por ano ocorre na guerra na Síria, ou também uma guerra do Vietnã anuais, causado pela criminalidade que se vê muito encorajada para agir já que o Brasil é lack of punishment, como dizem os americanos acerca da Justiça brasileira, porque - sobretudo - estamos, nós, brasileiros, desarmados obrigatoriamente pelo governo, não podemos, então, ter a menor chance contra os bandidos.

Drama, caros leitores, mais uma vez repito, não sou especialista, é qualquer coisa dada como séria e que ocorre no cotidiano e que causa tumulto, sofrimento e dor. Claro aqui que nossos algozes esquerdistas impõem-nos um drama, sobre nós, brasileiros, os heróis trágicos. O cotidiano dramático esquerdista contra nós, o povo e contra ele próprios, como tentarei agora pincelar, ocorre como seria típico ao drama, é porque eles decididamente querem assim, que é o cotidiano de pessoas baixas, mesquinhas, gente com o coração de pedra ainda não substituído pelo coração de carne dos santos. Eu duvido muito se eles tem alguma condição de expressarem algum sentimento por seus familiares e entre eles próprios o dia a dia esquerdista é ora conduzido por psicopatas que são sempre os líderes manipuladores de uma massa de militantes histéricos que creem, de fato, mais nas suas próprias idéias e sentimentos do que nas coisas como de fato são e os que percebem a loucura tratam de agir meio que como os psicopatas e, então, chantageiam os seus companheiros para que permaneçam na loucura visto que algum lucro de prazer fácil em drogas, em sexo, em dinheiro, prestígio ou poder eles estão a auferir.

Tragédia e drama também passei eu mesmo, pessoalmente, caros leitores, padeci no começo da atual década de 2010 deste século quando frequentei igrejas protestantes e não estava nada bem mentalmente, pois sofro de transtorno bipolar e não estava a tratar-me. Claro que inicialmente eu mesmo fui personagem protagonista de um drama, porque eu voluntariamente parei de tomar meus remedinhos. Achei, louco, que poderia viver sem meus remédios para equilibrar-me e evitar os picos de euforia comuns à desordem bipolar, mas não é possível. Se não quero ser um herói trágico, porque esmagado por um destino fatal, devo tratar-me sempre seriamente, até que a providência divina aja por dignar-se a livrar-me de tal peso patológico. Os personagens protagonistas do drama, líderes e membros das igrejas que frequentei, repetindo, drama por mim mesmo iniciado, todavia, eles, por falta de simpatia, soberba, ignorância, maldade e corrupção sobretudo nas pessoas dos líderes pastores de tais igrejas, poderiam ter obrigado-me, sim caro leitor, obrigado-me a tratar-me - afinal eu estava na casa deles - de minha doença bipolar fazendo uso mesmo da força militar de policiais e bombeiros para arrastar-me ao tratamento, visto que o que é que poderia acontecer se eu permanecesse ali em suas igrejas ou saísse às ruas mal do que jeito que estava? Mas eles nada fizeram e sendo um deles de uma das seitas que frequentei, um tal todo-poderoso corifeu acusado de lavagem de dinheiro de milhões de dólares, o cretino chama-se Samuel Câmara, o cara agiu como nenhum pastor líder nunca agiu em uma Assembleia de Deus no Brasil ao longo destes mais de 100 anos de Assembléias de Deus no Brasil e no mundo. Aliás, a seita dele, hoje, é seita, de fato, pois está ficando totalmente desfigurada por doutrinas neopentecostais e gedozistas espúrias. O cara agiu sem a menor autoridade tão típicas dos líderes pastores assembleianos, pois, reitero, ele deveria ter arrastado-me ao tratamento. Drama e tragédia, caros amigos leitores, sendo imperdoável o circo dramático armado pela incúria humana e a tragédia - a menos que Deus aja com sua mão poderosa e braço estendido para interromper a fatalidade - é a triste, mas ao fim e ao cabo, a bela biografia do herói que não pôde, nem ele e nem homem algum, evitar o terrível fim a ele esperado.

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Jesus deve ser nossa chave hermenêutica? Augustus Nicodemus

História da salvação, uma progressividade da revelação de Deus nas Escrituras é a melhor chave hermenêutica para a interpretação do texto escriturístico, concordo com o reverendo Nicodemus. Com tal chave cai por terra a crítica católica contra nós, protestantes, quando os romanos usam São Tiago para contrapor-nos, pois é claro que a fé sem obras é morta no contexto do convívio dos cristãos ao longo da história, do dia a dia com o Deus, na Igreja com seus irmãos e diante do mundo.

 

sábado, 17 de junho de 2017

É melhor ter filhos ou um cachorro?│Luiz Felipe Pondé

Porra, ter filhos é lindo, é o teu legado, é a tua prole, é um desdobramento de si mesmo, é o meu filho, o meu menino ou a minha menina, o meu Platão Emiliano Olavo de Carvalho Martins, é o meu Martinho Lutero Martins, é a minha Scarllet Marton de Jesus Martins ou é a minha Ester Rainha Martins, já estou até escolhendo nomes para meus filhos se minha mulher permitir chamá-los assim. Eu sou estudante universitário de Filosofia e com graça de Deus, hei de ser professor de Filosofia, então se para eu ter os meus meninos amados, minhas crianças, meus bebês, eu tivesse que ter a grana que teria um Olavo de Carvalho, um Platão, um Aristóteles, gênios da Filosofia que podem ter grande êxito também financeiro por suas grandes almas no filosofar, se o meu Deus do céu que é meu Pai e eu sou filho d'Ele, se Ele quiser que eu compartilhe com Ele a paternidade de uma fração mínima da humanidade em meus filhos, o meu Deus Salvador há de dar-me capacidade de reproduzir-me e sustentar os meus. Amém. Aleluia.

 

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Solus Christus

Por Joel Beeke

A teologia reformada afirma que a Escritura e sua doutrina sobre a graça e fé enfatizam que a salvação é solus Christus, “somente por Cristo”, isto é, Cristo é o único Salvador (Atos 4:12). B.B. Warfield escreveu: “O poder salvador da fé reside, portanto, não em si mesma, mas repousa no Salvador Todo Poderoso”.

A centralidade de Cristo é o fundamento da fé protestante. Martinho Lutero disse que Jesus Cristo é o “centro e a circunferência da Bíblia” — isso significa que quem ele é e o que ele fez em sua morte e ressurreição são o conteúdo fundamental da Escritura. Ulrich Zwingli disse: “Cristo é o Cabeça de todos os crentes, os quais são o seu corpo e, sem ele, o corpo está morto”.

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Eu, brasileiro, mas sobretudo cristão

Eu amo o Brasil, é o torrão de mundo e aonde eu vivi a vida inteira e ainda vivo. Eu tenho constitutivamente em mim a minha brasilidade, contígua, sobretudo, à minha condição de cristão, mas justamente por eu ser cristão, sou peregrino e estrangeiro em toda parte e, em especial, sou peregrino nesta merda de Brasil, porque devo - com a graça de Deus - não adotar o jeitinho brasileiro safado e a coisa do brasileiro que seria o homem cordial, ou seja, é aquele que retardado mental, confunde o público com o privado, que acha que o que é todos, seria só dele, débil mental idiota.

O viés comunista da Filosofia

A Filosofia seria matéria de comunista na medida em que o filosofar é um desaburguesamento do mundo, é um ver o mundo com olhos atentos, é o filosofar um ver o mundo com um olhar de quem vê o incomum no comum, como ensina o grande filósofo alemão católico, Josef Pieper. Se por Comunismo entendemos a derrota da burguesia e o fim das classes e da exploração da classe burguesa contra a proletária coitadinha, então, eis que a Filosofia pela atividade do filosofar dos filósofos teria um viés comunista.

Consideração espiritual de um Jesus Cristo Redentor comunista e esquerdista

Jesus Cristo comunista ou esquerdista eu diria que seria no sentido de que Deus comunizou, socializou a graça para todos os tipos de homens, não só para o povo hebreu. A graça, a salvação, mediante somente a fé (sola fide) em Cristo, como ensinamos nós, protestantes, é tal graça, por Cristo, e somente por Cristo (solus Christus), como também ensinamos nós, protestantes, foi tal graça tornada disponível a todo tipo de homem de toda a raça, língua, nação, tribo e não só aos israelitas. Diria que Cristo Nosso Senhor obteve no seu mistério pascal, na sua morte amarga na cruz e ressurreição ao terceiro dia, uma bolsa-Céu, uma como que bolsa-salvação para todo homem fiel, que crê, que foi chamado por Deus para herdar a salvação.

Como fazer diferença no Mundo? - Luiz Felipe Pondé

A melhor forma de salvar o mundo é sendo filósofo, é buscando interpretar o mundo de diversas maneiras ao longo da História, porque seria um erro quer mudar ou salvar o mundo - se houver algo de inteligível no mundo - sem antes compreendê-lo querer cair na tentação diabólica de almejar transformar tal mundo, como queria Karl Marx. O mundo antes precisa, por prudência e inteligência, de homens que procurem entendê-lo profundamente e seriamente e se tais homens forem filósofos protestantes, tanto melhor, pois todo o conselho de Deus que foi quem criou essa porra de mundo, encontra-se na Bíblia tal conselho. Um filósofo e melhor ainda, filósofo protestante, cristão bíblico: sério e consistente, terá na Bíblia uma bússola maravilhosa, terá uma lente para ajudar-lho na miopia que o pecado original causou no homem; terá na Escritura, tal homem, uma forma privilegiada de compreender o mundo e compreendendo-o, fazer a tal diferença no mundo que muitos apressadamente, movidos por ideologias anti-bíblicas espúrias, querem fazer esses muitos desde já agirem. Sou acadêmico de Filosofia em uma faculdade particular, em minha cidade de Belém (capital do Estado do Pará), então, fiz um vídeo, amigos, em o qual eu comento sobre o que seria ser um filósofo protestante, cristão bíblico: sério e consistente. Cliquem aqui nesta hiperligação que se segue e vejam tal vídeo AQUI.

 

terça-feira, 13 de junho de 2017

Como limpar minha mente da catequese e lidar com os crentes chatos que perseguem-me em casa

Que a Bíblia diminua, diz o Caio? Que porra é essa? O Espírito, Deus, não fala e nada revela a parte das Escrituras, apartado da Bíblia, ou seja, que contradiga as Escrituras. Jamais, a não ser para os lunáticos. E eu penso que um antídoto para a decadência da idéia reformatória da Igreja, iniciada por Martinho Lutero, são as próprias idéias de Martinho Lutero, no que se refere, por exemplo, a uma atitude de não defender de maneira unilateral a ética e a moral, o moralismo e legalismo cruéis e por que? Porque bem dizia Lutero em carta para o seu amigo Filipe Melâncton. Diz meu grande mestre, guru, doutor e inspiração em assuntos de religião cristã, o Lutero, dizia ele, para Melâncton, de que: "Peca, peca fortiter sed crede fortius." Ou seja, do latim, peca, peca com força, mas crê com mais força ainda. E por que? Porque o homem será sempre miserável pecador, mas terá somente a fé (sola fide): baluarte e sustentáculo da igreja verdadeiramente herdeira da Reforma, para justificá-lo e salvá-lo. Cristo é objetivamente e historicamente, porque foi um judeu, um homem que foi assassinado pelos pérfidos judeus e pelo Império Romano, ou não? Se é Cristo o Redentor, de fato, eu penso que o próprio Cristo inspirou Martinho Lutero que com suas idéias, que é a verdadeira e genuína idéia de Reforma, Lutero com o seu Luteranismo pode ser a cura para a igreja evangélica atual que mais parece com o legalismo, antitabagismo retardado mental, apelo a obras e servilismo a pastores simplesmente bandidos comuns, tal igreja evangélica atual está cada vez mais parecida com Roma.

 

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Avaliando calúnias gayzistas radicais

Eu entendo a dificuldade de um gay para ver-se livre da homossexualidade, eu lutei demais, com a graça de Deus, para ter a cabeça sã de ex-gay que tenho hoje. Mas note, caro leitor, há quem diga que um ex-gay teria mente limítrofe, interiorana, do sítio, rústica, tacanha pequena e prematura, mas eu diria que é a mentalidade gay ou lésbica ou transgênera, essa em vista do radicalismo de quem corta o próprio pênis ou os seios é a pior de todas as mentalidades fruto da inversão, é que é a mentalidade gay é que seria pequena e prematura, pois não veem que o relacionamento afetivo demanda a dualidade: a presença de macho e fêmea na relação e uma prova disso é que os gays passivos tendem a ser afeminados, tendem a ser falsas mulheres, umas mulheres com um pinto. Assim como as lésbicas tendem a ser masculinizadas ou são homens sem rola. Ou, por fim, no caso dos transgêneros os antigamente transsexuais, que nunca estarão além do gênero ou melhor, do sexo, tais pessoas cortam suas genitálias externas masculinas ou seus seios para que haja uma trágica dualidade com seus parceiros... E por que? Porque o afeto erótico humano demanda a dualidade, demanda dois seres complementares, ainda que opostos: macho e fêmea, o que é perfeitamente encontrado no relacionamento heterossexual, mas que a flagrante pequenez ou a mesquinhez e a mente prematura louca homossexual em profunda desordem psíquica e espiritual não quer saber, não quer saber da verdade.

Há quem diga que haveria uma falsa honra em quem é egresso do meio homossexual, pois apenas quer parecer bem diante da sociedade, mas não há falsa honra alguma o homem, pelo Espírito Santo de Deus, abandonar a homossexualidade ou outra maluquice pecaminosa qualquer, pois a Bíblia garante que é verdadeira honra que traz paz ser um homem espiritual. Eu creio na Palavra de Deus que é a verdade, como diz Nosso Senhor Jesus Cristo. Eu creio na Bíblia, sou cristão. Se um gay radical qualquer e que, por isso, não é cristão, não crê, não tem esperança metafísica e sobrenatural, mas espera tudo da próxima transa que ele terá com o próximo cara, isso é problema dele e que problema, pois diz a Bíblia que tribulação e angústia virão sobre toda a alma do homem que faz o mal (Romanos 2.9a ACF).

#DeuNaTelha: A CRISE POLÍTICA E O QUARTO PODER

SOLUS CHRISTUS! Eu não sei quanto aos brasileiros bananas, mas eu não preciso de reizinho humano algum que salve a mim de mim mesmo, porque meu Redentor é somente Cristo e só Ele que, sendo verdadeiramente homem como eu sou, deu-me o exemplo de bom ânimo e venceu o mundo e sendo Cristo Deus dá-me a graça para vencer o mundo, o diabo e a carne junto com as trevas e o inferno que é a cova ou sepultura da alma, tudo isso já foi vencido por Cristo e somente por Ele em minha vida. Cristo que é o Rei dos reis e Senhor dos senhores.

 

A bíblia é suficiente para solucionar problemas mentais - Rev Augustus Nicodemus Lopes

Há casos clamorosos de doenças mentais que exigem, por prudência, o tratamento não só psicológico, mas psiquiátrico, e é o meu caso, pois sofro de transtorno bipolar e desde que reiniciei o tratamento medicamentoso, eu estou muito bem e sem qualquer sintoma. Deus está em tudo, pois d'Ele e para Ele são todas as coisas, glória a Ele, como escreveu o apóstolo São Paulo. Também Deus preparou o ímpio para o dia da perdição que não aceita humildemente a ajuda das criaturas de Deus, os médicos ,com suas substâncias oriundas primariamente da criação, da natureza, que são os remédios, para tratá-lo de questões tão decisivas como a saúde mental. Deus preparou o ímpio que já ciente de alguma doença temível como as doenças mentais em si mesmo e não procura humildemente tratar-se, acabando por infernizar o convívio social na igreja ou na sociedade como um todo. Assim como Deus preparou o ímpio para o dia da perdição que confia mais em homens com suas técnicas psicológicas e com seus instrumentos medicamentosos do que em Deus que por rogos e orações pode vir a curar o homem de qualquer ferida, se tal cura contribuir para a salvação do homem. Eu penso que a maior cura que pode haver no homem é a cura da doença, vício e padecimento do orgulho, pois o homem reconhecer que da mente ele pode adoecer, o homem reconhecer que sua inteligência e luz de sua razão natural pode obscurecer-se por uma enfermidade mental, o homem reconhecer que a sua tendência para achar-se um sábio segundo o homem pode eclipsar-se, pois não há cérebros de aço em homem algum, o homem ser humilde a esse ponto, é uma grande prova de humildade e de cura na vida de um homem, é uma prova de um homem verdadeiramente protestante, cristão sério e consistente: bíblico, pois confia que somente que a fé (sola fide) pode salvá-lo e não a pobre natureza humana com sua mente que pode adoecer.

 

domingo, 11 de junho de 2017

Coisas que são boas, belas e morais

É bom, é belo e moral um gay com AIDS, no inferno ou morto pelo garoto de programa. Porque o homossexual é grupo de alto risco de gente infectada com o vírus da AIDS e que repassam, muitas vezes adredemente, o vírus para os seus parceiros, vide o caso do filósofo Michel Foucault. É bom, belo e moral um gay no inferno e por que? Porque claramente nas Escrituras que o homossexualismo é uma prática condenável com a punição infernal. É bom, belo e moral um gay morto por um garoto de programa, pois gays em sã consciência, mas costumam agir como loucos saindo para uma transa com o primeiro gostosão que assoma na frente de um gay e muitas vezes tal gostosão é não só um garoto de programa, mas um assassino.

É bom, é belo e é moral um ateu ir para o inferno, pois Nosso Senhor Jesus Cristo, de fato, disse que quem n'Ele não crê está condenado. Em tal homem a ira divina permanece, pois não creu no unigênito Filho de Deus que em seu sacrifício, ministério e obra vicária foi a propiciação pelos pecados do mundo. O ateu não crê? Bom, então perecerá nos próprios pecados não expiados, em vista da incredulidade que é a desobediência dele, por não crer no Redentor da humanidade que é Jesus Cristo.

Enfim, é bom, belo e moral que o ocidente gay, ateu ou que de outra forma odeie a cruz de Cristo, enfim, um ocidente que quer morrer, que morra logo, quando os muçulmanos de vez em quando na escalada mundial deles de colonização do mundo com o Islamismo, matem logo os ocidentais amantes da morte, posto que já sepultados em seus delitos e pecados, pois pelo menos a lei islâmica vinga a justiça divina desprezada e cuspida pelos burguesinhos liberais individualistas atomizados e arrogantes ocidentais.

O protesto na solidão ou o Protestantismo da solidão, dissertando no deserto

O Brasil é um País majoritariamente católico, eu vivo em um lar católico há gerações, sendo eu mesmo o primeiro protestante da famíl
João Emiliano Martins Neto
ia. Muito bem. Se, como diz o meu mestre (católico) Olavo de Carvalho, que não há ato mais solitário do que o daquele que conhece, então, se é genuíno o que possa haver de conhecimento em mim, eu diria que é que o eu conheci como o de que é certo, verdadeiro e digno de alguém que conhece algo, tal algo é o de se ser protestante, ser um cristão bíblico. Não havendo outrem e nem a opinião de autores antigos do Cristianismo, com todo o respeito pela opinião deles, que convença-me do contrário do que claramente leio nas proposições bíblicas e o que o que eu leio das mesmas conduz-me para o Protestantismo, para a revolta, sim, contra a tirania de homens com suas, evidentemente para mim, interpretações enviesadas e distorcidas do texto bíblico que resultam no monstrengo babilônico que é a igreja do papa romano.


Sou só em meu protesto, eis o meu protesto na solidão ou o meu Protestantismo na solidão, eis-me aqui dissertando no deserto, no deserto de um País de aduladores romanos, mas que na verdade nem mesmo conhecem por mera enumeração mínima os dogmas especificamente católicos. Eis-me só em minha família sepultada em seus delitos e pecados por não ser cristã, nem de longe, tal longe seria se ao menos eles fossem católicos mais a sério, uma família aonde demonstrações de afeto não ocorrem nunca, aonde a distância e a força bruta imperam. Eis-me só, também, porque outrora quando tornei-me protestante, há quase onze passados, quando – infelizmente - ingressei em um desses depósitos de gente ou currais eleitorais de um desses pastores charlatães pentecostais o neopentecostais, infelizmente, caí e uma cilada ao ingressar na seita de um tal Samuel Câmara, acusado de lavagem de dinheiro, um psicopata confesso e mentiroso compulsivo que apoiou Dilma Rousseff, a terrorista aposentada de esquerda para a presidência de meu País, em 2010, sendo que para cúmulo de uma infeliz coincidência quando ingressei na seita do maldito eu estava mal de saúde, pois não estava em tratamento e preciso do mesmo, pois sou bipolar, então, naturalmente portei-me mal na seita do referido, ganhei má fama em toda parte a partir dali de vez que os cultos na seita do Câmara são transmitidos pela emissora de televisão e internet do sujeito. Fui preterido, dessarte, de todas as igrejas protestantes que tentei ingressar, em uma delas aos berros, pois todos descobriram minha miséria mental e não tiveram diante da mesma nenhuma compreensão humana e cristã pela mesma. No final de 2016 resolvi voltar para o Protestantismo depois de uns três anos estacionado, mas sem as minhas mesmas convicções fortes protestantes, na Igreja Católica, e, já de volta ao Protestantismo, quando fui conversar com um pastor luterano, o mesmo achou-me como que louco e preteriu-me, seguiu-se que fui à uma igrejinha batista regular e fui pelo pastor da mesma preterido, outra vez, pelo tal pastorzinho de merda, eu sinceramente não sei o porquê da hostilidade contra mim da parte do mesmo, um sujeito meio caipira.
Lutero e a polêmica Bíblia

Bom, então, eis, caros amigos, minha solidão diante do que julgo saber como o certo, e digo para vocês, caros leitores, parafraseando Martinho Lutero diante de seus juízes sumários, autoritários e apressados, sem qualquer disposição para o debate de idéias da Dieta Imperial de Worms, que não é são, não é seguro e é hipócrita, acrescentaria eu, ir contra as próprias convicções, sendo que Roma não pode convencer-me de suas ideias, a não ser que a Bíblia seja solapada e os que se dizem protestantes ou cristãos bíblicos, rasgando a Bíblia preferem repelir-me, ainda que diante disso tudo, com a graça de Deus, não abjuro de minhas convicções bíblicas, minha consciência permanece cativa à Palavra de Deus, como exatamente diria Lutero diante de seus carrascos de Worms, eu digo o mesmo e digo mais, junto com os teólogos de Westminster, não preciso da autoridade, não preciso da autorização, não preciso do carimbo cartorial de nenhum homem ou igreja para saber que a Escritura é a Palavra de Deus, pois nada e nem ninguém está acima de Deus, então Deus pode jurar por Si mesmo, como diz o autor da carta aos Hebreus; Deus, é quem confirma Ele mesmo a autoridade da Sagrada Escritura como o que é, a mesma verdade, Ele mesmo (Êxodo 9.16 e Romanos 9.17 ARA), a Palavra de Deus.

Antes só do que mal acompanhado solapando a Bíblia, em Roma, ou rasgando a Bíblia com pessoas que sem nenhuma honra ou sentimento cristão desprezam os pobres. Apesar da solidão, mas por causa da mesma sou alguém que, de fato, conheço algo e que também pode testemunhar com coragem a verdade, exatamente por estar só, pois é muito fácil ser corajoso e virtuoso quando todo mundo é corajoso e virtuoso.

Joaquim Barbosa, o Cavalo de Troia da esquerda e o comunista Frei Betto

Essas pessoas que reiteradamente criticam o Paulo Martins por ele ser do PSDB só provam que não conhecem nada de filosofia hegeliana, de Hegel, o filósofo alemão oitocentista, com a idéia dele de dialética que em parte inspirada na dialética clássica platônica dispõe de um jogo de tese, antítese e síntese. Ora, há sempre na esquerda que é neta de Hegel e filha de Karl Marx, também, há, então, baseado em todos esse ideário, a tese petista ou psolista ou de qualquer outro partido de esquerda mais ousado na esquerdopatia, há sempre uma antítese tucana ou pedetista ou pemedebista, ou seja, de que outro partido de esquerda mais comedido que for. Então, de posse de tal situação fática, nós, da direita, como faz o Martins, podemos nos valer das antíteses hegelianas usadas pelo pessoal da esquerda, a antítese que sempre no jogo dialético enfraquecerá a esquerda e nos infiltrarmos, nós, da direita, para começarmos ao menos a existir na prática, historicamente, enquanto conservadores, em nosso próprio País, até porque diz a Bíblia que o homem será julgado pelo que fizer por meio do corpo e o tal fazer e o existir corporalmente neste mundo é no tempo e no espaço, logo, são itens eminentemente práticos, fáticos, éticos, históricos e políticos. A ignorância de gente que chama o Martins até mesmo de mentiroso, como fez a mulher na live, ou por maldade caluniosa ou por não conhecerem nada de filosofia hegeliana, nada de idéias e de política e que ainda chegam xingando os outros, e é gente que se diz ser na certa cristã, certamente não ficará impune por Deus no outro mundo, pois nesses dias de internet, dias de tecnologia mesma da informação, todo o conhecimento, informação disponível sobre cada assunto que possa interessar está disponível para o grande público, sobretudo nos vídeos, textos, aulas e preleções do mestre Olavo de Carvalho sobre tais assuntos de idéias, de política, de Filosofia, cultura, humanidades e correlatos.

 

sábado, 10 de junho de 2017

Luiz Felipe Pondé - O politicamente correto e Olavo de Carvalho

A tal direita liberal do professor Pondé, ele que é admirável em tudo o mais, é uma direita fake e picareta tal direita liberal. Não é a toa que o Pondé já disse em entrevista ao programa Roda Viva que por causa do bundalelê nos costumes ele votaria em um perfeito fascista como Jean Wyllys admirador de Che Guevara, um homofóbico notório e convicto, e Wyllys que é defensor de um ensino de cultura muçulmana neste alegre e jovial país cristão que é o Brasil, bem diferente do avassalador moralismo e machismo islâmico. 

É uma bichona esse sujeito que chamou o Olavo de Carvalho​ de boçal, pois diz que ele, Olavo, falaria palavras de baixo calão quando a maior boçalidade é o fingimento brasileiro e desprezo pela verdade tão comuns no Brasil em nome do respeito humano e da hipocrisia de serpentes com língua fendida que com um discurso dúbio politicamente correto sem palavrões levam a própria alma e a de sua platéia cativa para o inferno.

 

quinta-feira, 8 de junho de 2017

SOLA FIDE: Oração a Jesus Cristo, o maior e Príncipe dos humanitários

Cada instante Teu humano, verdadeiramente humano neste mundo, pois de fato fostes verdadeiramente homem, humano, ó Cristo Jesus meu Deus, imagino Tu, meu Jesus, homem e a cada instante cumulado e esmagado até ao instante final quando expirastes na cruz, na rude cruz consequência do humano pecado, cada instante acérrimo e pungente da consequência da opção humana desde o Éden de rebelião ao pacto com Deus, pois todos nós, homens, de todos os tempos e lugares, éramos um só homem com Adão, no Paraíso. Eras, então, ó Cristo de Deus, tornado culpado, terrivelmente culpado, pelos delitos do homem, sendo Tu inocente. Absolutamente inocente, ó Senhor Jesus, eras Tu, então, com total amor a Deus sobre todas as coisas, com toda a força e entendimento e de todo o Teu coração, ó meu Deus, na força do Espírito Santo JAMAIS entristecido por Ti, Senhor, pois que homem por mais boa vontade que tenha, teria a infinita disposição para o serviço à divindade e de todo o coração? Só Tu, meu Deus, só Tu SENHOR dos Exércitos, só Tu, Jesus Cristo, pudestes conquistar a justiça ao homem e Tu te tornastes o justificador do homem, desde que tal homem simplesmente e apenas creia, que tal homem tenha somente fé (sola fide), pois diz a Escritura que a justiça de Deus se revela no evangelho de fé em fé, como está escrito, o justo viverá por fé.

Qual santo, mestre, guru, professor, sábio, ardiloso ou esperto neste mundo foi mais preocupado, sábio, mestre, guru, professor, mesmo de certa forma ardiloso e esperto que Tu, ó Senhor Jesus Cristo, o maior e príncipe dos humanitários? Quem a Ti se liga pela fé, pela graça e na força de Teu Santo Espírito, confiado na Tua santa Palavra, a Bíblia, a este é garantido que se ama tua referida Palavra, cujo Teu conselho todo ali se encontra, na Bíblia, ó Deus, alcança maior sabedoria do que os seus mestres, como diz o salmista. Logo, que nunca, ó Deus, eu a Ti imploro, em nome de Cristo, que nunca os discursos, os burburinhos, a retórica artisticamente bem construída de homens, possam substituir a fé, a graça, os conselhos do Mestre interior que é o Espírito Santo, que nada substitua o amor do Pai que não poupou o Seu Filho unigênito, Jesus Cristo, para a salvação dos homens que simplesmente crerem, na nada e nem ninguém, seja mais forte que a simples e perene Palavra de Deus que não há de passar, que nada deste mundo, por conseguinte, venha a separar os Teus santos, ó Deus, os que forem verdadeiramente os Teus santos, porque eleitos predestinados desde antes da fundação do mundo para a redenção eterna, que nada separe os Teus santos da simplicidade e suficiência salvadora de Teu amor que jamais esperou do homem qualquer retribuição pessoal deles à altura de Tua glória e majestade, mas somente a fé (sola fide) para alcançarem a redenção.


AMÉM.

terça-feira, 6 de junho de 2017

ESPECIALIZAÇÃO EM ENSINO DE FILOSOFIA - Metodologia de Ensino de Filosofia - Unidade 1

Ensinar Filosofia é ensinar História da Filosofia, até onde eu sei, não escapa disso. Você pode abordar a Filosofia por problemas, por temas, mas sem mostrar a Filosofia de forma enciclopédica, ao longo do tempo, o status quaestionis, não vai, porque é preciso saber o que os filósofos pensaram, ao longo do tempo, sobre um problema ou um tema.

 

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Temer e a Operação Mela-Jato

Eu não sou libertário, até onde eu sei de libertarianismo ou anarcocapitalismo, eu rechaço tais ideais, não sofro, também, graças a Deus, de complexo de Édipo, pois com a graça de Deus, tento honrar a meu pai e a minha mãe, honro aos meus pastores a começar pela memória de Martinho Lutero e João Calvino, e tento honrar, outrossim, ao Rei, isto é, aos meus governantes estatais; mas porra, bem mostrou Deus, o Rei dos reis e Senhor dos senhores: Deus que é soberano sobre todos os reizinhos da terra, Deus mesmo disse ao profeta Samuel, está lá na Bíblia, que reis costumam explorar os seus povos para o seu próprio proveito (1 Samuel 8.11-18 ARA), isso é fato, foi fato em Israel e é fato, hoje, no Brasil...

 

quinta-feira, 1 de junho de 2017

O FIM DO FORO FAKE; O DEPOIMENTO DE TEMER; O JULGAMENTO DE AÉCIO. #JornadaJoice

No Brasil não há filosofia política ou amor à sabedoria no âmbito do poder e da dominação humana neste mundo, mas o que há é a filosofiazinha de vida pessoal de safados e bandidos comuns para tomarem o poder e o poder total.

 

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Deus - sobretudo uma questão de fé

Não é leviano, como diz o grande Santo Tomás de Aquino na "Suma contra os Gentios", assentir à fé quando o assunto é Deus. Deus é sobretudo uma questão de fé. É pedir demais que o imensurável e incomensurável, algo como Deus, o divino e a deidade, possa caber em nossa mente se mesmo algo como o vastíssimo universo ou se até houverem multi-versos ou o mar ou um belo e verdadeiramente inteligente homem, se algo como essas coisas citadas, perfeitamente, mas com dificuldade, podem ser mensuráveis e comensuráveis ou pertencentes a este mundo pode-se sentir dificuldade em medir, quiçá ao que tudo abarca e transcende como Deus em quem, como diz a Bíblia, a criação move-se, existe e é, não é mesmo, caro leitor?

Deus, sim, Deus, o infinito, Ele que a tudo transcende e abraça a sua criação como um pai que com carinho enlaça e cobre os seus, sobretudo com particular afeição aos seus santos homens e anjos eleitos.

Deus, sim, Deus, que quando n'Ele, em Seu Filho Jesus Cristo o homem confia, tem fé e somente a fé (sola fide), tal homem se sai remido, purificado e lavado de toda a mancha e ruga do pecado e, então, tem a sua alma salva da ira vindoura.

Deus, a quem é justo simplesmente como a criança simplesmente o homem crer e daí o homem mesmo estando morto, como garantiu Nosso Senhor Jesus Cristo Redentor, tal homem viverá. Mesmo que o homem esteja morto em seus delitos e pecados, morto, falecido, em avançado estado de decomposição por causa dos vícios da gula, do alcoolismo, das preocupações paranóicas com a vida, morto por causa da imoralidade da luxúria e da fornicação. Crendo, apenas creiamos, e teremos vida e vida em plenitude, pois o justo viverá por fé.

Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo. Para sempre seja louvado.


Amém.

terça-feira, 30 de maio de 2017

Um caminho para a honestidade, sinceridade, enfim, para a verdade

Seja você mesmo, seja você o que você é. Mas o que é você de tão especial senão primeiramente e incontornavelmente um homem, um ser humano? Você é criatura, você é homem, nem anjo e nem um animal irracional quadrupede, não é você uma reles besta qualquer movida e arrastada pelo instinto. Você é homem, você é criatura, sabe muito, mas não sabe tanto quanto o anjo sabe nem muito menos, nem você e nem o anjo, sabem tanto quanto Deus que tudo sabe, pois a divindade é onisciente: tudo sabe.

Ok, você é homem, é criatura, seja você mesmo, então, meu amigo, você pode saber algo e pode querer, tanto quanto Deus sabe e tem vontade, tanto quanto os anjos e diferentemente dos animais. Você é um ser espiritual, você tem uma alma, um espírito, que são livres, logo, não escravize à materialidade, à aparência e ao que passa, ao devir, não escravize ou não deixe-se escravizar e subverter o que em você é, liberdade e conhecimento puros, em vista do que passa, do que não é o ente, como os vícios de comida, bebida, drogas, o dinheiro, a mentira, a corrupção, a fornicação, o poder, ou seja, em nome de tudo que já na sua vida hão de te dar apenas um curto e fugaz momento de prazer ou no caso do dinheiro e bens, as próximas gerações que sucederem a você, ó homem, elas não conseguirão manter, pois mentira tem perna curta e ninguém engana a todos e o tempo todo.

Eis, portanto, acima, meu amigo, um caminho que te dou para a honestidade, a sinceridade e a verdade. Seja forte, você é forte, é homem, tem a graça divina, Cristo morreu por você. Eis, por fim, um caminho, que creio seja o caminho, seja o próprio Cristo que pela fé e somente pela fé n'Ele, justifica e purifica você de toda a mancha do pecado e com a graça d'Ele há de ajudar a você a ter uma fé viva, plena de boas obras, plena de uma maravilhosa carreira luminosa, livre e sapiencial, porque espiritual e fecunda.

sábado, 27 de maio de 2017

Quem é o professor?

Estou fazendo uma licenciatura em Filosofia, a distância, e percebo que o professor é a autoridade do conhecimento em sala de aula e deve ser reconhecido como autoridade e com poder de ter a sua assistência cativa que são os seus alunos que devem reverenciar o professor, devem honrá-lo, respeitá-lo, em vista de sua idade e em vista, sobretudo, de seu maior conhecimento acerca da ciência que ele estiver a professar, mas também em vista de alguma punição prevista por mau comportamento da parte de seus alunos. Autoridade é o que eu vejo como mais importante na relação professor-aluno, pois o professor não é um amiguinho de seus alunos, não há é um igual, há uma hierarquia. O aluno não sabe o conteúdo afeito àquela ciência, matéria, tema ou disciplina e o professor sabe, ao aluno cabe com humildade e reverência estar aos pés de seu mestre, de seu professor para aprender. Mas é claro que um professor carismático, simpático e bondoso pode com mais facilidade relacionar-se com seus alunos. Ora, estou aqui falando de poder e autoridade, mas, por favor, não confundam-me com um troglodita.

O que é ser ex gay e por que sou ex-gay?

quinta-feira, 25 de maio de 2017

Tudo tem preço? - Luiz Felipe Pondé

O dinheiro é como a alma que tem como camada mais externa o corpo. O dinheiro é importante, mas é mais superficial e que como tal o corpo de uma pessoa que só pense no corpo como no caso de atletas viciados ou bêbados ou gulosos ou drogados, são pessoas que acabam vazias e frívolas, tal qual os dinheiristas, como diz o professor Olavo de Carvalho, que acabam cegas e infantilizadas pela busca fanática pela grana.

 

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Reinaldo Azevedo deixa a Revista Veja...

Somente a paixão explica a tomada de posição e por uma posição tão lúgubre como a do jornalista - e como jornalista deve ser imparcial e mostrar os fatos - Reinaldo Azevedo pelo PSDB. Eu, por exemplo, sou estudante universitário de Filosofia e minha paixão em meio ao uso da razão que devo ter, uso da razão próprio do filósofo, minha paixão é a fé em Jesus Cristo, mas pelo menos Cristo é Deus, enquanto o tucanato é formado por pobres homens pecadores e já diz a Bíblia de que maldito é o homem que confia no homem.

 

sexta-feira, 19 de maio de 2017

URGENTE: TEMER NO PRECIPÍCIO. STF ABRE INQUÉRITO

AECIO ACABOU E PODE SIM SER PRESO. PSDB RIFARÁ RESTOS DO TUCANO

IRMÃOS "ÉSLEY" DA JBS NA CADEIA, JÁ! #JornalDaJoice

Pr. Silas Malafaia comenta o atual momento político e dá uma sugestão.

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Poética do mal que vicia

Viciado por ti, ó veneno, doce veneno, como o mal que vicia, que poderia curar-me em pequenas doses, nas altas doses que de ti absorvo, deleito-me, mata-me e vicia-me a alma e recebo como salário a morte. Até que a fé e somente a fé em Cristo venha a ressuscitar-me fico eu embriagado, sepultado, jazendo sob mil demônios atormentados junto comigo em nossa negação soberba e doida da graça e misericórdia divina. Ó meu Deus, eu não sei o que faço, roga ao Pai, como outrora em que estavas crucificado e punido por meus pecados, que perdoe-me. Tenho para mim que nem mesmo os demônios quando outrora negaram a Ti sabiam o que faziam, pois só Tu, ó Deus sabes todas as coisas. Narciso erra ao enamorar-se com tal extremismo de si mesmo, mas o Narciso às avessas que somos nós pecadores orgulhosos, erramos duplamente ao optarmos pelo mal, ao querermos com Satã reinarmos no lixo do Inferno e não em todo o bem narcísico, somos é escravos, enquanto quem contigo, ó Deus, serve no Céu, deveras reina, é juiz, sacerdote intercessor dos bens supremos espirituais e profetiza, por meio do Espírito Santo, sabendo discernir corações e tempos em si mesmos.

sábado, 13 de maio de 2017

Micro-esboço de cristologia poética

Cristo flor e fruto que alegra, colore, adorna de virtudes e sorrisos à alma humana e dessedenta, bem como alimenta para sempre o homem em busca de sentido que comida e bebida alguma, os frutos mundanos não podem saciar.

quarta-feira, 10 de maio de 2017

SENADOR PETISTA SUGERE QUE LULA DESACATE MORO PARA FORÇAR PRISÃO

Qual será que é o deus dos psicopatas pró-Lula? Deve ser o deus que é usado em todo o seu poder, conhecimento e presença em toda a parte para distorcer a realidade em toda a parte, é a instauração do inferno no universo, acho que é esse o deus, a esse deus que o homem pró-Lula do áudio fez referência.

 

terça-feira, 9 de maio de 2017

Fé • Luiz Felipe Pondé

O pão de mel cósmico, exemplo jocoso do vagabundo intelectual que é o ateu, é um tipo da imanência em que vive o ateu em sua idolatria aos seus brinquedinhos mundanos como no caso do sexo, da bebida, da ciência com o orgulho dos sábios segundo este mundo acerca de suas descobertas fragmentárias de como funciona o mundo material. Ateu é um bicho que não deve ser levado a sério, a não ser como o sintoma de uma doença moral e psicológica.

O pão de mel cósmico na nebulosa do cavalo ou o monstro do espaguete ou fadas, enfim, esses tipos de representações que os ateus, como sempre sem muita reflexão, dão de Deus, são risíveis. Deus, algo como Deus, o Absoluto, transcendente, para além da linguagem e de representações em imagens de escultura, vai muito além à toda essa palhaçada que estes vagabundos intelectuais que são os ateus fazem representar a Deus para desprezá-lo, em um flagrante complexo de Édipo.

Não penetrar no mistério, não abstrair, o desprezo pela metafísica, é o desprezo e a descrença na verdade, enfim, eis a confusão dos diabos em que se envolvem os ateus, os que desprezam a religião e a fé.



sábado, 29 de abril de 2017

Descobrindo a Filosofia com Pondé - Ep.02: Os Pré-Socráticos

A Filosofia como o a Ciência e o humano conhecimento, em geral, pode ser a semente da descrença, pelo que se entende da fala do professor Pondé sobre os pré-socráticos, e eu digo isso, porque sou cristão e como tal preciso saber conviver com a sede de saber, enquanto estudante universitário de Filosofia, que é o meu caso, e o dever de fidelidade e amor a Deus e não ao saber, acima de todas as coisas. É um desafio, mas uma coisa é certa, um correto entendimento da fé, de fato, não impede o conhecimento, não na medida em que tal conhecimento não seja uma vã curiosidade para o homem se ensoberbecer achando que pode manipular com crueldade aos outros homens e a criação ou a natureza inteira com objetivos malignos.

 

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Paulo Eduardo Martins alerta: "Petistas de batina!"

A Igreja Católica Romana, pelo menos aqui no Brasil, tem uma visão muito unilateral do Cristianismo, ao achar que Cristo foi mais que um judeu reformista, mas um judeu radical revolucionário como os zelotes ou os sicários, assim como certos círculos tradicionalistas católicos romanos tomam a Cristo como um fariseu tout court, quando Cristo Nosso Senhor cobriu os fariseus de esporros e críticas, mas, por outro lado, mandou ao povo obedecer-lhes, só não imitar-lhes o exemplo, e Cristo mesmo, alertou aos que se vestiam de vestes talares - trajes dos fariseus - como más pessoas, mas Cristo, mesmo, no Apocalipse é retratado como um ente trajado de vestes talares a andar por entre os candelabros de ouro que eram as igrejas. Ora, é preciso ver que o Cristianismo, mais especificamente Jesus Nosso Senhor é equívoco quando qualquer facção política de direita ou de esquerda, O toma como estandarte de sua bandeira, pois Cristo é os dois. Ele, o Cristo, é ora de esquerda e de direita, mas uma esquerda e direita com entendimento. Cristo é um liberal de esquerda quando ofereceu a salvação, Cristo ofereceu uma espécie de bolsa-graça e bolsa-fé para a salvação e justificação humana diante de Deus; Cristo ofereceu o tempo da Igreja para a reconciliação do homem com o seu Criador e não simplesmente encerrou a História ao punir os maus sumariamente, como queriam os hebreus que sonhavam com uma restauração sobretudo política a Israel. Mas Cristo também é um tradicionalista reacionário de direita quando disse à mulher adúltera e a outros pecadores perdoados e curados que não tornassem mais a pecar, além de Nosso Senhor ter dito que não veio abolir a Lei, mas dar-lhe cumprimento. Enfim, os bispos comunistas apóstatas do Brasil, esses padrecos de batina, muito deles gays, prestam um desserviço aos católicos brasileiros, fazendo com que na prática, o povo afaste-se da Igreja de Roma, indo parar nas garras de pastores protestantes bandidos que pregam o extremo oposto que é um capitalismo selvagem e ganancioso da teologia da prosperidade tão ou mais contrário, ainda, ao espírito do Evangelho.

 

quarta-feira, 26 de abril de 2017

O bispo e a psicóloga pró-aborto

A Dona Valeska Zanello, a aborteira, acha mesmo que saúde mental é matar um ser humano nascente? Ou saúde mental é tornar genérico, questão de gênero, o que se é especificamente como se ser humano e macho ou fêmea?



quinta-feira, 20 de abril de 2017

A Religião do povão versus a Ciência das elites e suas heranças

Logo de cara, à queima-roupa, a Religião, o Cristianismo, para ser mais específico, é visto como coisa da grande massa ignorante, é visto como coisa do povão. Pelo menos nos círculos da sociedade mais escolarizados e abastados burgueses, e, repito, burgueses, pois nos últimos tempos no Brasil em que o pensamento marxista tem sido majoritário, pelo menos nas elites, o que é até mesmo uma contradictio in terminis, porque algo majoritário para uma elite e elites são sempre uma minoria de escol, mas, ora, não era Karl Marx quem dizia que a Religião é o ópio do povo e que seria a ideologia das classes opressoras burguesas para manter o pobre proletário alienado? Ora, todavia, são essas mesmas classes burguesas quem mais desprezam a Religião, e também o tabaco, porque dizem que estudaram mais, além de não sofrerem mais na pele as intempéries metafísicas de medo, morte, solidão, fome e violência mais de perto, tal qual sofrem os pobres proletários e proscritos deste mundo? Parece-me evidente que, então, já em Marx algo como a Religião e de resto a cultura sempre foram, então, instrumentos de manipulação das massas por parte das elites. Bom, este meu post, caríssimo amigo leitor, quer falar que logo de cara a Religião é vista como coisa do povão, de gente ignorante e pobre, ok, muito bem. Porque que pessoa sábia segundo este mundo e cauta, humanamente cauta, aceitaria como dogma, como verdade indiscutível de que o mundo teria saído do nada pela intervenção de um Ser a que chamam de o deus e tal? Que coisa mágica seria essa, de do nada, ex nihilo, sair tudo? Bom, o fato é que uma idéia de origem do mundo e do universo como o Big Bang, parece conferir o estatuto de verdade, pelo menos segundo um debate que assisti aqui entre Christopher Hitchens e William Lane Craig, à idéia de criação hebreu-cristã. A Ciência, então, confirmaria a Bíblia, o relato da criação bíblico. As almas mais avisadas e escolarizadas preferem aguardar por seus métodos para tomarem uma decisão, as classes inferiores de cara creem, tem fé, mas ó diabos, se a humana Ciência confirmaria a fé, por conseguinte, eu prefiro ficar, por suprema cautela, antes com o meu Evangelho e a Bíblia do que com uma mera promessa, uma confiança meio que idolátrica, absolutamente ridícula, no homem e na sua Ciência, Filosofia ou artifícios.

Bom, era basicamente o que eu gostaria de dizer a vós, meus caros leitores, o passo inicial para todo o projeto humano neste mundo é o da fé, é o da confiança, sem a mesma, se a cada passo precisarmos raciocinar como loucos absolutamente obsessivos, a buscar definições de maneira febril sobre cada passo que formos dar, não sairemos do lugar. Como diziam os medievais, é preciso crer para compreender e nós, cristãos, com uma genuína espiritualidade, sabemos bem em quem cremos, como disse São Paulo, não nos valemos, nós, cristãos, de maneira unilateral somente do homem, do pobre homem que tão miseravelmente ao longo da História faliu, mas confiamos em nosso Deus cristão e hebreu, que, como prova a mesma História, legou-nos, por sua Igreja, uma civilização portentosa como a ocidental e o que o homem apartado de Seu Deus nos deu senão regimes tirânicos como os marxistas-leninistas ou nazistas que a tudo e todos levou à ruína e à morte, não é mesmo, caro leitor?

sábado, 15 de abril de 2017

Mensagem de Feliz Páscoa 2017

Se você na vida, caro amigo leitor, sente-se desanimado, perdido na vida, em grande dúvida e desamparo, tal qual tantas vezes e foram inúmeras - acredite - eu mesmo já me senti dessarte, faça assim, achegue-se e apegue-se a Cristo Jesus Nosso Senhor e Redentor, pois a Ele podem achegar-se e apegar-se os pequeninhos, humildes e pobres deste mundo que não são os sábios segundo este mundo com suas filosofias vãs, cientificismos e artes rococós soberbas. Podem achegar-se e apegar-se a Cristo, até mesmo pequenos em estatura como o grande e piedoso rei Davi que prefigurou a pessoa de Cristo em seus salmos, porém não podem achegar-se e apegar-se a Cristo os orgulhosos mundanos que querem fazer justiça social e espiritual contando apenas com a força bruta, em partidos políticos de extrema esquerda ou aqueles fariseus hipócritas santarrões, que dispensam, ambos, de direita e esquerda: a graça; mas apegam-se e achegam-se ao Redentor, os pobres como gays, ainda que arrependidos e confusos por uma prática sexual e afetiva destrutiva, todavia, desprezados por uma sociedade homofóbica e machista; a Cristo aproximam-se as prostitutas arrependidas por uma conduta imoral que esmaga as suas consciências; a Jesus achegam-se e apegam-se os encarcerados que reconhecem que fizeram mal à própria consciência e ao bem comum; apegam-se e achegam-se a Cristo Jesus todos aqueles cristãos piedosos e sinceros que cansaram de sistemas religiosos pseudocristãos como o católico romano, porque descobriram as maravilhosas doutrinas da graça da Reforma Protestante do século XVI que neste ano completa os seus 500 anos, e com isso perceberam a maravilhosa graça de Deus e que notaram que somente a mesma graça é capaz de salvar o homem, sobretudo, descobriram o pilar e baluarte da Igreja Protestante, a única verdadeira neste mundo, que diz que o homem tornar-se justo e meritório aos olhos de Deus somente pela fé (sola fide) em Cristo, sendo, então, com graça somente (sola gratia) e sola fide para essas pessoas, Cristo como concretamente e realmente o Salvador. Aquele que pode apegar-se e achegar-se a Cristo é, outrossim, você, mesmo, meu amigo que o mundo com o seu discurso sofista, logo, por definição sofisticado e complicado desprezou a simplicidade de seu coração que queria conhecer o diálogo, a misericórdia, o perdão, uma vida de devoção pelas coisas mais belas e elevadas, e o amor você queria conhecer, meu amado, diante de tanta inflexibilidade do mundo, diante do inchaço da ciência a robustecer de vazio, de nada, os corações de pedra dos cientistas, escribas e filósofos mundanos soberbos. É pouco o que você quer, meu amigo, é simples, mas é tudo o que você precisa, então, busque por Cristo, pois Ele aceitou ser pobre como todo homem é na verdade pobre, deve ser todo escravo, humilhado aos pés de seu Deus e devotado ao seu Criador, todo homem e também os anjos, por isso tanto quanto os anjos santos servem aos homens que hão de herdar a vida eterna, o Cristo, o Verbo divino encarnou-se, viveu na pobreza de Nazaré, uma localidade esquecida das terras dos judeus, foi carpinteiro, pregou, foi perseguido, não tinha uma pedra para assentar a cabeça, foi açoitado, sofreu os horrores de doze horas de escárnio antes da crucificação e ainda foi crucificado e morreu entre dois ladrões, sendo que um arrependeu-se e o outro não. Cristo te entende, meu amigo leitor, Cristo entende o homem, mesmo o maior, principal ou primeiro dos pecadores a menos que tal homem seja soberbo o suficiente para não aceitar a misericórdia salvadora de tal Deus.

Apegue-se e achegue-se, então, meu amigo leitor, pela oração e pelos sacramentos do batismo e da Ceia Santa dos pés de Nosso Senhor Jesus e Ele há de curar, libertar, alegrar você e te dar a salvação, Cristo que é a nossa Páscoa, Cristo que é a travessia do anjo da morte, enviado por Deus para destruir os rebeldes, mas que pelo sangue do Cordeiro Jesus Cristo, tal anjo, por ordem de Deus, é de nós, os fiéis, ele é desviado, somente pela graça (sola gratia) e somente pela fé (sola fide). 

Feliz, portanto, e Santa Páscoa, meu amigo e que Deus vos abençoe.

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Cristo, o Grande Humanitário

Ó meu Deus, ó Cristo, Sois o grande humanitário, Sois o amor, Sois o grande e maior amigo dos homens. O Vosso afeto, ó Nosso Senhor Jesus Cristo, pelos homens, Vossa amizade é algo indizível por nós e o que tínhamos a oferecer-Te senão a nossa indiferença cadavérica, assombrosa, fria, rígida, putrefata e insensível de nosso coração de pedra morto e sepultado em nossos delitos e pecados? Grato a Ti sou, ó Amado, ó Filho de Deus que tão-somente por graça e tão-somente por fé, somente para a glória de Deus, nos tornaste a nós, os homens, irmãos Teu e filhos de Deus, também, pois somos nós, homens crentes, um só contigo, um só corpo que é a Igreja. Grato a Ti sou, ó Deus Todo-poderoso criador de céu e terra, porque compraste-nos por preço, o alto preço de Vosso sangue preciosíssimo, o sangue de Ente divino como Vós imaculado.

Preserva a nós, a Tu Igreja, ó Jesus, do império e tormento do inferno que certamente encontra uma entrada em nossos corações no orgulho, pois foi o orgulho que um dia fez perder a mais excelente das criaturas, o anjo Lúcifer, e então o inferno, o mal e o pecado foram concebidos. Preserva-nos a nós, os Vossos santos, da doença, vício e paixão do orgulho dos pecados inconfessáveis, mas de também por outro lado de querermos fazer justiça com as nossas próprias mãos, quando sabemos se formos cristãos verdadeiros, porque filhos da Reforma Protestante do século XVI, que o homem torna-se justo e meritório aos olhos de Deus somente por fé (sola fide) em Vós, ó Cristo Jesus, para a glória de Deus Pai e na força do Espírito Santo em Quem fomos todos nós, os santos, batizados e com fogo, também, para incendiarmos purificando e iluminando este mundo impuro e de trevas para abundarmos em dons espirituais, mas sobretudo no fruto do mesmo Espírito.


Amém.

Súplica a Deus por fidelidade

Ó CRISTO, MEU DEUS Todo-Poderoso, meu Redentor, não permitas que eu me afaste de Vosso amor. Como disse o Apóstolo (São Paulo) nada há de separar os santos de Vosso amor, nenhuma intempérie dita metafísica como fome, nudez, frio, espada, perseguição, nada há de separar-nos de Vosso amor. Eu sou pecador, ó meu Cristo, ó meu Irmão maior e primogênito, sou o maior, o principal e o primeiro dos pecadores, mas ajuda-me com Vossa graça para que eu seja consagrado, para que eu vença e seja desgarrado da dispersão, para que eu vença o que é mundano, aparente e transitório pelo uso de minha razão natural a princípio que em minha profissão como filósofo eu saiba desconfiar de tudo que de cara se apresente a mim a fim de que eu busque a inteligência de tudo o que há, incluindo a inteligência acerca de Ti mesmo, ó meu Deus, porque queres que nós, homens, tua semelhança, porque seres inteligentes e com volição, queres, ó Deus, que amemos a Ti com toda a nossa inteligência, entendimento e espírito. Faz de mim em minha contemplação e interpretação do que é comum ao mundo, faz de mim, ó Cristo, mente e inteligência divina, faz de mim, filósofo, um santo filósofo, isto é, um mestre da suspeita, faz de um com efeito filósofo e santo, porque consagrado, livre da dispersão, livre do que é profano, faz-me livre de achar-me um sábio, aliás contrário do filósofo, mas que ao cabo eu acabe é como um louco, abaixo do nível humano, como um animal, não mais imagem Tua, ó meu Cristo de Deus, isto é, santo, consagrado, amigo da verdade, mas somente em busca do que é mundano, terreno, animal, transitório e indigno.

Eu sou fraco, ó meu Deus, eu sou pó. Tu sabes, ó meu Deus, todas as coisas, sabes o quanto eu sou mal, porque a Tua Palavra que é suficiente e poderosa e infalível no-lo revela-me isso, mas sobretudo revela-me que do nada tudo fizestes e que sem vós o homem nada pode fazer e que o homem é um cadáver antes de convertido à vossa religião, ó Cristo. Preserva-me, meu Deus, do orgulho, caso eu seja um eleito Vosso, caso eu seja um predestinado desde antes da fundação do mundo para a redenção. Sois maior que todos. Não há filósofo, cientista, artista, artífice, ser humano ou angélico maior, melhor e mais iluminado do que Vós, ó Cristo, que por Vosso Santo Espírito contemplas a tudo e sabes absolutamente de tudo. Não há sedução vinda de homens ou de anjos que buscam tanto o saber e a ciência, mas nunca chegam à verdade, porque cegos, loucos e soberbos não querem ouvir a Tua voz que diz, Tu mesmo o disseste, que Sois a verdade. Preserva-me, guarda-me a mim e a todos os meus irmãos, guarda a vossa Igreja, do poder das trevas, isto é, do erro fatal que é o orgulho.

Tudo isso eu vos peço, ó meu Pai, ajuda-me, ajuda-nos, no nome santo de Vosso Filho, o Senhor Jesus Cristo e Amém.

terça-feira, 11 de abril de 2017

A esquerda e a chatice

Bom, caros amigos, já ouvi de um direitista que o esquerdista, que a esquerda na pessoa de seus correligionários, os esquerdistas, são chatos. Ora, a chatice como aquela coisa repetitiva, maçante e que aborrece pode ser mesmo a nota constante do esquerdista, pelo menos os mais extremistas, porque ateus, que defendem uma salvação pela Política, pela força bruta humana, algo sem dúvida alguma orgulhoso, perverso e incrédulo, que não acolhe a graça divina. Mas, eu diria que vejo algum fruto em tal chatice que seria, deveras, uma estruturação da sociedade, através do Estado com suas leis e instituições, a fim de propiciar no aqui e agora da civitas hominum, historicamente, socialmente e concretamente, a estruturação de condições materiais e reais para que o pobre e o proscrito como o louco, o gay, a mulher, a prostituta, o viciado em drogas ou alcoólatra ou o operário possam viver dignamente, ainda que diante de suas vicissitudes, diante de suas intempéries metafísicas que os referidos pobres e proscritos e tantos outros não conseguem vencê-las humanamente. Ora, tais intempéries metafísicas como a do louco que precisa tomar os seus remedinhos psicotrópicos prescritos pelo médico, tais intempéries são mais chatas ainda do que os protestos dos chatos esquerdistas e por dever de consciência, sobretudo cristã, uma sociedade com o seu Estado, leis e instituições, por dever de consciência bem pode e deve socorrê-los, coisa que a chamada caridade privada seria sempre restrita.

Nós, os esquerdistas podemos ser chatos, sim, mas o mundo deficitário que jaz no maligno com suas mazelas: as intempéries metafísicas, é mais chato ainda e o individualismo burguês liberal de certos círculos direitistas, na, ao meu ver, na pressa de recolher-se ao seu atomismo doméstico individualista, apenas torna qualquer boa intenção de tais individualistas em algo sumamente aquém das reais necessidades da sociedade dita cristã, pois arrogam-se dizerem-se cristãos, mas que na prática não milita o máximo possível necessário para ao menos minorar o sofrimento humano.

segunda-feira, 10 de abril de 2017

Unum est necessarium

Os homens de ação apressadinhos e nervosinhos que me perdoem, mas eu quero ser filósofo, eu quero ser o homem da inação e da inutilidade. Minha ação é a contemplação. Sou inútil mesmo, não quero simplesmente transformar o mundo, mas interpretá-lo de diversas maneiras, compreender antes, saber o que seja a essência, o que seja a verdade acerca do real e dizê-la. Para mim o mundo é como um templo religioso em o qual eu o observo, observo, medito sobre o mesmo, eu o admiro, vejo com admiração, vejo o mundo com sempre renovado espanto, o mundo que para os apressadinhos e nervosinhos homens de ação é banal, usual, cotidiano, ordinário e indiferente que eles querem modificá-lo, eles não querem saber, querem agir, vivem às cegas. Acho que não quero isso para mim, não, amigos, todavia, quero saborear o mundo, aspiro por saber, conhecer, eis a minha praia: aspiro pelo filosofar. Para mim, como disse Cristo à Marta, irmã de Maria e de Lázaro, seus amigos de Betânia, lá na terra dos hebreus, como disse Cristo a Marta, só uma coisa é necessária - unum est necessarium - e saber é que é necessário, filosofar é preciso, viver não é preciso para já; sem qualquer orientação a vida torna-se inútil, ignorante, nas trevas e indigna de ser vivida.

Um acesso à minh'alma

Para além de eu ser um homem baixo, hoje com barbas brancas, precocemente, com cicatrizes na testa, fruto de minhas peraltices de infância, para além de meu nariz ser meio achatado, eu digo que tenho uma alma, tenho um ser, tenho e sou um ente racional, com uma alma mortal segundo o Filósofo (Aristóteles), mas eterna segundo a teologia cristã, pelo menos a católica romana e a protestante mais clássica, baseada na Bíblia, segundo diz o livro do Apocalipse.

Eu tenho um ser, uma alma que quer viver, mas que as vezes pode corromper-se, pode obscurecer-se, como a sulamita do livro de Cantares da Bíblia, que, decerto que confiada e confiando em os homens, seus irmãos, foi mandada a cuidar das vinhas que lhe não pertenciam e acabou obscurecida com a alma dos pecadores, acabou preta, ainda que bela, mas enegrecida pelo pecado que deforma o homem. Meu ser, então, eu diria interpretando o livro de Cantares, ou o ser de todo o homem, sua alma, é bela para Deus, o esposo, Salomão, mas pode acabar abatida, maltratada pelo pecado, pelo pecado do homem que preferiu confiar mais em si mesmo e em seus irmãos, os homens, do que em Deus. No meu caso, caro leitor, que padeço do pecado da preguiça, eu prefiro confiar mais em mim mesmo e na ajuda humana como a dos meus pais que sustentam-me financeiramente, do que confiar em Deus e no oferecimento de sua graça para aperfeiçoar a minha natureza que há de ser apta a fim que eu faça mover céus e terras, se preciso for, para que eu cumpra a minha missão neste mundo.

Veja, meu amigo leitor, não se assuste, minha alma parece um castelo assombrado, mal iluminado e com goteiras, enegrecido pelo pecado, lamentável... Se puder, ore por mim, caro leitor, peça a Deus que envie a sua graça e seus anjos para como labaredas de fogo que eles são, que eles formem uma muralha do fogo consumidor que é o nosso Deus, a fim de que o tormento do inferno que esteja a seduzir-me para o pecado da preguiça bata em retirada, com a minha própria colaboração, outrossim, na forma de mais orações, jejum e determinação para que eu cumpra a missão que a mim, o Emiliano, o maior dos pecadores, para que eu cumpra a minha missão nesta vida.

Que Deus tenha misericórdia de todos nós. 


Amém.

sexta-feira, 7 de abril de 2017

O filósofo, um ser sempre pausado


O verdadeiro filósofo vive em pausa para filosofar, enquanto os homens comuns, não filósofos, agem, fazem História, dão material durante a luz do dia da História, pois como disse Nosso Senhor Jesus Cristo só é possível agir durante do dia, para o filósofo, como a coruja que é o símbolo do filósofo, assim que cair a escuridade da noite, o filósofo ter material para em sua eterna pausa, poder filosofar, explicar a ação dos homens de ação e dar-lhes alguma orientação para a ação.

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Solus Christus e nada mais! Martinho Lutero e a Reforma Protestante.

Roma, para nós, protestantes, é passado e nós a sobrepujamos, como reconhece aquela peste vestida de negro verdadeira ave de mau agouro careca chamada Paulo Ricardo de Azevedo Júnior. A questão, agora, é sobrepujarmos, nós, os que formos predestinados para a vida eterna, a nossa missão atual como protestantes é vencermos a quinta coluna de uma estranha Roma que assola o meio protestante com a tal teologia ou demonologia da prosperidade gananciosa e capitalista selvagem e que vem de carona com a ascensão da direita liberal e individualista, atual, brasileira, que tentar seduzir os pobres para não terem nenhuma moralmente justa consciência de classe, com a promessa de reino dos céus, aqui mesmo neste mundo, através do ensino materialista e hedonista da prosperidade material, sobretudo para beneficiar com fácil e profícuo enriquecimento a pastores bandidos e arruaceiros histéricos, conduzidos coercitivamente por policiais a fim de deporem, que arrancam a lã e a pele de suas ovelhas, despedaçam-lhe e devoram-lhe as carnes para por fim, esmiuçar-lhes os ossos.

 

sábado, 1 de abril de 2017

COMO A IGREJA DEVE REAGIR ÀS DOUTRINAS DE ESQUERDA NO MEIO CRISTÃO? | PN...

Excelente a explanação do reverendíssimo Nicodemus. Bom, a esquerda é uma vergonha, pelo menos a esquerda atual brasileira e latino-americana que nos quadros do Foro de São Paulo passou a dar suporte político ao crime, ao que seja ainda crime em praticamente todo o mundo como é o caso do aborto, o sequestro e o tráfico de entorpecentes. Porém, eu mesmo, venho dizendo-me, ultimamente, de esquerda, mas eu defendo uma como que esquerda conservadora, uma espécie de esquerda dialeticamente de direita, porque eu vejo que nossa fé cristã não pode ser como a mesma veio a tornar-se, desde o advento da modernidade, com a Reforma Protestante do século XVI, como uma religião privada, subjetivista, restrita à insignificância doméstica ou eclesiástica de nossas igrejinhas de esquina que ignoram o que os nossos próprios irmãos protestantes ensinam, e não só ignoram, mas também discordam do que o outro irmãozinho ensina em outra esquina, porque o protestante e o Protestantismo, eu vejo que é marcado pela divisão e pela pluralidade. Então, meus irmãos e amigos, o Cristianismo, pelo menos o nosso protestante que dizemos ser o verdadeiro, por sua consistência e fidelidade bíblica, o Cristianismo precisa ser social, político e histórico, concreto neste mundo, que sejamos sal e luz, que a vontade do Pai seja feita assim na terra como no céu, à maneira socail. Então, nesse ponto, eu me aliaria à esquerda na defesa de que o Estado, não um Estado balofo como quer a esquerda radical e atéia marxista no-lo quer, mas um justo Estado com suas leis e instituições, que o Estado, que o Príncipe propicie o Evangelho neste mundo e em especial em nosso País, o Brasil. Nesse ponto, então, de uma concretude histórica do Evangelho, eu defendo a esquerda, também por seu cuidado maior pelos pobres, do que a direita que é mais liberal, privatista e mais dura diante dos incapazes de viverem e vencerem no sistema chamado mundo.

 

Reforma da Previdência pode não passar. E aí?

Eu penso que a Previdência, que é a famosa Viúva, deveria acabar, no sentido de acabar o instituto da aposentadoria para pessoas, mesmo que idosas, mas com capacidade mental, sobretudo, e física para trabalharem, porque há muita gente que ou ainda não chegou à terceira idade, ou são velhos bem capazes, que já aposentados, ficam sendo sustentados pelo erário público para ficarem com chatice e ranhetice de velhos durante décadas a fio antes de finalmente morrerem e irem direito para o quinto dos infernos.

 

quarta-feira, 29 de março de 2017

O sentido da vida em um mundo sem sentido

Caro amigo, o sentido da vida ou uma vida com sentido, eu a você diria que não se segue que você encontre tal sentido no mundo. O mundo jaz no maligno, como diz a Escritura, e o mundo, o conjunto de todos os homens predestinados, uns para a vida eterna, e outros ao tormento eterno, no caso desses últimos, eu diria que, primeiramente, porque todos os homens, predestinados para o Céu ou para o Inferno, estão todos encerrados em condenação, porque, com Adão, nosso representante no Éden, éramos um só homem com ele, todos nós, homens de todos os tempos, com Adão pecamos todos, traímos a ninguém menos que ao nosso próprio Criador, e, ainda, temos os nossos momentos pessoais em que somos Adão de novo e de novo e de novo, por causa de nossos pecados atuais. Bom, então, segue-e, caro leitor, que o mundo é tudo junto e misturado, o mundo têm de tudo, o mundo têm os maus, os predestinados para o Inferno, seja segundo a soberania divina, seja misteriosamente e dialeticamente, por causa de suas próprias escolhas frias e deliberadas pelo mal, porque preferem reinar sempre, ainda que no Inferno, do que serem escravos de Deus, mas no Céu. Enfim, o mundo é trágico, amigos, seja por causa dos males morais dos homens, inclusive dos predestinados para o Céu, os quais sempre poderão pecar novamente, atualizarão seus pecados, até o último dia de vida, seja por causa de doenças e por causa, por exemplo, de intempéries naturais e climáticas como terremotos, enchentes, tempestades, vulcões e raios, pestes, epidemias, a presença de animais ferozes como felinos, cães terríveis como lobos, serpentes, escorpiões, demais insetos peçonhentos, vermes e assim por diante, que eu, meu caro leitor, poderia dizer que em suas manifestações mais cruentas: com resultados destruidores, sem nada a ver com o necessário equilíbrio ecológico, são efeitos da queda, não tenho dúvida.

Pelo dito, tudo isto supracitado, caro amigo, perfaz o que para o incrédulo sempre míope, que não frequenta a Bíblia, seria a tragédia e insanidade deste mundo, mas que para os salvos, para os crentes, seria apenas um intervalo rápido e temporal rumo à eterna glória no Paraíso celeste que aguardaria a todos os que creem e apenas creem (sola fide) no Redentor Cristo Jesus.


Amém.

Oração de ação de graças por libertação


Obrigado, ó Cristo, porque em Ti, ó adorado e glorioso Senhor Deus todo-poderoso, levastes as nossas dores, doenças e enfermidades, como profetizara o santo e bem-aventurado profeta maior Isaías. Em tuas chagas e feridas de tua paixão, mas também de uma vida inteira apaixonada pelo pobre homem, ó Deus meu Redentor meu irmão, como nenhum homem por mais sábio, esperto ou santo e diligente operário, poderia garantir a própria cura e libertação, obtida somente pela fé (sola fide) em vós, ó  Redentor.

A pior das chagas, a doença mais escrota de todas as doenças escrotas, Senhor Jesus, que é o orgulho, a própria condenação de Satanás, para todos os que simplesmente confiam Ti, ó Deus, podem obter a cura e tal ferida que a tantos paralisa, incapacita, envilece e fecha para sempre o Céu. Obrigado Deus. Obrigado, ó meu Pai por tais bençãos... 

Que Tua Igreja, Tua eleita, predestinada desde antes da fundação do mundo para a redenção possa confiar em Ti, ó Deus. Tal benção gloriosa, realmente redentora, eu a Ti imploro, ó Pai, no nome de Teu santo Filho, o Senhor Jesus e amém. Graças a Deus.

segunda-feira, 27 de março de 2017

Alerta aos pentecostais: a hipocrisia dos que se dizem “em defesa do evangelho".

O Reverendíssimo senhor pastor Silas Malafaia soltou mais abaixo, mais um vídeo seu bombástico, com a sua típica violência verbal e psicológica típica de pentecostais e neopentecostais ou de pentecostais ou neopentecostais carnais, porque eu mesmo simpatizo com o Pentecostalismo, não penso só em dinheiro como o senhor pastor Malafaia, logo, não sou de jeito nenhum neopentecostal, mas também, com a graça de Deus, procuro vigiar para ser manso, humilde e piedoso como convém ao cristão, a fim de ser um pentecostal espiritual, de nobre estirpe.

Pastor Malafaia, Vossa Senhoria e Reverendíssima, falando mal do cigarro, enquanto Vossa Senhoria bebia uísque, sim, uísque, em um hotel cinco estrelas, aqui na minha cidade de Belém, a capital do Estado do Pará, no extremo-norte do Brasil, quando do centenário da primeira Assembléia de Deus que surgiu no mundo, na minha cidade, a Igreja-mãe, ora, o senhor criticando um hábito como o tabagismo, um hábito absolutamente besta e inócuo, enquanto bebia uma bebida caríssima e forte, tal qual o uísque, segundo um amigo meu que trabalha no referido hotel e viu Vossa Senhoria e Reverendíssima a tomar a água que passarinho jamais beberia, de fato, é piada esse senhor agindo como os fariseus que engoliam o camelo e coavam o mosquito.

Bom, mas à parte a questão ética, no caso da fé, a doutrina da fé, eu mesmo simpatizo com o Pentecostalismo, porque os dons espirituais são perenes na Igreja de Cristo, Cristo é o mesmo ontem, hoje e sempre, como diz o autor de Hebreus, não devemos proibir que se falem em línguas. Agora, com relação à necessidade, no chamado Pentecostalismo clássico assembleiano de se precisar falar em línguas como evidência de que alguém fora batizado com (em o/no) Espírito Espírito Santo, bem, já na era apostólica, como relata o livro de Atos, os apóstolos quando pregaram aos samaritanos, eles mesmos não falaram em línguas quando foram batizados como (em o/no) Espírito Santo. Então, parece ser uma furada e um radicalismo tal exigência assembleiana de que para o cristão ter o Espírito, ele precisar falar em línguas e mais, São Paulo diz aos coríntios, de que nem todos falam em línguas.

 

Homens casados que curtem fotos de mulheres nuas é normal? - Luiz Felipe Pondé

Eu que sou um ex-gay ou um gay não praticante, para quem não crê que a união mística com Cristo absolve o homem, bem para mim se eu caísse na tentação de ver fotos de homens nus ou seminus, em uma clara recaída na homossexualidade, com a prudente ressalva de serem vistas as fotos em uma rede social e virtual fechada, bem mostraria tal atitude como a minha que está sendo difícil para mim viver na heterossexualidade e, como diz o mestre Pondé, eis que é um belo recado para a minha cônjuge, de que ela não está mais agradando.

 

Google+ Badge

Um Destino cruel...

Eis, acima, um justo destino para os seguidores do PT!

Ars gratia artis!

 photo IMG_20170501_100356_zpsq2vzl3ws.jpg

Add me no Zapzap

 photo whatsapp-blue-tick_zpsae2o5yfc.jpg

Outros sites relevantes

Postagens mais visitadas

Leia também sobre a expiação limitada ou sacrifício eficaz

 photo cristo-bom-pastor 6_zpsufwssugx.jpg


Artigo 8 - A eficácia da morte de Cristo

Este foi o soberano conselho, a vontade graciosa e o propósito de Deus, o Pai, que a eficácia vivificante e salvífica da preciosa morte de seu Filho fosse estendida a todos os eleitos. Daria somente a eles a justificação pela fé e, por conseguinte, os traria infalivelmente à salvação. Isto quer dizer que foi da vontade de Deus que Cristo, por meio do seu sangue na cruz (pelo qual ele confirmou a nova aliança), redimisse efetivamente, de todos os povos, tribos, línguas e nações, todos aqueles, e somente aqueles, que foram escolhidos desde a eternidade para serem salvos e lhe foram dados pelo Pai. Deus quis que Cristo lhes desse a fé, que ele mesmo lhes conquistou com sua morte, com outro dons salvíficos do Espírito Santo. Deus quis também que Cristo os purificasse de todos os pecados por meio do seu sangue, tanto do pecado original como dos pecados atuais, que foram cometidos antes e depois de receberem a fé. E que Cristo os guardasse fielmente até o fim e, finalmente, os fizesse comparecer perante o Pai em glória, sem mácula, nem ruga (Efésios 5:27).

"Cânones de Dort", 2º Capítulo da Doutrina: A Morte de Cristo e a Redenção por meio dela.