Pesquisar este blog

Assine minhas postagens

Google+ Followers

quarta-feira, 4 de outubro de 2017

A lógica por trás do Peladão do MAM

Eu vejo o que seja o transcendente, algo além do auto-referentismo, o que seria o solipsismo fechado do eu em seu subjetivismo. O transcendente a que apontam as grandes religiões tradicionais como o cristianismo, o judaísmo ou o islamismo, é a aposta no transcendente, a aposta em uma posição realista e pé no chão, eu vejo assim, por isso mesmo que ter uma religião para os midiagogos atuais como Luiz Felipe Pondé ou Leandro Karnal, sobretudo, ter uma religião é posicionar-se de forma metafísica no mundo e o que é a metafísica senão a pesquisa sobre o que seja o real? Nesse sentido, sem uma opção ou ao menos uma consideração séria transcendental, como aliás honestamente faz o Pondé, o homem fechar-se-á definitivamente para os seus próprios interesses mesquinhos e imediatos e em tal interesseirismo toda a decência, virtude, bons sentimentos e civilização poderão vir em breve abaixo.

 

Nenhum comentário:

Google+ Badge

Um Destino cruel...

Eis, acima, um justo destino para os seguidores dos revolucionários hereges protestantes, esquerdistas, liberais e libertários.

Outros sites relevantes

Postagens mais visitadas