You may translate my blog if you needing

Pesquisar este blog

Χριστός λυτρωτής (Cristo, o Salvador)

 photo Cristo_zpsi9u1t9yx.jpg

"Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." - João 3:16 ARA

Ícones de uma Igreja cristã reformada: de fato bíblica



"E dar-vos-ei pastores segundo o meu coração, os quais vos apascentarão com ciência e com inteligência." Jeremias 3:15 ACF


Da esquerda para a direita e de cima para baixo: Pedro Valdo (c. 1140-c. 1220), Martinho Lutero (1483-1546), João Calvino (1509-1564), John Knox (1514-1572), Charles Spurgeon (1834-1892), Martyn Lloyd Jones (1899-1981), Francis Schaeffer (1912-1984).

Seguidores

Assine minhas postagens

Ars gratia artis!

 photo triunfo444_zpsebb373bd.jpg

Triunfo de Vênus, pura poesia plástica do Renascimento.

Ars gratia artis!

 photo madr_zpsa4265784.jpg

Vênus ou Afrodite, respectivamente, para romanos e gregos, nascendo de uma madrepérola em plena selva amazônica legal, brasileira, de minha cidade de Belém, a capital do Estado do Pará, em uma magnífica escultura no decadente logradouro público de minha referida cidade, na borda do mundo, na Praça da República.

Principia Sapientiae: a Filosofia como mãe e mestra

 photo Rafael_-_Escola_de_Atenas777_zps8e0f0f71.jpg

"Um filósofo é um intercessor, é um sacerdote. Um filósofo é o anfitrião da verdade digna e acessível aos homens." (João Emiliano Martins Neto)


Add me no ZapZap

 photo whatsapp-blue-tick_zpsae2o5yfc.jpg

Principia Sapientiae: Vamos filosofar? Viva a Filosofia!



Assistam ao meu vídeo, supra, em que faço um convite a você, caro leitor, à Filosofia. Meu convite a você leitor que saiamos da Matrix que é a mesmice, o banal do cotidiano e do senso comum tornados como algo muito ruins quando absolutamente inconscientes acerca de suas naturezas intrínsecas.

Entre em contato comigo pelo email (clique no ícone abaixo)









sábado, 18 de março de 2017

É possível viver sem pensar? - Ricardo Mituti entrevista Luiz Felipe Pondé

Porra, Olavo de Carvalho matou a charada decerto que antes do que o Pondé disse nessa entrevista, acerca da intuição, o agir de maneira mais visceral do que conceitual, propriamente filosófica, porque Olavo defende o intuicionismo radical, ou seja, aquilo que eu costumo dizer como um acesso como que revelacional ao saber, não propriamente a Filosofia considerada classicamente desde Sócrates, para a busca da unidade do conhecimento na unidade da consciência e vice-versa, que é o conceito que Olavo dá para a Filosofia. Ou seja, é você optar pelo visceral e pelo intuitivo e orgânico, depois que você muito questionou, conceituou e pensou, filosofou, então, você soube rejeitar o lixo e ficou com o essencial, como diz o Pondé. Olavo é genial com seu intuicionismo radical, se eu na minha ignorância gigantesca consegui entendi a idéia do professor Carvalho.

 

Por uma verdadeira defesa dos gays

Se alguém quer defender os gays, digam para eles deixarem a homossexualidade, porque o macho humano pode ser o maior veado da paróquia, o mais aveadado do mundo, mas no fundo de sua alma conturbada e soterrada por suas práticas erradas, há um macho, há um homem da espécie humana e mais cedo ou mais tarde a realidade das coisas vem à tona a natureza, por isso gays são infiéis, como é comum em homens e a masculinidade dessa pessoa, é humilhada pela homossexualidade, resultando em uma violência, até mesmo mortal, contra o seu parceiro.

Com a graça de Deus, perdão, sempre!

Caros amigos leitores, no dia de ontem, simplesmente fui factual e descritivo ao relatar um fato passado comigo, no começo desta década, em importantes igrejas protestantes de meu Brasil e da minha cidade de Belém, a capital do Pará. Foram uns fatos bem cruéis, tristes e feios relacionados à reação de umas pessoas que dizendo-se cristãs, em específico evangélico-protestantes, ou seja, cristãs conhecedoras de todo o conselho de Deus para o homem neste mundo, expresso na suficientemente e infalivelmente na Escritura Sagrada, trataram-me como um cão danado e escorraçaram-me de suas sinagogas de Satanás. Bom, alguns irmãos, grandes irmãos e dos mais inteligentes, ficaram chocados em um certo grupo de apologética na famosa rede social, o Facebook, porque, em particular, usei os palavrões mais escatológicos e apocalípticos ao fazer referência à aqueles amados e perdoados irmãos meus impacientes, porque talvez chocados, tentados no comum orgulho humano que se quer um sábio segundo este mundo e temerosos diante de minha miséria humana, meu problema mental, a doença bipolar, quando frequentei as comunidades eclesiais deles. Bom, caros leitores amigos e irmãos, palavrões, é um tipo de expressão que no Brasil, diferentemente dos hispânicos ou dos hebreus da Bíblia, não têm a mesma conotação agressiva, aqui no Brasil, não e a tantos ali como o famigerado pastor Samuel Câmara, muito mais um pavão e ganancioso empresário do que um homem de Deus, eu usei palavrões ao referir-me a ele e a outros, mas eu assim no-lo fiz, entrementes, com um puta de um bom humor, porque, afinal de contas, o que houve comigo da rejeição dos irmãos, é passado, e mesmo à época em que estavam ocorrendo, eu sempre orando muito sem cessar e é meu costume até aos dias de hoje, como dissera São Paulo aos tessalonicenses, eu já os compreendia na reação deles e sabia que estava errado, que eu deveria procurar tratar a minha enfermidade bipolar. Então, exprimi-me no post próximo passado, com muito bom humor, bem como, com a graça de Deus e pela força do Espírito Santo, acho que já perdoei esses irmãos como o pastor Câmara e os outros das igrejas presbiterianas importantes, que frequentei. Com a graça de Deus, perdão, sempre! É dever perdoar, é um ato de genuína generosidade humana e filosófica de compreensão, é bíblico, é mandamento perdoar e ponto final e estamos conversados. Diz a Bíblia, que ou você perdoa e Deus perdoa-te e cura a você e a você Ele salva, ou você não perdoa e será condenado, Deus não terá misericórdia de você. Ora, na prática, caros irmãos e amigos leitores, se você observar este meu blog Crassus Philosophus, eu coloquei um ícone, ao lado de outros, de emissoras de TV cristãs, católica, uma delas, e as outras duas protestantes, sendo um desses ícones que vai dar diretamente, ao você clicar no mesmo, coloquei o ícone da TV Boas Novas do senhor pastor Samuel Câmara. A TV Boas Novas, que faz 24 anos neste mês, é um excelente empreendimento do pastor Câmara, é uma missionária, que pode ir aonde os cristãos tomados individualmente e de carne e osso não podem ir com a mensagem do Evangelho, com a mensagem da justiça de Deus manifesta no Evangelho, que é imputada ao homem, somente pela fé (sola fides), de fé em fé, pois é como diz a Escritura, o justo viverá pela fé (justus autem ex fdes vivit).

Ora, então, apesar do que houve envolvendo, sobretudo, o senhor pastor Samuel Câmara, quando meus sintomas de minha enfermidade foram transmitidos para o Brasil e o mundo todo pela TV e internet e a reação brutal de Câmara que é evidente que uma raposa como ele usou dos sintomas e da reação dele como case espetaculoso para o seu empreendimento de comunicação social, junto com seus asseclas ao que viram ali na igrejinha deles, mas é claro que na prática eu já o perdoei, vejam aqui neste meu blog o ícone para a TV Boas Novas, já o perdoei, com a graça de Deus e na força do Espírito Santo, assim como espero que Deus, bem como o pastor Câmara, e os outros irmãos, presbiterianos da Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB), a mim perdoem, porque eu vacilei gravemente, à época, ao não aceitar o tratamento de uma doença como o transtorno bipolar que é temível em seus sintomas. 

Agora, caros leitores, uma coisa é perdoar, outra coisa é adulterar os simples fatos e cometer o pecado de omissão. Então, pelo bem da verdade, da consciência, da memória e da verdade histórica, pois um simples testemunho mesmo que escrito, tal qual aqui neste meu blog, assim como vídeos, retratos e pinturas, são fontes primárias, são testemunhos que servem ao conhecimento, à verdade e à historiografia. Por conseguinte, em nome disso tudo, eu apenas relatei o passado, segundo o meu ponto de vista. Claro que no futuro, que outros possam testemunhar, quiçá os descendentes mais lúcidos, por isso, de fato convertidos ao Evangelho possam testemunhar e dar o parecer deles acerca da reação e resposta de seus parentes e/ou amigos tiveram com relação a um reles doente qualquer como eu e que no outro mundo os seus parentes corrompidos, gananciosos por poder, dinheiro e prestígio, além de profundamente antipáticos, estejam a lamentar-se, merecidamente, no outro mundo, pois perderam a oportunidade de crescerem espiritualmente, seja contando com a misericórdia de Deus no Céu ou depois de escorrerem esgoto abaixo no instante da morte e irem parar com os olhos bem abertos, sem poderem fechá-los para sempre, no reino escuro de Satanás nas profundezas do Inferno.

Friboi - CARNINHA MUITO LOCA!!!

Porra, nós, brasileiros, gostamos desta merda de País, nosso amado Brasil, mesmo estando totalmente fodido, agora sem nem carne decente pra comer, porra. Porque o brasileiro tem uma cultura antropofágica, como dizia o escritor Oswald de Andrade. Nós, brazucas, queremos devorar carne humana, a carne da humanidade inteira, a começar por nós mesmos, curtimos deveras a esculhambação. 

FODEU, CARALHO!

 

Carne Fraca: regulação e corrupção

Este nosso oeste do mundo, o ocidente, é uma bela merda, porque para qualquer canto, ponta que a gente caminhe como a direita ou a esquerda, a coisa acaba em um economicídio, seja no capitalismo ou no Socialismo, vide esses metacapitalistas oligopolistas e os burocratas. Parece aos mais avisados, que tudo se resumiria a dinheiro e poder humano político, força bruta. Eu acho que o que o Brasil, os Estados Unidos, Europa, Portugal, França, a Alemanha, enfim, o ocidente precisa, é de Deus, é de algo que quer sejamos pobres ou ricos, como diz São Paulo, nós, possamos estar sempre bem, com nada menos que algo como o próprio Deus, sendo a nossa porção, como diz algo como O próprio Livro, O Livro por excelência: a Bíblia.

 

A Importância de NIETZSCHE • Luiz Felipe Pondé

Eu sou evangélico e protestante, mas reconheço que o bigodudo Friedrich Nietzsche era um camarada produto de um mundo, uma Europa reformada, protestante, liberal: pós-católica, com isso a cultura inteira como a Filosofia acabou em reles sentenças e aforismos de um homem doente.

 

Rascunho de filosofia política: noções de direita e esquerda

A direita vulgarmente anima muito essa coisa do individualismo burguês, de cada homem amar muito mais ou até tão somente amar somente a si mesmo. Segundo Gilles Deleuze, a esquerda abre mais o horizonte humano de sua esquina, a defesa de sua esquina, a sua padaria ou igrejinha própria rumo a considerações sobre o mundo, ou o social como a esquerda cristã secularizada diz, em busca da justiça social. Agora, nesta coisa da defesa do mundo, do social e do todo, a esquerda secularizada, desgraçada, sem a graça divina, tende a tornar-se chata pra danar, porque o pobre homem sem Deus, desgraçado, quer é que normalmente vá a merda o mundo com sua vaidade e suas dores, sejam as mesmas dos trabalhadores, das putas, dos gays, dos loucos e assim por diante.

sexta-feira, 17 de março de 2017

DA TRETA AO DIÁLOGO

Eu, também, tal qual a Ana Roxo, deste vídeo, sou estudante universitário de Filosofia. Amo Filosofia, é o trabalho com conceitos e definições, temos sempre o DNA, de nosso pai, Sócrates, e mais remotamente os pré-socráticos, sempre seguindo o perene método platônico para sermos, como filósofos, mestres da suspeita, vencendo o que é aparente rumo ao inteligível, sendo curiosos e dubitativos, diante do que é comum no mundo.

 

PAREM DE TER GURUS

Um filósofo, dentro de minha área de atuação a Filosofia. Um filósofo não pode ter gurus, ainda mais segundo o conceito clássico, indiano, de guru, sendo o oriente tão avesso ao oriente indiano, no compromisso clássico ocidental com a razão natural, com a ciência, tão típico do ocidente aonde nasceu a Filosofia. Claro, pessoas podem inspirar-nos, mas um filosofante, como diria o Beato João Duns Scot, ele chamava o filósofo de filosofante, então, um filosofante, precisa preparar-se para que o seu guru seja destronado, caia, perca a credibilidade, a não ser que seja um guru indiano hindu ou cristão, seja Jesus Cristo, o papa ou São Paulo Apóstolo ou Moisés cujos escritos e idéias não são dele, são inspirados infalivelmente por Deus, ou pelos deuses, são do domínio da fé, acima da pobre e pecaminosa humana razão. Intelectual tem que ser indigesto para ser bom, concordo. 


Intelectual, sobretudo o mais excelso de todos, o filósofo, que caminha rumo aos arcanos e arquétipos da metafísica é aquele que questiona com profundidade rumo aos fundamentos, ou seja, rumo às raízes, o filosofante deve ser indigesto, deve ser a "mosca de Atenas", como Sócrates era chamado.

 

Desigrejados

Porra, eu fui escorraçado das igrejas protestantes, fui absolutamente forçado a ser um desigrejado, mas eu me recuso também absolutamente em sê-lo, pelo menos das principais, como a primeira Assembléia de Deus, que surgiu no mundo, a chamada Igreja-mãe, daqui da minha cidade de Belém, a capital do Estado do Pará; também fui expulso de uma filial da importante Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB), a Igreja Presbiteriana Central do Pará (IPCPA); por fim, fui escorraçado como um cão da Primeira Igreja Presbiteriana de Belém, outrossim, ligada à IPB. Porra, me ferrei, uma filha da puta lá na IPCPA, xingou-me de "imbecil (!)" aos berros histéricos diante de todos, porque eu sofro de problemas mentais, sou bipolar, relatei o fato para o Reverendo Augustus Nicodemus Lopes, vice-presidente da da IPB. Teve mais treta, o pastor Samuel Câmara, da referida Assembléia de Deus, berrava, como é próprio de pentecostais vulgares, que eu era um esquizofrênico e psicopata, caros amigos leitores, o cara nem é médico, esquizofrênico e psicopata é o cu dele, porra. Samuel Câmara é acusado com alguns outros irmãos dele de lavagem de dinheiro e evasão de divisas, então, quando tive oportunidade, diante de tanta agressividade, xinguei o Câmara de bandido na cara dele. Enfim, eu concordo, ser desigrejado é um erro, ser igreja sozinho é uma afronta ao conceito clássico de ekkyesia, uma reunião, então, jamais serei um desigrejado. Agora, o individualismo burguês atomizante e liberal é a propriedade, é constitutivo, é a marca, do câncer que cada ocidental individualmente ou com suas famílias e facções são em si mesmos e em seus guetos; é próprio do ocidente decadente, então, o desprezo pela coletividade, o desprezo mesmo pelo corpo de Cristo, a Igreja, o desprezo pelo pobre, é uma marca das trevas aqui do oeste do mundo em que vivemos. Entrementes, eu não desisto de congregar-me como claramente manda a Escritura, em Hebreus. O Cristianismo e também a esquerda, sou filiado a um partido político de esquerda, o PDT (Partido Democrático Trabalhista), podem ser um belo antídoto contra o individualismo burguês liberal próprio de culturas pagãs e mestiças e confusas como a nossa brasileira, tão diferentes da hebraica com sua busca por justiça social, e pode ser alguém sendo de esquerda e cristão, como historicamente a esquerda reclama para si, há maior preocupação pelo pobre e não de cara um rechaço da parte de certos furibundos moralistas farisaicos de direita.

 

Esquerda e direita, hoje

A esquerda, hoje, é a defesa de uma luta de classes não mais de um suposto proletariado oprimido, mas é a defesa de uma elite, de uma burguesia com um tipo de proletarismo, diria assim, espiritual: anticristão e promotor de tudo o que destrói o homem. A direita quer destruir de vez os fracos no seu moralismo farisaico furibundo e individualista burguês e liberal, a esquerda cultiva o mal que vai destruir mais cedo ou mais tarde os proscritos da sociedade, enfim, não há esperança política.

quinta-feira, 16 de março de 2017

Jair Bolsonaro, o mito, no Ratinho (Programa Dois Dedos de Prosa)

Lula rebaixa Deus à sua imagem e semelhança

Normal o nosso queridíssimo e abençoadíssimo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, querer achar-se o próprio SENHOR Deus, porque até mesmo um papa católico saudou tal atitude dos comunistas que eram os homens que fizeram-se Deus e que encontraram o Deus que fez-se homem: Nosso Senhor Jesus Cristo Salvador, e ambos teriam se dado muito bem, segundo o bispo romano. Tal papa que disse tal disparate e apostasia foi o Santo Padre papa Beato Paulo VI.

 

A essência da reflexão

Refletir, dobrar-se novamente para incidir sobre nós mesmos ou sobre qualquer outra coisa o pensar, a, digamos assim, energia de nosso pensar. Reflexão, a aplicação da inteligência para com seriedade chegar à verdade acerca de algo. Refletir, pesar os prós e contras, tornar claras estratégias de ação de curto, médio, longo e até longuíssimo prazo, é fundamental para qualquer assunto comum ao mundo que a cada um de nós interesse, para levá-lo a sério, prevendo intempéries como sermos questionados sobre a razão acerca daquilo que fazemos ou achamos e pensamos. O homem ensimesmado, que reflete, muitas vezes as mãos ao queixo como Le Penseur de Rodin, é fundamental, leva-nos aos fundamentos, conduz-nos à raiz do que pensamos, de nossos ideais, para saber se eles estão fincados no que seria o ser, o solo do ser, para saber se estão conosco, seus defensores, assentados ao chão, pois do chão ninguém pode cair, como diz o mestre Olavo de Carvalho, e diz a Bíblia que a soberba precede à queda, à necessária queda para voltarmos a nós mesmos, amantes do saber, filósofos, novamente, sabendo o que e quem nós somos e a essência e justificativa de nossas mais caras crenças.

Jair Bolsonaro, o mito, entrevistado na TV Boas Novas

Lei eterna e lei natural em Santo Tomás de Aquino

Aula maravilhosa, apenas discordo, como uma espécie de platonete, fã de Platão, da idéia de tábula rasa de Aristóteles subscrita por Santo Tomás, porque a alma humana tem imprimida em si as idéias de bem, beleza e verdade, antes de "encarnar", como diria Platão, tais idéias estão inscritas na consciência humana, tais idéias são a lei divina, com claramente, e segundo a minha interpretação, diz a Escritura.

 

Refletindo pretensamente com profundidade sobre a fé protestante (cristã bíblica)

Caros amigos leitores, eu diria o seguinte acerca da fé protestante a qual depois de idas e vindas eu a retomei ao final do ano passado, notem, uma reflexão com a pretensão de profunda sobre a fé protestante, isto é, à qual os seus adeptos arrogam como a cristã bíblica e verdadeira, eu diria que giraria em torno de um Deus que é chamado de Palavra e se é Palavra, é entendimento, é Logos, aliás, esse Deus é Logos, é o Verbo humanizado em Jesus Cristo, como escrevera João no prólogo de seu evangelho. Deus sendo Palavra e Logos, é discurso com entendimento, é linguagem, mas é evidente que humanizada em um homem, Jesus Cristo, não seria mera letra morta e empoeirada, fácil de ser transposta ao papel, mas a Palavra tornou-se vivida, humanamente vivida até ao ponto de dar a sua vida, de derramar o Seu sangue, pela salvação dos predestinados, em Jesus Cristo Senhor Nosso.

A supremacia e centralidade da fé protestante nas Escrituras, no entendimento da dita Palavra do próprio Deus, inspirada, mas que perpassou pela vida concreta de homens concretos e reais, contudo, que foram poderosamente inspirados e usados por Deus para que fizessem e dissessem o que fizeram e disseram algo com conteúdo divino, poderoso, suficiente, infalível e inerrante, sendo que anjos como o próprio diabo foram usados pelo Espírito Santo Senhor Nosso para que fizessem e dissessem o que fizeram e disseram, tal supremacia e centralidade, a lente dada por Deus ao míope homem incapaz de achegar-se pela própria inteligência aos termos da salvação, por sua própria culpa e conta, tal importância da Bíblia, é fundamental para entender-se a fé protestante. Não é possível para um protestante que tradições e interpretações humanas sempre ao que parece subjetivas estejam ao mesmo nível das Escrituras Santas, que diz a mesma Escritura ser o próprio Deus em Êxodo 9:16 e Romanos 9:17.

Um idiota como o tal padre Paulo Ricardo, diz, analfabeto bíblico como só ele, ou apenas desonesto, já que é empregadinho de homens, do papa, ele diz, o tal padreco, que Cristo não é um livro, vejam só o que ele diz: um livro... Porra, talvez um livro qualquer, mesmo que tal livro seja O Livro, o Livro por excelência, a Escritura Sagrada. Diz o referido padre católico que Cristo não é um livro, mas é uma pessoa. Ok, é Cristo, Pessoa divina, a Segunda Pessoa da Santíssima Trindade, ok, mas é Ele o Logos, a Palavra, a qual tomamos pé do que Ele quis ensinar-nos, por definição nas Escrituras, de maneira suprema e absoluta, é evidente, porque pelo que diz o tal padre, Cristo é apenas uma imagem de pedra ou de carne e osso e cabelos, é um estereótipo, não teria nada a nos dizer, hoje, com a Palavra como outrora com a Palavra de Sua pregação.

Então, meus amigos, pela minha própria experiência, a cultura, o homem com suas tradições e seus métodos, podem fascinar-nos e haver no mesmo logos spermatikós, sementes do Logos que é Cristo expresso com suficiência na Bíblia, todavia, a Bíblia, sempre será suficiente, total e suprema na vida do verdadeiro cristão sério e consistente, que é somente o protestante.


Eu, futuro professor protestante de Filosofia e contra o Escola sem Partido

Amigos leitores, eu sou protestante e pretendo, com a graça de Deus, ser professor de Filosofia, pois estou graduando-me em licenciatura plena em Filosofia na Uniasselvi, e penso o seguinte, caros amigos, que uma educação cristã, no escopo protestante reformado calvinista ao qual eu sou filiado, deve ter como teto, como limite e céu, a supremacia das Escrituras. A supremacia da inerrante, poderosa e suficiente Palavra de Deus como aquela lente, que pode vencer, na força do Espírito Santo, a miopia e cegueira do homem pecador. A Bíblia pode, por conseguinte, ajudar os discentes, os alunos, como uma tocha a iluminar a caverna platônica tenebrosa deste mundo que jaz no maligno. Agora, é bom que o projeto Escola sem Partido, ao meu ver, não seja aprovado no parlamento de nosso Brasil amado, porque é um projeto legalista e liberal que nivelará a transmissão de saberes a uma neutralidade radical diante da qual os professores não poderão dar qualquer indicação, com asserção, do que seja a verdade, pois parecerá doutrinação pura e simples.

Criador do Revoltados Online Revela Porque Saiu e DENUNCIA Olavo de Carvalho

Não precisa ser uma ofensa ser chamado de esquerdista, porque se somos cristãos, se temos raiz em Jessé, pai de Davi, pai de Nosso Senhor, se temos uma raiz judaica, se somos os verdadeiros judeus, porque espirituais, cristãos, eleitos de Deus, predestinados para a vida eterna, ser de esquerda pode ser algo interessante, porque a esquerda, pelo menos nominalmente, defende os pobres e proscritos, historicamente. Esquerdistas podem ser bons cristãos, assim como direitistas podem ser bons cristãos no seu amor pelo cumprimento da lei e ordem divina. E o certo é Deus acima de tudo e de todos e não o Brasil, porque o Brasil é só mais uma nação debaixo do sol que o Deus da Bíblia esmaga o orgulho sob os seus divinos pés.

 

quarta-feira, 15 de março de 2017

Desconstruindo a Campanha da Fraternidade

Porra, o Allan é um cara inteligente, mas, precisa largar esta deformação do Cristianismo primordial, bíblico, primitivo e verdadeiro, precisa largar essa deformação chamada Catolicismo romano e seja protestante, porquanto a Bíblia é a Palavra de Deus e não depende de nenhum homem ou de nenhuma igreja, instituição ou cconciliábulo para ser o que a Bíblia é, ou seja, Palavra de Deus, inerrante, suficiente, poderosa e infalível.


Um pensar global pode ser cristianizada tal idéia, porque como diz o autor da Carta a Diogneto, o cristão é estrangeiro neste mundo, logo, é errado um cristão muito ligado a uma cultura local, seja brasileira, vietnamita, irlandesa, americana, alemã, francesa ou sul coreana. O Cristianismo não deve nada a cultura alguma mundana de maneira absoluta, porque o Cristianismo, universalmente ou filosoficamente, é a solução do débito ontológico humano insanável, como diz o mestre Olavo de Carvalho.


O grande filósofo alemão da existência, o Martin Heidegger, ele dizia que o mundo dos animais é um mundo pobre (Weltstarm), é preciso atentar para isso, porque se ao homem é pecado matar furtivamente a um cão ou gato ou rato na rua, isso não quer dizer que os animais tenham sequer de longe a abertura para o conhecimento que um homem no-lo tem.


 

ESQUERDA TÚNICA

Porra, excelente vídeo, mas acho que só pecou no final, porque nosso Senhor Jesus Cristo queria que as putas se convertessem. Cristo nosso Senhor só combatia os maus juízes da época dele e da nossa era, também, que eram e são hipócritas, como a direita, atual, que quando, por exemplo, eu vou falar de Protestantismo, isto é, falar do Cristianismo bíblico, verdadeiro, os fariseus hipócritas católicos mostram-se como sempre sonolentos e cheios de má vontade, xingam-me de chato e querem que eu volte a dar a bunda, pois sou ex-gay, com a graça de Deus, porque, afinal, no todo, brasileiro jamais leva a sério o Catolicismo e são sepulcros caiados, têm um moralismo fingido, porque se não são tão ruins assim, tampouco os cristãos nominais brasileiros querem chegar à perfeição de Deus Pai, como ensinou Cristo, e isso inclui perdoar os bandidos e putas e gays.

 

Apologia às barbas brancas


Porra, a minha barba branca poeticamente eu diria que é branca, porque é o coroamento e medalha, ainda que de prata, do tempo que se viveu neste mundo que jaz no maligno e em o qual eu tentei, ao menos tentei, vencendo minha inenarrável miséria, com a graça de Deus, tentei vencer o mal. As barbas, os cabelos, os pentelhos, o que sejam, brancos, que pena que são grisalhos ou brancos e não d'ouro, mas talvez, convenha que assim no-lo seja, porque o homem se vence, ele no-lo vence pela graça divina, pois o querer e o proceder vem de Deus, de ouro somente Deus.

Sobre o ideal de pobreza

O ideal de pobreza é o ideal que melhor ilustra o filósofo e o cristão, pois na pobreza deixamos o que é composto, sofisticado e dispersivo rumo ao essencial, o ser, seguimos a Cristo, Ele mesmo a verdade buscada pelo filósofo e pelo cristão.

terça-feira, 14 de março de 2017

Vídeo meu fumando para o meu amigo Felipe

Anti-Teoria Queer: Eu, homem



Eu, homem, porque notem, amigos leitores, eu sem camisa, um homem sem camisa com meu peito, diferente do peito feminino que é acolhedor, o meu tende a repelir, é tal qual uma muralha, é algo defensivo e guerreiro, enfim, sou factualmente macho, homem, biologicamente macho, homem e também em minh'alma. Deus assim o quis. Amém.


O "Jesus Comunista" do Porta dos Fundos

Caro leitor, o Nando Moura menciona o Bispo de Roma, o papa Pio XII, contudo, não se engane com relação a Pio XII, porque Michel Onfray, famoso filósofo ateu francês contemporâneo, em seu excelente Tratado de Ateologia, Onfray diz que Pio XII, quando da morte do Führer (Adolf Hitler), esse papa mandou celebrar em honra da memória do celerado Hitler, uma Missa de Réquiem, veja só você. E mais, a direita européia, da época da Segunda Grande Guerra, era nazifascista, o que prova que nós, da direita, hoje, não podemos ser anacrônicos em acharmos que ser de direita é ser sempre liberal na economia, da mesma forma que a esquerda não pode ser anacrônica e dizer que a direita, hoje, é como a velha direita européia ou a direita de Marine le Pen, isto é, com lapsos e/ou feições nazifascistas.

 

Teorias do mestre Olavo de Carvalho

1) Teoria dos quatro discursos

2) Tripla intuição;

3) Doze camadas da personalidade;

4) Intuicionismo radical;

5) Fé católica.

Comentários no perfil de Olavo de Carvalho e o fim da direita

O fim da direita brasileira ainda tão jejuna e prematura é a derrubada, a deposição do poder. Durante o processo de impeachment a direita acampava-se em Brasília, nossa capital federal, enquanto isso a esquerda levou décadas ganhando a alma do Brasil em centros comunitários, redações de jornal, consultórios psicológicos e psiquiátricos, aliás, encampou o fim dos manicômios e ganhara a esquerda as instituições de ensino superiores e básica. A direita tão omissa, relapsa e preguiçosa merece é a deposição, não há dúvida. Querem outra prova? No perfil do professor Olavo de Carvalho e aqui na página dele oficial, com a graça de Deus, tento dar-me ao trabalho de protestantizar o Brasil e como reagem os católicos sonolentos, omissos e relapsos vagabundos? Chamam-me de chato, parasita e querem que eu ex-gay volte a ser gay para não mais tentar persuadi-los com o verdadeiro Cristianismo resgatado por heróis da fé como Martinho Lutero e João Calvino. Então, uma direita assim merece a destruição, claro, é melhor que seja assim, a esquerda é uma bosta, mas pelo menos é alguma coisa, melhor que o nada da omissão e vagabundagem da direita.

Vida Eterna, Tô Fora!

O Sala é uma besta quadrada, não entende nada de metafísica para desfazer assim tão toscamente neste vídeo dele "Vida Eterna, Tô fora!" Ora, no outro mundo, no céu, encontramos os arquétipos e idéias de bem, verdade e beleza, ora, o Sala contrapõe à vida eterna com a sede imbecil por novidades e é claro que um misterioso, obscuro e idiota novo vai é virar uma perigosa idiotice e quem quer tanto o novo, quem vê de fora que o novo do idiota como o Salatiel, acaba sendo algo velho e previsível da parte do idiota. O céu não é sobretudo para os idiotas e o Sala é um idiota, não é um predestinado para a vida eterna, triste isso e a culpa é do Sala.


Deus é sempre algo novo e velho no céu para os salvos.


 

O chão

O chão do real, prerrogativa da Filosofia que é o pensar e refletir sério e profundo, é duro, mas é firme e seguro, o resto é o nada da vaidade humana, em que o homem flutua de um lado para o outro ao sabor de ventos de doutrina sedutores, novos, inauditos, e, por isso, que podem ser arriscados e perigosos.

segunda-feira, 13 de março de 2017

Concepção Trágica de Mundo e Utopia - Luiz Felipe Pondé

COMENTÁRIOS QUE FIZ A ESTE VÍDEO DO PROFESSOR PONDÉ:

1) Que bom que os mineiros são solidários no câncer, pois quando alguém está com câncer ou com coisa pior é quando essa pessoa mais precisa de ajuda, mas sem dúvida que a solidariedade somente na dor é uma característica invejosa deprimente.

2) O gordinho boiola aí da platéia que fez uma crítica à cristianização de Platão por obra de Santo Agostinho e a moral cristã que revela uma culpa do homem pecador que pode ser real, sim, mas parece a mim que o gordinho quer é chupar uma piroca e não se envergonha para tal de destruir a tradição e cultura ocidental.

3) No caso do ser humano o mesmo tende a ter filhos por questões filosóficas, metafísicas, teoréticas e literárias, sim, porque não somos animais, não somos guiados unicamente pelo instinto, temos com isso nosso lado angelológico, ainda que em alguns homens pecaminosos o lado animal, que o ser humano arrasta indubitavelmente, prepondere.

4) Friedrich Nietzsche desprezou ou ao menos relativizou tanto outro mundo que acabou como aquele que nunca comeu melado, lambuzando-se, e lambuzou-se tanto que morreu de sífilis, uma doença venérea. Eu prefiro, como cristão que sou, tentar, com a graça de Deus, viver uma vida ascética, como preconizava Arthur Schopenhauer, mas não como uma força de disfarçar a uma covardia, como como razão criticava Nietzsche, mas por saber como Platão e Jesus Cristo, de que este mundo é precário, jaz no maligno e é perigoso, quem na carne vive que espere a destruição, a corrupção, um fim terrível tal qual o de Nietzsche e de tantos outros.



Anatomia do Brasil

O Brasil na defesa de suas elites governantes ou candidatas à governança, de direita ou de esquerda, com seu vício estatólatra, isto é, cartorial e oficialista, seja a favor da restauração da Monarquia, ou a favor dos militares ou favoráveis às tais políticas públicas. O fetiche oficialista e cartorial brasileiro, é coisa de País fundado de cima pra baixo, pela Corôa Portuguesa e depois tornado República graças a um golpe militar. Brasil, nosso próprio País amado é um país-fantasma, é um Estado sem nação. 

Minha opinião sobre o papa Francisco

Eu gosto de Francisco, ele é bem manso, piedoso, pastoral e com algum viés canhoto, esquerdista, mas o Cristianismo tem algo de esquerdista, sim, na crítica social aos poderosos religiosos e econômicos.

Friedrich Nietzsche

Friedrich Nietzsche era uma besta quadrada. Ele não gostava de metafísica, porque era um alemão vulgar, igual o meu mestre Martinho Lutero, outro alemão, voluntarista, nenhum pouco favorável ao Logos. Ademais, Nietzsche sofria de problemas neurológicos, para piorar, logo, em tudo e por tudo estava na rabeira da cadeia alimentar, estava aquém da dignidade humana, não era um filósofo, não era um ser pensante tout court, porque brincar de escrever aforismo e sentenças é fácil, mas dar-se ao trabalho de ser escrever tratados filosóficos, explicações e justificativas, tarefa própria de nós, operários das coisas do espírito, pois eu sou estudante universitário de Filosofia, seria pedir demais para o bigodudo.

Sobre a transfiguração de Cristo

Sou protestante, mas no último fim de semana estava a assistir a uma Missa católica, e os católicos estão no segundo domingo da chamada Quaresma, o tema era a transfiguração de Cristo Nosso Senhor, e comentei em um site católico, o seguinte, sobre a transfiguração do Senhor.

Nós, também, somos chamados a transfigurar-nos, tal qual Cristo Nosso Senhor. Que pelo arrependimento e por uma vida piedosa e operosa, como Cristo resplandeçamos, com nossas vestes tornadas mais alvas que a neve, pelo sangue do Cordeiro, fazendo brilhar nossa luz brilhante neste mundo de trevas como astros a iluminar a noite mundana tão tenebrosa.


O ministério dos anjos aos salvos (angelologia)

Google+ Badge

Um Destino cruel...

Eis, acima, um justo destino para os seguidores do PT!

Ars gratia artis!

 photo IMG_20170501_100356_zpsq2vzl3ws.jpg

Add me no Zapzap

 photo whatsapp-blue-tick_zpsae2o5yfc.jpg

Outros sites relevantes

Postagens mais visitadas

Leia também sobre a expiação limitada ou sacrifício eficaz

 photo cristo-bom-pastor 6_zpsufwssugx.jpg


Artigo 8 - A eficácia da morte de Cristo

Este foi o soberano conselho, a vontade graciosa e o propósito de Deus, o Pai, que a eficácia vivificante e salvífica da preciosa morte de seu Filho fosse estendida a todos os eleitos. Daria somente a eles a justificação pela fé e, por conseguinte, os traria infalivelmente à salvação. Isto quer dizer que foi da vontade de Deus que Cristo, por meio do seu sangue na cruz (pelo qual ele confirmou a nova aliança), redimisse efetivamente, de todos os povos, tribos, línguas e nações, todos aqueles, e somente aqueles, que foram escolhidos desde a eternidade para serem salvos e lhe foram dados pelo Pai. Deus quis que Cristo lhes desse a fé, que ele mesmo lhes conquistou com sua morte, com outro dons salvíficos do Espírito Santo. Deus quis também que Cristo os purificasse de todos os pecados por meio do seu sangue, tanto do pecado original como dos pecados atuais, que foram cometidos antes e depois de receberem a fé. E que Cristo os guardasse fielmente até o fim e, finalmente, os fizesse comparecer perante o Pai em glória, sem mácula, nem ruga (Efésios 5:27).

"Cânones de Dort", 2º Capítulo da Doutrina: A Morte de Cristo e a Redenção por meio dela.