BEM-VINDO!


WELCOME!



Pesquisar este blog

You may translate my blog if you needing

Seguidores

Assine minhas postagens

Google+ Followers

domingo, 26 de março de 2017

Programa Na Moral - Debate com Pr. Silas Malafaia Quais os limites da moral na TV

Um homossexual pode livrar-se da homossexualidade, no sentido de que pode dar uma chance para como que aprimorar o próprio gosto, pode interessar-se pelo sexo oposto para o qual foi preparado por natureza, tanto quanto porque o sexo oposto complementa afetivamente um ao outro. Eu, com a graça de Deus, pois sou evangélico, considero-me um ex-gay, porque diz a Bíblia que nenhuma acusação há para quem está em Cristo Jesus, considero-me um gay não praticante, humanamente falando, a parte do que diz as Escrituras, porque ainda que tendo preferência afetiva por rapazes, mas abandonei, graças a Deus, o bom esporte homossexual, e penso que, com Deus em minha vida, eu posso tanto ser casto e celibatário abstendo-me absolutamente de sexo e viver somente para Deus, como diz São Paulo na Escritura, quanto eu posso ter boa vontade para interessar-me pelo sexo oposto. Por fim, como cristão, eu creio no milagre, Deus pode reverter a minha condição desordenada inversiva na homossexualidade, pois para Deus nada é impossível e a descrença e o desleixo espiritual e mesmo intelectual, deve abandonar os gays que relaxam muito fácil entregando-se ao erro homossexual.


A jovem senhora da família que assistia ao programa Na Moral, disse que lhe foi dada uma boa educação, mesmo sem mostrar as deformidades e déficits do mundo como é o caso da homossexualidade, mas isso justamente é ocultar a realidade má do mundo. Eu, na minha experiência homossexual pessoal, já vi pessoas comuns espantadas de terem em mãos simples folhetos, fliers, anunciando uma gay pride, uma parada gay aqui na minha cidade de Belém, a capital do Estado do Pará, no extremo-norte do Brasil. Ora, que raio de educação é essa que mais obscurece, oculta, torna invisível e completamente ignorado o mundo? É interessante, então, a Arte como a Literatura e os folhetins televisivos como os da Globo e de outras TVs, então, do mundo todo, mostrarem tudo, sem qualquer compromisso político ou ideológico seja progressista ou conservador, mas mostrar o que se passa neste nosso baixo mundo que jaz no maligno, como claramente disse São João apóstolo na Escritura.


O vilão é todo o homem pecador, segundo um escopo cristão, comum ao Brasil e ao ocidente, o vilão é todo o homem, escondido na neurose, como diz Sigmund Freud, o esculhambador geral da grande paróquia ocidental cristã.


O senhor pastor Silas Malafaia mostra uma face muito unilateral de Deus, um Deus conservador de direita irado, apressado e com um ódio quase incontrolável, diante do homem, por natureza, filho da ira divina, digno mesmo do inferno. Eu discordaria do grande e corajoso pastor senhor Malafaia, pois sou esquerdista e vejo Deus em Cristo Jesus como o primeiro esquerdista, vejo-O como um Ente supremo gracioso, que, pelo menos no Cristianismo, ao humanizar-se em Jesus Cristo, antes foi muito mais gracioso, paciente, doce e manso do que irado e raivoso, tal qual se mostrou no programa global do Na Moral, o senhor pastor Malafaia.


TV Globo é um lixo, é um órgão de comunicação social muito tendencioso, para engenharia social, é de um esquerdismo maquiavélico, absurdo. A Globo não sabe mostrar nenhum assunto humano como divórcio ou homossexualidade com honestidade, mas como uma caricatura ativista e tendenciosa. A Globo deveria ser fechada, in limine!


Nenhum comentário:

Google+ Badge

Um Destino cruel...

Eis, acima, um justo destino para os seguidores dos revolucionários esquerdistas, liberais e libertários.

Outros sites relevantes

Postagens mais visitadas