You may translate my blog if you needing

Pesquisar este blog

A certeza

 photo Cristo_zpsi9u1t9yx.jpg

"Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." - João 3:16 ARA

Ícones de uma Igreja cristã reformada: de fato bíblica



"E dar-vos-ei pastores segundo o meu coração, os quais vos apascentarão com ciência e com inteligência." Jeremias 3:15 ACF


Da esquerda para a direita e de cima para baixo: Pedro Valdo (c. 1140-c. 1220), Martinho Lutero (1483-1546), João Calvino (1509-1564), John Knox (1514-1572), Charles Spurgeon (1834-1892), Martyn Lloyd Jones (1899-1981), Francis Schaeffer (1912-1984).

Seguidores

Assine minhas postagens

Ars gratia artis!

 photo triunfo444_zpsebb373bd.jpg

Triunfo de Vênus, pura poesia plástica do Renascimento.

Ars gratia artis!

 photo madr_zpsa4265784.jpg

Vênus ou Afrodite, respectivamente, para romanos e gregos, nascendo de uma madrepérola em plena selva amazônica legal, brasileira, de minha cidade de Belém, a capital do Estado do Pará, em uma magnífica escultura no decadente logradouro público de minha referida cidade, na borda do mundo, na Praça da República.

Principia Sapientiae: a Filosofia como mãe e mestra

 photo Rafael_-_Escola_de_Atenas777_zps8e0f0f71.jpg

"Um filósofo é um intercessor, é um sacerdote. Um filósofo é o anfitrião da verdade digna e acessível aos homens." (João Emiliano Martins Neto)


Add me no ZapZap

 photo whatsapp-blue-tick_zpsae2o5yfc.jpg

Principia Sapientiae: Vamos filosofar? Viva a Filosofia!



Assistam ao meu vídeo, supra, em que faço um convite a você, caro leitor, à Filosofia. Meu convite a você leitor que saiamos da Matrix que é a mesmice, o banal do cotidiano e do senso comum tornados como algo muito ruins quando absolutamente inconscientes acerca de suas naturezas intrínsecas.

Entre em contato comigo pelo email (clique no ícone abaixo)









segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Filosofemas meus de cada dia

Nunca conseguimos ser amigos de verdade de quem não pensa, não quer e não age como a gente. É melhor fugir de quem não pensa, não quer e não age como a gente.



***


RECADO PARA O PREFEITO DE MINHA CIDADE, BELÉM DO PARÁ, QUE DISPUTARÁ A REELEIÇÃO NO SEGUNDO TURNO DESTA ELEIÇÃO MUNICIPAL 2016


Prefeito, votei na direita, no Delegado Eder Mauro, no primeiro turno, porque é evidente, ele era uma janela na cortina de ferro esquerdista que há décadas blinda o Brasil para a questão fulcral da segurança pública e também para a liberdade de pensamento e expressão. O senhor, prefeito Zenaldo Coutinho, é mais do mesmo, é apenas um irmão siamês do PT e do PSOL de Edmilson Rodrigues. Vossa Excelência não engana ninguém minimamente cônscio dos assuntos de Política, História e Cultura do Brasil dos últimos 50 anos. Mas pelo menos nominalmente, o Sr. Prefeito é menos radical e na prática o PSDB fez boas coisas para o Brasil como o Plano Real e a Lei de Responsabilidade Fiscal, além das privatizações e muitas vezes, nós, da direita, nos unimos a vocês tucanos para vencermos os irmãos de vocês petistas, porém, mais convictos no esquerdismo. Votarei em você prefeito Zenaldo, no segundo turno, como em 2012 votei em Vossa Excelentíssima nos dois turnos como o menos pior. No final das contas a Política é sempre a mesma merda de sempre, é a arte do possível, não é algo para realizar os nossos sonhos, é algo longe do ideal. É a Política algo sempre bastante humano e por isso precário e essa precariedade é você, Sr. Prefeito, todavia, diante de uma precariedade maior ainda de um Edmilson Rodrigues com a idéia do partido dele, que defende a polêmica Teoria Queer ou a proibição do fumo e parques em praças e locais abertos, votarei em Vossa Excelência, Prefeito Zenaldo, no segundo turno. Conte com meu voto.

Na verdade votar no tal Zenaldo Coutinho é votar no Edmilson Rodrigues disfarçado de Zenaldo, ou seja, é um crasso engodo para um eleitorado maciçamente conservador como o brasileiro de Belém do Pará, é apenas algo mais do mesmo. Mas o PSDB tem sido bem instrumentalizado por nós, direitistas, e pela conjuntura política desde pelo menos a época de Itamar Franco, alguém insuspeito de esquerdismo e hoje é um partido esvaziado de seu conteúdo revolucionário de origem. Do tal conteúdo só restam bodes velhos como FHC, Alberto Goldman, José Aníbal, Aluísio Nunes Ferreira ou José Serra, mas sobretudo a mente do mal que é FHC que já está em idade provecta como morto já está, o Marxismo estatista que já nasceu provecto ao ponto de baixar à cova.

Nem mesmo o Zenaldo Coutinho crê no Zenaldo Coutinho. PSDB é uma esquerda que não ousa dizer o nome, é não ter convicção na ousadia e no desafio ao status quo, que é a luta eminentemente filosófica de desaburguesamento do mundo, tão próprios da esquerda.


Na verdade, votar no tal Zenaldo Coutinho é votar no Edmilson Rodrigues disfarçado de Zenaldo, ou seja, é um crasso engodo para um eleitorado maciçamente conservador como o brasileiro de Belém do Pará, é apenas algo mais do mesmo. Mas o PSDB tem sido bem instrumentalizado por nós, direitistas, e pela conjuntura política desde pelo menos a época de Itamar Franco, alguém insuspeito de esquerdismo e hoje é um partido esvaziado de seu conteúdo revolucionário de origem. Do tal conteúdo só restam bodes velhos como FHC, Alberto Goldman, José Aníbal, Aluísio Nunes Ferreira ou José Serra, mas sobretudo a mente do mal que é FHC que já está em idade provecta como morto já está, o Marxismo estatista que já nasceu provecto ao ponto de baixar à cova.


***
Penso que alguém deve optar conscientemente por algo tão sério como o Cristianismo ou outra que seja religião tradicional ou corrente de pensamento. Um filho meu não será batizado, isto é, não fará opção alguma por sentido ou filosofia de vida ou cosmovisão e não passará por qualquer rito iniciático antes de poder decidir racionalmente pelo mesmo. Penso que as crianças precisam de formação filosófica desde cedo para formar uma consciência crítica livre de preconceitos e pressupostos comprometedores psicologicamente.
O pai de Friedrich Nietzsche, no dia do batismo luterano do pequeno Nietzsche, em um sermão, do púlpito, especulou que futuro estaria reservado para o seu filho.

Para o meu filho quero que meu pequeno João Emiliano Martins III seja homem de pleno direito e fato, um zoon logon, um animal racional, um animal dotado de linguagem com sentido, inserido no mundo das significações. Que meu filho descubra que ser filósofo, que ser um verdadeiro homem, é a melhor opção, para além da violência da tradição, dos costumes, para além da violência dos homens não filósofos que são apenas animais como outros irracionais, ainda que com uma máscara humana, como explica o filósofo alemão Éric Weil.

Seria arriscado até mesmo um batismo, ou um rito iniciático qualquer até mesmo na Filosofia que é a busca do esclarecimento, porque há pessoas que não querem saber de nada a vida toda, digamos, o caso de uma pessoa depressiva, então, se nossa sociedade fosse grega, nem mesmo à invenção grega que foi a Filosofia serviria para certas pessoas. É melhor para as crianças dar uma formação mínima filosófico-crítica, mas jamais um como compromisso totalizante de uma cosmovisão qualquer como a cristã, porque há´pessoas que não são chegadas nem no cristianismo, nem o budismo, nem no judaísmo ou em qualquer outra coisa, este mundo é louco e trágico: imprevisível.

Fés e demais cosmovisões e ideologias e pertencimentos a grupos e guetos e partidos quaisquer desde sempre, desde a infância, criam amarras psicológicas e morais que criam muitos pressupostos e preconceitos que tornam dificultoso o trabalho filosófico no futuro, as pessoas ficam emburrecidas diante da tarefa do pós-conceito próprio da Filosofia. Por isso, penso que a Filosofia deve ser ensinada desde a infância.

Nenhum comentário:

Google+ Badge

Um Destino cruel...

Eis, acima, um justo destino para os seguidores do PT!

Add me no Zapzap

 photo whatsapp-blue-tick_zpsae2o5yfc.jpg

Outros sites relevantes

Postagens mais visitadas

Leia também sobre a expiação limitada ou sacrifício eficaz

 photo cristo-bom-pastor 6_zpsufwssugx.jpg


Artigo 8 - A eficácia da morte de Cristo

Este foi o soberano conselho, a vontade graciosa e o propósito de Deus, o Pai, que a eficácia vivificante e salvífica da preciosa morte de seu Filho fosse estendida a todos os eleitos. Daria somente a eles a justificação pela fé e, por conseguinte, os traria infalivelmente à salvação. Isto quer dizer que foi da vontade de Deus que Cristo, por meio do seu sangue na cruz (pelo qual ele confirmou a nova aliança), redimisse efetivamente, de todos os povos, tribos, línguas e nações, todos aqueles, e somente aqueles, que foram escolhidos desde a eternidade para serem salvos e lhe foram dados pelo Pai. Deus quis que Cristo lhes desse a fé, que ele mesmo lhes conquistou com sua morte, com outro dons salvíficos do Espírito Santo. Deus quis também que Cristo os purificasse de todos os pecados por meio do seu sangue, tanto do pecado original como dos pecados atuais, que foram cometidos antes e depois de receberem a fé. E que Cristo os guardasse fielmente até o fim e, finalmente, os fizesse comparecer perante o Pai em glória, sem mácula, nem ruga (Efésios 5:27).

"Cânones de Dort", 2º Capítulo da Doutrina: A Morte de Cristo e a Redenção por meio dela.