BEM-VINDO!


WELCOME!



Pesquisar este blog

You may translate my blog if you needing

Seguidores

Assine minhas postagens

Google+ Followers

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Cogitationes

A verdade é apenas a procura da verdade, ninguém nunca a encontrou, não se sabe se existe, mas ao longo dos milênios sempre houve gente seduzida pelo pressentimento do que seja a verdade em meio às opiniões dos filósofos ao longo da história e que movidos por tal pressentimento buscaram o que seja a verdade sem jamais encontrá-la. A situação do homem, portanto, diante da verdade é trágica, não há fórmulas e receitas, o homem continua buscando eis o que consiste a verdade.



***

Eu se voltasse a ser protestante seria luterano radical, o homem será sempre essa miséria, nunca será santo e diria como Martinho Lutero disse em carta para Filipe Melâncton: "Pecca fortiter, sed crede fortius." Isto é, peca forte, mas crê com mais força ainda. Pois, podemos deduzir o homem será sempre essa desgraça pecaminosa, mas terá sempre somente a fé em Jesus que o resgate, pois miserável homem que é como diz São Paulo aos Romanos no capítulo VII. Essa pregação de santidade nas seitas protestantes atuais é coisa dos pastores quererem manter um controle sobre as suas ovelhas, é manter um espírito de rebanho no Cristianismo que, muito antes da Reforma, já com Santo Agostinho, formou o homem moderno individualista e subjetivista, livre das amarras da sociedade.


A Bíblia diz no Novo Testamento que cada homem dará conta de si, isso é individualismo e subjetivismo, isso é modernidade, para além disso é mergulhar o homem na pólis, é fazê-lo um homem antigo como Sócrates que poderia ter acatado a sugestão de seu amigo Crítias de evadir-se de Atenas evitando a pena capital que o levou à morte pela ingesta da cicuta. Mas Sócrates, homem antigo, não cogitando a idéia de individualidade e sujeito, jamais imaginaria-se como alguém desgarrado do Estado que para ele era ele mesmo e ele o Estado.



***

Deus ou os deuses, desde Prometeu, sentem inveja do homem, sua criatura, que chegou à maioridade no Éden, tornou-se como a divindade, conhecedora do bem e do mal. O homem brilha como uma estrela.

O filósofo é o homem mais bem acabado, ele realmente toma consciência de que um dia, segundo o mito da criação, o homem comeu do fruto da árvore proibida do saber. O filósofo é o único que se sabe homem.

Nenhum comentário:

Google+ Badge

Um Destino cruel...

Eis, acima, um justo destino para os seguidores dos revolucionários esquerdistas, liberais e libertários.

Outros sites relevantes

Postagens mais visitadas