You may translate my blog if you needing

Pesquisar este blog

Χριστός λυτρωτής (Cristo, o Salvador)

 photo Cristo_zpsi9u1t9yx.jpg

"Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." - João 3:16 ARA

Ícones de uma Igreja cristã reformada: de fato bíblica



"E dar-vos-ei pastores segundo o meu coração, os quais vos apascentarão com ciência e com inteligência." Jeremias 3:15 ACF


Da esquerda para a direita e de cima para baixo: Pedro Valdo (c. 1140-c. 1220), Martinho Lutero (1483-1546), João Calvino (1509-1564), John Knox (1514-1572), Charles Spurgeon (1834-1892), Martyn Lloyd Jones (1899-1981), Francis Schaeffer (1912-1984).

Seguidores

Assine minhas postagens

Ars gratia artis!

 photo triunfo444_zpsebb373bd.jpg

Triunfo de Vênus, pura poesia plástica do Renascimento.

Ars gratia artis!

 photo madr_zpsa4265784.jpg

Vênus ou Afrodite, respectivamente, para romanos e gregos, nascendo de uma madrepérola em plena selva amazônica legal, brasileira, de minha cidade de Belém, a capital do Estado do Pará, em uma magnífica escultura no decadente logradouro público de minha referida cidade, na borda do mundo, na Praça da República.

Principia Sapientiae: a Filosofia como mãe e mestra

 photo Rafael_-_Escola_de_Atenas777_zps8e0f0f71.jpg

"Um filósofo é um intercessor, é um sacerdote. Um filósofo é o anfitrião da verdade digna e acessível aos homens." (João Emiliano Martins Neto)


Add me no ZapZap

 photo whatsapp-blue-tick_zpsae2o5yfc.jpg

Principia Sapientiae: Vamos filosofar? Viva a Filosofia!



Assistam ao meu vídeo, supra, em que faço um convite a você, caro leitor, à Filosofia. Meu convite a você leitor que saiamos da Matrix que é a mesmice, o banal do cotidiano e do senso comum tornados como algo muito ruins quando absolutamente inconscientes acerca de suas naturezas intrínsecas.

Entre em contato comigo pelo email (clique no ícone abaixo)









sábado, 15 de outubro de 2016

Minha apologia a Martinho Lutero

Martinho Lutero
Teólogo, doutor e mestre da graça é Martinho Lutero que ensinava que é para pecarmos bastante, mas crermos com mais força ainda, porque seremos sempre esta miséria humana que é o homem cego, sempre só mais um filósofo, cegos para com o que seja a verdade, mas teremos somente a fé a fim de salvar-nos. Também Lutero ensinou que se o diabo tentar-nos com bebedeira, que bebamos, em nome de Jesus, a fim de que o diabo não fique chantageando a gente por causa de ninharias. Não sou protestante, sou católico, mas reconheço a assertividade dessas lições do Martinho Lutero.

O Marxismo e meu entendimento atual do mesmo


A práxis revolucionária marxista responde à ingenuidade e açodamento do ativismo burguês reacionário e ao idealismo sonhador e platônico das almas teoréticas. Eis o que até o presente instante entendo por Marxismo.

ALERTA AOS HOMOSSEXUAIS!


Depois do sexo com um macho segue a agressão, porque qualquer macho, gay ou não, quando faz sexo com uma pessoa do seu mesmo sexo tem o próprio orgulho masculino desafiado, zombado por não ter praticado sexo com uma pessoa do sexo oposto que é o objetivo do macho neste mundo. O orgulho não suporta ser zombado, é mal humorado ao extremo, é depressivo e sério demais, o riso lhe estoura a bolha, então, segue-se que o parceiro gay será agredido por quem acabou de lhe comer.

quinta-feira, 13 de outubro de 2016

O que é o meu Socialismo e Comunismo


Eu pessoalmente não gosto muito do Capitalismo, porque as relações humanas ficam muito mais condicionadas ao ter e não ao ser, eis o que é para mim o meu Socialismo ou Comunismo. Imagino eu com minha amada namorada em uma pracinha de minha cidade a namorar e seu não tiver uma flor para oferecer-lhe, mas somente uma poesia que escrevi como quem dá a luz a um filho não serei tão querido pela minha namorada.

Por que tanta perseguição?

Michel Foucault
Michel Foucault dizia que Platão criou a primeira heterotomia da História ao criar a sua Academia, em Atenas. Só em tal lugar vigeriam as suas próprias leis diferentes das leis opressivas e cheias de tabu da pólis em que vigoraria a chamada ortotomia. Um Sócrates não adotou tal método e deu no que deu, sofreu a pena capital em sua Atenas amada; Platão foi vendido como escravo por querer aplicar uma pedagogia filosófica ao tirano de Siracusa, Dionísio II;

Minha defesa da Preguiça

Educação inclusiva: Inclusão ou exclusão?

Eu estou no primeiro semestre de um curso de licenciatura em Filosofia e estou estudando a tal Educação Inclusiva e pelo pouco que sei parece-me um absurdo total tal tipo de educação. Discriminar é preciso, há pessoas muito diferentes da média, seja por deficiência ou seja por altas capacidades que precisam de um atendimento especial. Mas é lei, eu obedecerei, serei de todos os meus alunos, sobretudo os deficientes ou altamente capacitados, o melhor professor que eu possa ser, mas a coisa ficou formidavelmente complicada com tal lei draconiana.

 

Um apoio aos filósofos

Demócrito e Heráclito
Eu acho que nos cursos de Filosofia só deveriam pagar pelos estudos aqueles estudantes religiosos, os quais querem instrumentalizar a Filosofia para alguma idéia avessa à reflexão, avessa ao que seja a Filosofia.

Eu, filósofo, sobre o que seja Cristianismo


Santidade não existe. O que há é fé em Jesus para a salvação humana, pois só a vida e obra de Cristo foram impecáveis. Nesse sentido o que São Paulo diz em Romanos VII confirma a doutrina da Sola fides protestante.

Santidade e obras coloca o Cristianismo em pé de igualdade com as antigas e modernas concepções de religião humana.

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Minha opinião sobre a PEC 241

Se um governo não investir em sua nação, como aparentemente é o caso da austeridade apregoada pela PEC 241, ficaremos todos ao Deus dará, ou seja, vamos todos começar a rezar, porque tudo há de vir do Céu e será graça divina. 

terça-feira, 11 de outubro de 2016

Decida-se (um adendo)


Ou Filosofia ou Religião. Ou o entendimento ou a obediência e um mestre como o professor e filósofo Olavo de Carvalho concorda comigo nesse sentido inteiramente.

O filósofo religioso vive um drama entre a fidelidade e a ânsia filosófica por querer saber.

O filósofo religioso acaba sendo um farsante e um covarde.

Não quero tal destino pra mim, sou só filósofo.

Um antídoto para a homossexualidade


Eu defendo como um antídoto para a homossexualidade a generosidade no gosto e o amor. É só pensar que, tudo bem, o indivíduo tem aquele gosto por pessoas do seu mesmo sexo,

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

A condição de filósofo

Um filósofo não é nada sem fazer generalizações. Um filósofo é sempre nominalista e universalista. E não fazer generalizações, já é uma generalização, não se engane, caro leitor.



Um filósofo sem generalizações, sem ser universalista ou, em outras palavras,

domingo, 9 de outubro de 2016

Ronaldo Caiado DEFENDE voto em lista fechada!

Redefinição do ser humano por uma redefinição da Filosofia


Uma redefinição do ser humano começa por uma crítica, atividade tão cara ao filósofo, da atividade mesma que é a Filosofia que torna o homem como homem, isto é, filósofo, segundo o filósofo Éric Weil, em sua majestosa magnum opus, "Lógica da Filosofia". A Filosofia precisa ser revista quanto aos seus cânones e instituição que tem sido à de uma figura que eu considero monstruosa não só na face, pois ele era feio, mas também n'alma, falo de Sócrates. Monstrum in fronte, monstrum in anima, como diz o brocardo latino, isto é, feio na cara, feio n'alma, assim era Sócrates. Ele que é o patrono da Filosofia no Ocidente, desviou a Filosofia de sua temática cosmológica de outrora, a dos pré-socráticos, um deles foi um seu contemporâneo e de Platão, Demócrito de Abdera, os quais eram os filósofos ditos físicos, segundo Aristóteles, os fisiologoi, estudavam a natureza. Nos pré-socráticos víamos a unidade entre pensamento e vida. Ora, tal abordagem, a do céu, como dizia Sócrates, não era para o feioso interessante, mas ele queria concentra-se no animal doente que é o homem. O homem que viaja na maionese, que pensa demais e vive de menos, o homem que acha que pelo pensamento consegue dar conta da tragédia e surpresa e casualidade que é o mundo. Então, Sócrates, zanzando por Atenas, querendo que Atenas inteira fosse uma escola filosófica para pensar o homem, foi pelo homem, seus próprios compatriotas atenienses destruído.

De repente Sócrates


Pode o filósofo acabar morto pela reflexão que o mundo não quer, pois quer somente a não reflexão e o dogmatismo. Se o filósofo chegar ao extremo insano de ser assassinado por propiciar a simples reflexão, o pensamento amanhecer nas trevas comuns à caverna platônica tenebrosa que é o mundo, de repente, então, a história de Sócrates reproduzir-se-á novamente no mundo como aconteceu como Platão vendido como escravo pelo tirano terrível, Dionísio II, de Siracusa ou Aristóteles que precisou exilar-se da cidade-estado de Atenas, quando o partido anti-macedônico tomou o poder na excelente pólis grega

Google+ Badge

Um Destino cruel...

Eis, acima, um justo destino para os seguidores do PT!

Ars gratia artis!

 photo IMG_20170501_100356_zpsq2vzl3ws.jpg

Add me no Zapzap

 photo whatsapp-blue-tick_zpsae2o5yfc.jpg

Outros sites relevantes

Postagens mais visitadas

Leia também sobre a expiação limitada ou sacrifício eficaz

 photo cristo-bom-pastor 6_zpsufwssugx.jpg


Artigo 8 - A eficácia da morte de Cristo

Este foi o soberano conselho, a vontade graciosa e o propósito de Deus, o Pai, que a eficácia vivificante e salvífica da preciosa morte de seu Filho fosse estendida a todos os eleitos. Daria somente a eles a justificação pela fé e, por conseguinte, os traria infalivelmente à salvação. Isto quer dizer que foi da vontade de Deus que Cristo, por meio do seu sangue na cruz (pelo qual ele confirmou a nova aliança), redimisse efetivamente, de todos os povos, tribos, línguas e nações, todos aqueles, e somente aqueles, que foram escolhidos desde a eternidade para serem salvos e lhe foram dados pelo Pai. Deus quis que Cristo lhes desse a fé, que ele mesmo lhes conquistou com sua morte, com outro dons salvíficos do Espírito Santo. Deus quis também que Cristo os purificasse de todos os pecados por meio do seu sangue, tanto do pecado original como dos pecados atuais, que foram cometidos antes e depois de receberem a fé. E que Cristo os guardasse fielmente até o fim e, finalmente, os fizesse comparecer perante o Pai em glória, sem mácula, nem ruga (Efésios 5:27).

"Cânones de Dort", 2º Capítulo da Doutrina: A Morte de Cristo e a Redenção por meio dela.