You may translate my blog if you needing

Pesquisar este blog

A certeza

 photo Cristo_zpsi9u1t9yx.jpg

"Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." - João 3:16 ARA

Ícones de uma Igreja cristã reformada: de fato bíblica



"E dar-vos-ei pastores segundo o meu coração, os quais vos apascentarão com ciência e com inteligência." Jeremias 3:15 ACF


Da esquerda para a direita e de cima para baixo: Pedro Valdo (c. 1140-c. 1220), Martinho Lutero (1483-1546), João Calvino (1509-1564), John Knox (1514-1572), Charles Spurgeon (1834-1892), Martyn Lloyd Jones (1899-1981), Francis Schaeffer (1912-1984).

Seguidores

Assine minhas postagens

Ars gratia artis!

 photo triunfo444_zpsebb373bd.jpg

Triunfo de Vênus, pura poesia plástica do Renascimento.

Ars gratia artis!

 photo madr_zpsa4265784.jpg

Vênus ou Afrodite, respectivamente, para romanos e gregos, nascendo de uma madrepérola em plena selva amazônica legal, brasileira, de minha cidade de Belém, a capital do Estado do Pará, em uma magnífica escultura no decadente logradouro público de minha referida cidade, na borda do mundo, na Praça da República.

Principia Sapientiae: a Filosofia como mãe e mestra

 photo Rafael_-_Escola_de_Atenas777_zps8e0f0f71.jpg

"Um filósofo é um intercessor, é um sacerdote. Um filósofo é o anfitrião da verdade digna e acessível aos homens." (João Emiliano Martins Neto)


Add me no ZapZap

 photo whatsapp-blue-tick_zpsae2o5yfc.jpg

Principia Sapientiae: Vamos filosofar? Viva a Filosofia!



Assistam ao meu vídeo, supra, em que faço um convite a você, caro leitor, à Filosofia. Meu convite a você leitor que saiamos da Matrix que é a mesmice, o banal do cotidiano e do senso comum tornados como algo muito ruins quando absolutamente inconscientes acerca de suas naturezas intrínsecas.

Entre em contato comigo pelo email (clique no ícone abaixo)









sábado, 6 de fevereiro de 2016

Um dever imperioso

Devemos duvidar de tudo, incluindo duvidar da própria dúvida e incluindo devemos duvidar de uma tal glória ao que chamamos de divindade. Porque bem disse o mestre dos sábios (Aristóteles), o princípio da sabedoria é a dúvida e o homem sábio é o homem feliz que irradia o máximo de lição a respeito do fim supremo do homem que é e sempre será a felicidade que pode estar bem distante da histeria muito comum dos protestantes que gritam em altos brados nos púlpitos de suas seitas, perturbando e infelicitando a vizinhança, eles gritam: - SDG (Soli Deo gloria)!

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Idéia anti-judaica

Obedecer a Torá não salva, porém só desperta o orgulho de quem a tenta cumprir. Só a fé em Jesus salva, sem obras, pra que ninguém se orgulhe.

Milagres em abundância

Corpo incorrupto de São Pio de Pietrelcina adentra neste momento à Basílica de São Pedro, hoje, dia 05 de fevereiro de 2016.
Milagres como esse do corpo incorrupto do Padre Pio e de seu ministério sacerdotal tão apaixonado, porque sofrido e cheio de desafios e aventuras, assim como o corpo incorrupto de Santa Bernadette Soubirous e de seu ministério da mesma forma marcante, sofrido, apaixonado e etc. são entre muitas e inumeráveis provas de que não passam ou de ignorantes e simples retardados mentais ou ainda bandidos safados todos aqueles que se recusam a se tornarem católicos. Se forem selvagens da floresta ou doentes mentais, Deus certamente os perdoará por ignorância invencível, quanto ao resto espero que se ferrem o quanto antes por desprezarem tão grande amor, misericórdia, salvação e provas abundantíssimas de veracidade que só encontramos na religião católica.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Para participar com fruto da Santa Missa



Micro consideração histórica acerca do idealismo

O idealismo até o século XVII, diria eu, ainda que ensimesmado na suposta realidade do eu, do cogito, ainda se apoiava em algo como Deus para garantir a comunicabilidade como o mundo e com o próprio eu. A partir do século XVIII, basicamente com Kant, o eu toma as rédeas da situação e passa a impor um preconceito subjetivista atroz sobre a realidade que o transcende e o vence.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Objetividade


Sejamos objetivos. Deus quis entrar no mundo em forma humana, sendo assim Maria foi indispensável na consecução desse desígnio. A matéria, a causa material, por assim dizer, desse Deus, não poderia ser uma mulher qualquer como o são as nossas mulheres comuns pecadoras, precisava ser a "kecharitomene", a agraciada, como disse o Arcanjo, isto é, uma imaculada, a humanidade primordial sem a culpa original para dar vida ao próprio Deus imaculado. Ora, diante de tal colosso, como, então, nós católicos não teríamos por Nossa Senhora uma devoção acima da devoção que temos a todos os santos e anjos se, por exemplo, no caso dos anjos um anjo do porte de um São Gabriel mostrou uma tal admiração pela caridade de Maria ao chamá-la de agraciada?

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Meu elogio da loucura

Se como Erasmo de Roterdã eu pudesse elogiar a loucura, eu diria, segundo a minha própria experiência de vida na loucura que foi para mim o transtorno bipolar, eu diria que os efeitos do estado maníaco que experimentei, pois nunca caí em depressão, foram os mais estimulantes para que eu pudesse desempenhar atividades comuns do dia-a-dia e até mesmo atividades intelectuais, vez que eu conversava com pessoas pelas redes sociais na internet.


Viva, então, essa como que santa loucura que são os episódios maníacos do transtorno bipolar ou meio que unipolar no meu caso. Glória, então, à boa disposição, bom humor e boa vontade que não se encontra em indivíduos ditos normais.

Mas é claro, eis que é um estado este, dos episódios maníacos, assim como os depressivos, exigem tratamento, porque levam o paciente a cometer atitudes que podem levá-los mesmo a correr risco de morte como a busca de esportes radicais no estado maníaco ou o suicídio pela perda do sentido e motivação para viver nos casos de depressão.

Mas, um viva, de toda forma, ao que possa haver de incomparavelmente recompensador e bom mesmo nas maiores dores e abismos sem fundo na vida. Trata-se do bem vencendo, é Deus querendo tirar de uma experiência amarga, raízes amargas escondidas no solo duro, escuro e sujo, mas doces frutos de superação, amor, fé, perseverança, paciência, perdão, compaixão, enfim, santidade.

Carta aberta ao padre Geffison Silva

Padre Geffison Silva,

Padre Geffison Silva

Salve Maria.

Como vai? Queria dizer para o senhor que os padres, bispos, os leigos, também, são importantes na Igreja, eles são a Igreja, são a face visível de Cristo, são o corpo de Cristo. Nós meros leigos irmos à Igreja por causa de um padre, por amor a um sacerdote ordenado é algo normal e até recomendável, porque qualquer católico é a face visível de Cristo por ser o seu corpo, a sua Igreja. Eu mesmo me considero filho espiritual de um padre bem diferente do seu estilo moderno sentimentalista condenável, sou filho do Padre Paulo Ricardo de Azevedo Jr. (http://www.padrepauloricardo.org) que é um padre, graças a Deus, conservador. Note que um clérigo ou um leigo que se corrompe é o corpo de Cristo que é ferido. É Cristo sendo novamente exposto ao vitupério, a surras e crucificação.

Semel catholicus, semper catholicus. Por tudo isso, sigo rezando pelo senhor, pela sua recuperação espiritual, ainda que certamente não mais com uma função de sacerdote ordenado na Igreja, mas sempre sacerdote o senhor será por ter recebido um sacramento indelével como o da ordem, mas assim como eu que sou leigo até o mais augusto cardeal e o próprio Papa, nós todos somos sacerdotes do Altíssimo. Somos reis, profetas e sacerdotes, porque recebemos o sacramento primordial de nossa fé que é o batismo. Por isso que é certo o brocardo latino que diz que uma vez católico, sempre católico.

Que Deus o abençoe, por Maria nossa Mãe Santíssima Nossa Senhora de Nazaré que Ela una o seu coração ao coração imaculado dela com cordas do Círio de fé, esperança, sobretudo amor ainda que pelo sofrimento já que somos todos reles pecadores empedernidos e fracos e em cordas do Círio de sacrifício ainda que o nosso testemunho de sacrifício seja o de cuidar de uma família com muitos filhos e até mesmo dar a nossa vida, verter o nosso sangue por amor a Deus acima de todas as coisas.


ABRAÇOS!"

domingo, 31 de janeiro de 2016

O campeão do idealismo


O idealismo, a meu ver, mais sério é o de Baruch de Espinosa. Porque a correspondência que há entre a única substância digna desse nome, isto é, que é em si (a se) e por si (per si) que é Deus junto às suas afecções que são a coisa extensa (res extensa) que é o mundo e o homem que seria a res cogitans, a coisa pensante, parece-me genial e rompe, realmente, com o abismo metafísico que havia entre o eu pensante, desde Descartes, e o mundo e ainda, diria eu, garante a veracidade driblando o gênio maligno enganador.

Na seara do idealismo, Espinosa parece-me invencível.

Rumo ao abismo

Padre Geffison Silva

Eu penso o seguinte, desse caso do Padre Geffison (para saber mais sobre esse referido caso clique aqui), esse tipo de devoção moderna sentimentalista e ultra-emocional com suas musiquinhas barulhentas românticas e promotora dos instintos promovida pela Renovação Carismática dita Católica com seus falsos dons de língua e adivinhação é que cria aberrações como esse Padre Geffison, ele mesmo um músico no estilo moderno, que na exaltação sentimentalóide e instintiva de uma fé que abandona ao vontade e a liberdade humana para aderir ou não aos estatutos divinos só leva a criatura a buscar mais e mais sensações e, então, o ser humano encontra-se a um passo de cair no abismo. Geffison da Silva, Sacerdote do Altíssimo, caiu no abismo. Segundo se sabe relacionou-se sexualmente com várias mulheres e teve filhos com as mesmas. É isso que deu as pazes que a Igreja Católica celebrou com o mundo e o mundo moderno, desde o Concílio Vaticano II, no lugar de combater tudo o que é mundano, como ensinou o Apóstolo São Paulo.

Google+ Badge

Um Destino cruel...

Eis, acima, um justo destino para os seguidores do PT!

Add me no Zapzap

 photo whatsapp-blue-tick_zpsae2o5yfc.jpg

Outros sites relevantes

Postagens mais visitadas

Leia também sobre a expiação limitada ou sacrifício eficaz

 photo cristo-bom-pastor 6_zpsufwssugx.jpg


Artigo 8 - A eficácia da morte de Cristo

Este foi o soberano conselho, a vontade graciosa e o propósito de Deus, o Pai, que a eficácia vivificante e salvífica da preciosa morte de seu Filho fosse estendida a todos os eleitos. Daria somente a eles a justificação pela fé e, por conseguinte, os traria infalivelmente à salvação. Isto quer dizer que foi da vontade de Deus que Cristo, por meio do seu sangue na cruz (pelo qual ele confirmou a nova aliança), redimisse efetivamente, de todos os povos, tribos, línguas e nações, todos aqueles, e somente aqueles, que foram escolhidos desde a eternidade para serem salvos e lhe foram dados pelo Pai. Deus quis que Cristo lhes desse a fé, que ele mesmo lhes conquistou com sua morte, com outro dons salvíficos do Espírito Santo. Deus quis também que Cristo os purificasse de todos os pecados por meio do seu sangue, tanto do pecado original como dos pecados atuais, que foram cometidos antes e depois de receberem a fé. E que Cristo os guardasse fielmente até o fim e, finalmente, os fizesse comparecer perante o Pai em glória, sem mácula, nem ruga (Efésios 5:27).

"Cânones de Dort", 2º Capítulo da Doutrina: A Morte de Cristo e a Redenção por meio dela.