Pesquisar este blog

Assine minhas postagens

Google+ Followers

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

O que eu busco?


Eu busco, caro amigo leitor, uma vida de relação. Primeiro busco o relacionamento com meu semelhante, porque bem diz o apóstolo São João que quem não ama ao irmão a quem vê como amará a Deus a quem não vê?
O meu semelhante, o irmão é a imagem e semelhança do Criador, do Absoluto, ainda que uma sombra, pois o homem é marcado pelo pecado original e ainda que o nosso conhecimento do homem e de tudo o que é comum ao mundo seja uma sombra das idéias que é a verdade do ser de cada coisa que há no mundo e que apreendemos com mais exatidão pela inteligência do que com os sentidos muitas vezes presas de vícios, como ensinava Platão.

Uma vida de relação com o ser humano e com tudo o mais o que é comum ao mundo, mas com o ser humano, em especial, não pode prescindir de um caminho ascensional, para cima, para o que há de mais alto e melhor. Não se iluda, caro leitor, o homem não se contenta com coisas mundanas ou com coisas que falseiem a natureza de sua alma que é espiritual, inteligível, sobretudo pela inteligibilidade que proporciona a fé em Jesus Cristo, o qual purifica instantaneamente a alma humana pelo sangue desse Cristo que é o Cordeiro sem mácula. O homem só se diferencia dos anjos, porque tem um corpo, carrega o fardo que o liga à animalidade de um mundo marcado pelo pecado original que todo homem cometeu com Adão, seu pai, lá no Éden. O coração do homem é mui grande, nada deste mundo e nada carnal, isto é, que transtorne a natureza de sua alma espiritual, como eu dissera, nada disso pode satisfazer o homem e se você quer relacionar-se com o ser humano, que é o que eu busco, pois sou uma pessoa expansiva e comunicativa, sem você saber que nada mundano, carnal falseador e nem as seduções do diabo podem satisfazer homens que não sejam doentes mentais absolutamente irremediáveis ou monstros psicopatas.

Eu busco os outros homens, meu caro leitor, e como tal busco a verdade, busco Deus, busco tais coisas nos verdadeiros e dignos seres humanos dignos de serem chamados de homens que é o outro nome para os santos.

Nenhum comentário:

Google+ Badge

Um Destino cruel...

Eis, acima, um justo destino para os seguidores dos revolucionários hereges protestantes, esquerdistas, liberais e libertários.

Outros sites relevantes

Postagens mais visitadas