You may translate my blog if you needing

Pesquisar este blog

Χριστός λυτρωτής (Cristo, o Salvador)

 photo Cristo_zpsi9u1t9yx.jpg

"Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna." - João 3:16 ARA

Ícones de uma Igreja cristã reformada: de fato bíblica



"E dar-vos-ei pastores segundo o meu coração, os quais vos apascentarão com ciência e com inteligência." Jeremias 3:15 ACF


Da esquerda para a direita e de cima para baixo: Pedro Valdo (c. 1140-c. 1220), Martinho Lutero (1483-1546), João Calvino (1509-1564), John Knox (1514-1572), Charles Spurgeon (1834-1892), Martyn Lloyd Jones (1899-1981), Francis Schaeffer (1912-1984).

Seguidores

Assine minhas postagens

Ars gratia artis!

 photo triunfo444_zpsebb373bd.jpg

Triunfo de Vênus, pura poesia plástica do Renascimento.

Ars gratia artis!

 photo madr_zpsa4265784.jpg

Vênus ou Afrodite, respectivamente, para romanos e gregos, nascendo de uma madrepérola em plena selva amazônica legal, brasileira, de minha cidade de Belém, a capital do Estado do Pará, em uma magnífica escultura no decadente logradouro público de minha referida cidade, na borda do mundo, na Praça da República.

Principia Sapientiae: a Filosofia como mãe e mestra

 photo Rafael_-_Escola_de_Atenas777_zps8e0f0f71.jpg

"Um filósofo é um intercessor, é um sacerdote. Um filósofo é o anfitrião da verdade digna e acessível aos homens." (João Emiliano Martins Neto)


Add me no ZapZap

 photo whatsapp-blue-tick_zpsae2o5yfc.jpg

Principia Sapientiae: Vamos filosofar? Viva a Filosofia!



Assistam ao meu vídeo, supra, em que faço um convite a você, caro leitor, à Filosofia. Meu convite a você leitor que saiamos da Matrix que é a mesmice, o banal do cotidiano e do senso comum tornados como algo muito ruins quando absolutamente inconscientes acerca de suas naturezas intrínsecas.

Entre em contato comigo pelo email (clique no ícone abaixo)









sábado, 22 de junho de 2013

A culpa da corrupção é do Foro de São Paulo: notas

 

"A soma das vozes populares dá potência ao movimento, mas é a liderança que o canaliza e aproveita politicamente. Não adianta nada haver milhões de conservadores gritando nas ruas contra Dirceu, Lula e Dilma, se tudo só servir para dar mais poder à única liderança ativa do momento, que é o Foro de São Paulo. Será, pela milésima vez, a revolução lucrando com a denúncia de seus próprios crimes."
(Olavo de Carvalho)

"O importante para o Foro de São Paulo não é defender Dilma ou o PT, mas assegurar que o movimento das ruas desembocará num resultado socialista, mesmo que seja preciso sacrificar a presente liderança visível. O entusiasmo patriótico das massas tem força, mas não direção. As águas não vão para onde desejam, mas para onde são canalizadas. A esquerda tem dezenas de anos de prática em canalizar a vontade popular, e os conservadores, patriotas etc. não têm nenhuma, tanto que imaginam que a vontade popular se transfigura, por si e espontaneamente, em decisões políticas e legais, coisa impossível entre quantas já passaram por uma cabeça oca."
(Olavo de Carvalho)

"A massa pode ser conservadora e patriótica o quanto bem entenda, mas a iniciativa está nas mãos do Foro de São Paulo. A esquerda não só iniciou o movimento, mas conserva a dianteira e, aparentemente, não tem concorrentes. Pode surgir uma nova liderança, do nada? Pode, mas não há sinais de que isso vá acontecer. Cada militante esquerdista que sobe na vida, conquista cargos e se torna famoso está SEMPRE decidido a perder tudo isso se for em benefício da causa. Lula, Dilma e Dirceu não são exceções. Oportunistas e carreiristas têm pouquíssima chance no Foro de São Paulo. Onde eles prosperam é nos partidos "de direita", que não lutam por causa nenhuma mas apenas pela manutenção dos cargos de quem já os tem."
(Olavo de Carvalho)

"Nenhum de vocês, cidadãos comuns, tem a menor culpa pela inexistência de um movimento conservador decente. Movimentos custam MUITO dinheiro; nenhum tem começo modesto, todos vêm das grandes fortunas. O que não custa dinheiro é a iniciativa intelectual, como por exemplo a minha, mas ela não pode por si criar nem instaurar um movimento. Por isso o conservadorismo existe no Brasil como corrente de pensamento, mas não como movimento político. As igrejas evangélicas começaram um movimento, mas ainda incipiente. E uma massa de fiéis não é ainda uma militância, falta muito para isso."
(Olavo de Carvalho)

"Se um único general tomasse a dianteira e prendesse os corruptos que a massa revoltada quer ver na cadeia, ganharia instantaneamente o apoio de toda a população, inclusive de grande parte dos agitadores de rua, e teria então autoridade para cavar mais fundo e quebrar a espinha do Foro de São Paulo. Viraria a mesa num estalar de dedos. É nessas horas que os heróis surgem ou desaparecem para sempre. No meu modesto entender, só estão buscando uma desculpa elegante para desaparecer, e aliás nem precisam disso, pois já desapareceram."
(Olavo de Carvalho)

"Se o Joaquinzão [Joaquim Barbosa, presidente do STF] tivesse duas bolas, em vez de uma e meia (o que no Brasil já é até excesso), ele não hesitaria em impor sua autoridade por meio das Forças Armadas, e se tornaria o maior herói nacional de todos os tempos."
(Olavo de Carvalho)

"Os fulanos saem à rua exigindo a prisão dos corruptos que o governo protege, e quando sugiro que o STF realize isso mesmo por meio das Forças Armadas, eles respondem que estou pregando um 'golpe militar'. Será que estou falando com macacos?"
(Olavo de Carvalho)

"Vão me acusar de racista porque eu disse que o Joaquinzão só tem uma bola e meia."
(Olavo de Carvalho)

"No Brasil é tão normal, tão obrigatório pensar com meras figuras de linguagem e slogans colhidos da mídia, que quando um sujeito simplesmente analisa as coisas cientificamente, chega às conclusões corretas e faz previsões acertadas, logo o chamam de profeta ou querem matá-lo. O que estou fazendo nas minhas análises da conjuntura nacional não é nada mais do que praticar as CIÊNCIAS SOCIAIS, que os profissionais universitários da matéria desconhecem por completo."
(Olavo de Carvalho)

"Quaisquer que venham a ser os desenvolvimentos da onda de protestos no Brasil, sua primeira vítima está ali, caída no chão para não se levantar nunca mais, e ninguém sequer se deu conta da sua presença imóvel e fria: é a 'direita' brasileira. (...)"
(Olavo de Carvalho - Leia o artigo completo.)

"A esquerda pode lucrar com o crescimento da baderna ou, igualmente, com a repressão estatal do movimento. Ela está dos dois lados, controlando o tabuleiro magistralmente."
(Olavo de Carvalho)

"Não é de hoje que a esquerda se divide para assim monopolizar o espaço do debate e da concorrência. Prestes x Marighela, Brizola x Lula, PT x PSDB, lulistas ('moderados') x 'radicais' e assim por diante. É uma técnica e uma compulsão ao mesmo tempo. Faz parte da estrutura dos movimentos revolucionários. Cada vez que aparece uma dessas divisões, os idiotas da direita festejam, achando que vai enfraquecer a esquerda."
(Olavo de Carvalho)

"É como me disse, num cochicho discreto, o ex-ministro romeno das Relações Exteriores, Andrei Pleshu, um tremendo gozador: 'É preciso restaurar o movimento conservador - com a ressalva que já não há mais nada para conservar.'"
(Olavo de Carvalho)

E para quem pede solução...

"Marcia Regina Ferreira pergunta:

'Eu gostaria de saber, do Olavo Carvalho, a quem muito prezo e admiro o discurso inteligente, na opinião dele, como deveria ser feito.'

Resposta:

Não tenho fórmula pronta, mas a experiência histórica mostra que a formação dos grandes movimentos políticos obedece a uma sequência mais ou menos imutável. (1) Iniciativas intelectuais isoladas; (2) Organização dos intelectuais numa rede de debates, que podem prosseguir por muito tempo sem nenhuma ação política propriamente dita; (3) Aglutinação de recursos financeiros; (4) Adestramento de militantes; (5) Conquista, criação e ampliação dos meios de ação; (6) Criação de um Estado Maior para discussão estratégica e tática (o Foro de São Paulo é isso); (7) Desencadeamento de ações; (8) Manutenção do controle e revisão permanente das estratégias e táticas à luz dos resultados obtidos. Como você pode ver, nossos iluminados políticos e empresários conservadores não estão sequer à altura de participar do capítulo 1. Agradeço à Márcia a iniciativa de fazer uma pergunta tão oportuna."
(Olavo de Carvalho)

"Na esfera intelectual, que é decerto bem mais modesta, já dei pessoalmente o exemplo de como se faz. Como diziam os Founding Fathers: oferecer nossa VIDA, nossa HONRA, nossos BENS e nossa LIBERDADE."
(Olavo de Carvalho)

"Ter razão é a minha profissão."
(Olavo de Carvalho)

"A existência do Brasil desmente o Princípio de Razão Suficiente."
(Olavo de Carvalho)

* * * * *

QUEREM PROTESTAR? Protestem contra o inimigo certo!



"Alguma manifestação contra o Foro de São Paulo, a entidade que Lula fundou [em 1990] junto com o ditador genocida Fidel Castro e que, com a participação de grupos terroristas como as Farc e demais partidos comunistas latino-americanos, articulou a bem-sucedida tomada do poder em todo o continente, debilitando a soberania nacional e fomentando o tráfico de drogas no país dos 50 mil homicídios por ano, onde aliás os menores incendeiam os maiores, com a certeza da impunidade?"
(Felipe Moura Brasil - aqui.)

Siiiiiiiim! Agora siiiiiiiiiim!

SAIBA MAIS AQUI.

"Essa manifestação contra o Foro pode ser o teste decisivo. Conforme predomine o apoio ou o boicote, o rumo das coisas se tornará claro e inequívoco."
(Olavo de Carvalho)

"Para os que têm alguma voz no capítulo, o que importa agora é deixar claro e repetir milhões de vezes que a culpa da corrupção e do descalabro todo é do FORO DE SÃO PAULO, e não de políticos individuais dos quais o próprio Foro pode estar querendo se livrar, seguindo nisso a velha técnica revolucionária de sobreviver limpando-se na sua própria sujeira."
(Olavo de Carvalho)



Notas publicadas pelo filósofo no Facebook, organizadas por Felipe Moura Brasil.

A nós que somos pecadores

Por João Emiliano Martins Neto

Eu mentia

E enquanto via

minha imagem ao espelho

dizer que no mundo quem só valhe a pena sou eu

A cada rapinagem que finalmente percebia

Contra toda miopia...

era um lampejo de sentido que reaparecia...

sexta-feira, 21 de junho de 2013

O jogo político e a paz de Deus

Por João Emiliano Martins Neto

  • Badernas 2013 pelo Brasil todo

Logo cedo
De novo?
Nada debaixo do céu e novo
Aquele apontado dedo.

Enquanto discutiam
Ambos cuspiam
Seus orgulhos feridos
Auto-suficiências
De um lado o nojo pelos clamores dos feridos
De outro o ateísmo dos tempos idos
A blasfêmia de certos feridos
Que de Deus preteridos
Do pecado original foram paridos.

Busca a paz de Deus

Queima a bandeira da estrela
Só Jesus é a brilhante da manhã estrela
Portanto, sossega a humana mente.
Todo homem mente
Não sabe, nem quer saber
Que o diabo mais sabe
E é pai de todo aquele que mente.

Como a direita pode se aproveitar das atuais manifestações?

Por Luciano Ayan

289962-970x600-1
O MPL garante que o movimento deles é apartidário. Se é verdade, temos que testar a hipótese, demonstrando que tanto o pensamento de direita como o de esquerda tem vez junto com eles.

Claro que existe uma contradição que eles precisam resolver pois a descrição da página deles no Facebook diz o seguinte: “Movimento social autônomo, horizontal, independente e apartidário que luta por um transporte público gratuito e de qualidade, sem catracas e sem tarifa.”

Se é apartidário, por que então a proposta de “transporte gratuito” (usando o mito da passagem gratuita) atende aos partidos de esquerda? Mas, a título de argumentação, aceitemos, então, que eles são apartidários. Não como uma verdade, mas como uma hipótese a ser testada.

Neste caso, as demandas e manifestações devem atender tanto a anseios da direita como da esquerda. Pela quantidade de pessoas no movimento, já podemos claramente dizer que existem muitos bi-conceituais no movimento.

Um bi-conceitual, segundo George Lakoff, é uma pessoa que não se qualifica no todo de suas idéias como nem de esquerda e nem de direita, mas assume idéias de esquerda em algumas questões e idéias da direita em outras. 

(Atenção que isso não significa que alguém supera os paradigmas de direita e esquerda, pois ao qualificarmos alguém nas suas crenças políticas fundamentais, alguém terá que tomar partido entre crer ou não no estado)
Mas enfim, se temos os bi-conceituais (sejam de direita moderada ou esquerda moderada), temos pessoas no movimento que concordam conosco AO MENOS EM ALGUNS PONTOS.

Por exemplo, alguém pode pedir o transporte gratuito, pois não tem a menor noção de que a idéia de “passe grátis” é um mito. Mas essa pessoa pode ao mesmo tempo ser a favor da redução da maioridade penal. Este é um bi-conceitual, que, como já disse, é alguém que adota idéias da esquerda em algumas questões e idéias da direita em outras.

Então, retornemos ao racional: se o movimento é apartidário e cresceu tanto, então não temos apenas esquerdistas retintos por lá. Temos vários bi-conceituais no meio.

Um amigo fez um teste e entrou na comunidade MPL e sugeriu as seguintes manifestações:

  • Pela redução da maioridade penal
  • Pela rejeição à PEC 37
  • Pelo fim das tentativas de controle da mídia do governo federal
  • Contra a vinda de 6.000 médicos cubanos ao Brasil
  • Contra o politicamente correto
Para sua surpresa, ele obteve vários likes.
Em seguida, segundo nos conta, ele chamou pessoas de lá para o debate, de forma muito educada, dizendo: “Por que não lutamos pela concorrência entre empresas de transporte ao invés de redução da tarifa?”.

Claro que ainda existe uma maioria de esquerda na comunidade, mas eles estão receosos em tornar o movimento partidário, portanto eles não podem ostensivamente dizer “quem é de direita não pode participar”, principalmente se o participante da direita for educado.

Atenção para esta dica clara: ao adentrarem na comunidade MPL e chamarem o pessoal para o debate, a idéia é sempre sermos educados e polidos. Estamos nos focando na conquista da confiança dos bi-conceituais, ou até de alguns que tenham o perfil da direita por lá. Também estaremos nos focando a questionamentos incômodos para quem é da esquerda.

Quem tiver uma base teórica em von Mises, Hayek ou Friedman, nada de braçada por lá, pois a maioria não tem a menor noção dos resultados de suas demandas. No caso das rotinas de apologia ao crime, feitas pela esquerda, relembro de meus posts sobre as rotinas da bandidomania, que publiquei tempos atrás. Um esclarecimento educado e polido, sempre pautado no debate racional, pode gerar bons frutos.

Claro que se fosse uma comunidade partidária como Karl Marx Brasil, eu não recomendaria. Lá com certeza quem é da direita será tratado com selvageria, e provavelmente vai ser ridicularizado da mesma forma que eu faço com um esquerdista a aparecer por aqui.

Mas de novo é importante deixar claro que no caso da comunidade Movimento do Passe Livre, temos algumas variáveis, como a presença de muitos bi-conceituais no movimento e a luta atual para eles se venderem em público como apartidários. Então há uma chance de que sua participação seja bem aceita por lá, caso você seja educado, polido e não entre com tom de desafio.

Eles podem até ficar incomodados com a presença da direita, mas daí é só explicar-lhes que “se o movimento é apartidário, então a dicotomia esquerda-direita deve ser superada”.

Enfim, quem quiser entrar na comunidade, poderá fazer alguns testes importantes, ou ao menos lançar algumas minhocas nas cabeças transtornadas daquela garotada, permitindo, então, que alguns tenham alguma chance de fugir da doutrinação de esquerda.

Um amigo, Hélio, me indicou um texto de esquerdista que está odiando a participação da direita nas manifestações.

Em um deles, Carlos Carlos diz o seguinte:

[...] com o intuito de ser contra o neoliberalismo tacanho que ainda vemos correr solto pelo Brasil.. esse que extermina indígenas, enriquece empresas privadas em casos de serviços que deveriam ser “tarifa zero”, como é o caso do transporte, esse que  exclui o povo das periferias das grandes cidades, que mantém no poder malditos bancos e corporações estrangeiras e nacionais que continuam mamando na teta principalmente da população pobre, esse neoliberalismo/capitalismo que é totalmente contra um reajuste fiscal urgente onde os ricos paguem mais impostos do que os pobres
Diga-lhes que a realidade é exatamente a oposta. A tarifa zero não existe, pois o dinheiro não surge do nada. A conta sempre cai nas costas do cidadão pobre. Os bancos são aliados do governo petista, e se beneficiam de um cenário de altos impostos. Com menos impostos para os negócios, bancos menores teriam mais chances de competir com os maiores. Quanto mais taxação for feita sobre os negócios (e “os ricos”) mais isso é diretamente retornado nas costas da classe média.

[...] esse que faz de tudo para não democratizar e regulamentar a mídia pra que ela seja muito mais do que um espaço comercial de interesse de grandes corporações
A regulamentação da mídia é a colocação de grupos partidários fingindo ser “a sociedade” como representantes de um governo ditador. Com a mídia regulamentada, dificilmente teríamos uma cobertura decente dos eventos das manifestações.

[...] esse que é totalmente contra a reforma política no país
A tal “reforma política” é uma proposta do PT para aumentar o seu controle sobre o estado, e, então, ficar livre de dar qualquer resultado. Que tipo de manifestação é essa que só atende aos interesses de um governo tirânico?

Não foi o PT que detonou o Brasil. Pelo contrário, ele nasceu com base nos princípios contra as injustiças históricas, o velho colonialismo e a crítica à burguesia mesquinha. A atual crítica da esquerda ao PT, é justamente pelo fato do partido ter feito concessões demais aos neoliberais, esses mesmos que agora querem dizer que a culpa de tudo é do PT e do Lula. Não dêem ouvidos a esses aproveitadores. O maior problema sempre foi eles (os burgueses), e o problema do PT foi e está sendo a constante coligação com eles. Não se iludam.
O PT é um partido de esquerda puro-sangue, que, como sempre, usa um discurso de “apoio aos pobres”, tentando arrumar pretextos para inchar o estado e obter poder, e enfim fazer seu capitalismo de estado. Não existem “concessões” feitas pelo PT, mas planos estratégicos executados à risca. O PT não é o que detonou o Brasil, mas sim o pensamento de esquerda, presente desde os tempos de Getúlio, do governo militar, do governo FHC e do PT. É pela ausência de períodos históricos de livre mercado que o Brasil jamais produziu riqueza. Nos Estados Unidos, pessoas pobres vivem muito melhor que as pessoas de classe média aqui. Tudo por causa das idéias da direita. Ver vídeo abaixo, que pode ser divulgado para todos os frequentadores das redes sociais:



@
Para cada discurso ou rotina da esquerda, deve surgir uma refutação mostrando que a esquerda é culpada pelo péssimo nível de vida do cidadão pobre do Brasil.


Enquanto isso, deve-se dirigir aos bi-conceituais não para refutação, mas para um diálogo amigável demonstrando que se alguém quiser mudar o Brasil, deve fazer algo diferente. Isto é, pensar fora da caixa criada pela esquerda.

E então, que tal uma participação na comunidade dos manifestantes do MPL?

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Falsos protestos!

Por João Emiliano Martins Neto


Em meio àquele protesto, manifestação
Lutando contra o diabo aquele valentão
O irmão protestava pelas ruas como podia: evangelizava.

 

Mais de vinte anos depois
U'a minha lembrança daquele mundano protesto
Político manifesto
Caras-pintadas.

Deles não era um cristão-bíblico: verdadeiro protesto
Paz mundana, mero entendimento natural, orgulho dos fiscais
Santa Catarina, São Paulo e Rio: esquerdista manifesto
O diabo a levar para o inferno o seu humano resto!

terça-feira, 18 de junho de 2013

Por uma jornada cristã!

Por João Emiliano Martins Neto

Parabéns pelos 102 anos de fundação da Igreja-mãe das Assembleias de Deus no Brasil e no mundo. Parabéns sobretudo aos irmãos assembleianos, de fato, predestinados para a bem-aventurança eterna!
 


Sou grato às Assembleias de Deus, pois comecei a ser cristão-protestante nessa denominação fervorosa. Apesar de hoje discordar em muitos pontos não fundamentais à fé cristã bíblica, pois sou presbiteriano, reformado e puritano, mas não posso negar que conheci o verdadeiro Cristianismo pelas ADs.

Que Deus abençoe à Igreja do Senhor Jesus, em especial às ADs e aos irmãos cristãos-protestantes em geral para que no essencial sejamos um, ainda que no acidental haja liberdade e com isso algum justo cisma, mas que saibamos que é o Espírito quem nos confirma na fé salvadora. Pois todos os eleitos bebem do mesmo Espírito (
I Coríntios 12.12-13) que confirma ao espírito humano caso sejam ou não filhos de Deus (Romanos 8.6), mesmo que variem os dons, mas o Espírito é um só em todos os que forem verdadeiramente crentes eleitos. Porque eles são edifício e morada para as questões espirituais sem a menor sombra de dúvida para uma jornada cristã, feliz: para o que é próprio dos santos e que é, em última análise, o que é de Cristo Jesus!

Google+ Badge

Um Destino cruel...

Eis, acima, um justo destino para os seguidores do PT!

Ars gratia artis!

 photo IMG_20170501_100356_zpsq2vzl3ws.jpg

Add me no Zapzap

 photo whatsapp-blue-tick_zpsae2o5yfc.jpg

Outros sites relevantes

Postagens mais visitadas

Leia também sobre a expiação limitada ou sacrifício eficaz

 photo cristo-bom-pastor 6_zpsufwssugx.jpg


Artigo 8 - A eficácia da morte de Cristo

Este foi o soberano conselho, a vontade graciosa e o propósito de Deus, o Pai, que a eficácia vivificante e salvífica da preciosa morte de seu Filho fosse estendida a todos os eleitos. Daria somente a eles a justificação pela fé e, por conseguinte, os traria infalivelmente à salvação. Isto quer dizer que foi da vontade de Deus que Cristo, por meio do seu sangue na cruz (pelo qual ele confirmou a nova aliança), redimisse efetivamente, de todos os povos, tribos, línguas e nações, todos aqueles, e somente aqueles, que foram escolhidos desde a eternidade para serem salvos e lhe foram dados pelo Pai. Deus quis que Cristo lhes desse a fé, que ele mesmo lhes conquistou com sua morte, com outro dons salvíficos do Espírito Santo. Deus quis também que Cristo os purificasse de todos os pecados por meio do seu sangue, tanto do pecado original como dos pecados atuais, que foram cometidos antes e depois de receberem a fé. E que Cristo os guardasse fielmente até o fim e, finalmente, os fizesse comparecer perante o Pai em glória, sem mácula, nem ruga (Efésios 5:27).

"Cânones de Dort", 2º Capítulo da Doutrina: A Morte de Cristo e a Redenção por meio dela.